Reviews for Rapsódia Boêmia
Bad Berry chapter 3 . 9/15/2012
realmente muito perfeita e extremamente bem vai ser sempre o meu ship preferido depois dessa fic.
Lia Croft chapter 4 . 9/6/2012
Não sou muito fã de pinhão, mas curti essa. Favoritada.
luzatedesco chapter 4 . 6/2/2012
Amei!

a tua versão drarry é muito realista

te vicia do início ao fim..
0smo0 chapter 4 . 12/22/2010
Hum, obrigada por postar! Boa história. Mas duas coisas me deixaram encucadas, antes de subir no quarto o Harry deu umas moedas para pagar a conta e o quarto, assim como o loiro deu uma nota para "pagar pela semana", mas nesse capítulo de novo o Harry paga a conta...

E depois o Harry fala de Gina que o repreenderia se chegasse em casa com cheiro de cigarro... Mas antes é dito que ele mora com Ron, não com a namorada. Ficou parececendo que em casa é o lar em que vive com Gina.

Tirando essas dois encucamentos meus eu me diverti com as provocações deles. Obrigada mesmo por postar!
0smo0 chapter 3 . 12/22/2010
uhuhuhuhuhu... Que noite, e que homens! É isso aí, loiro! Desperta o leão dentro de Harry, papai-e-mamãe ele tem que fazer com a namorada. XDDDDDD
0smo0 chapter 2 . 12/22/2010
Hohoho... agora eu entendi a história... Eu estava pensando que raios o Harry fazia no bar, se o traficante era um bruxo ou coisa parecida. XD
St. Lu chapter 4 . 7/13/2009
Deveria ser crime alguém escrever tão bem assim. Simplesmente amei. Parabéns!
Agata Ridlle chapter 4 . 11/2/2008
Oi!

Cara, adorei a fic!

Confesso (1) que no começo li meio correndinho, pq eu curto pacas esse clima de desolação e tal, mas me soou meio clichê os dois afogando as mágoas em um bar e tal :roll eyes:

Mas a partir do momento em que eles começam a conversar, a fic realmente me ganhou.

Dois momentos que eu vou guardar com carinho, e que me deram MUITAS idéias:

"Harry gostaria de saber, pelo menos por um dia, como seria viver no anonimato. Com a escuridão que tira responsabilidades, legados e necessidades. Malfoy parecia ter aprendido a conviver bem com tudo isso, como alguém que se acostuma com a presença de um parente indesejado e acaba por apreciá-lo.

x

Potter tinha, claramente, noções muito distorcidas do que era o anonimato no mundo bruxo. Quando sua família é acusada de se afiliar com o bruxo mais odiado do mundo, seu nome é jogado na lama e qualquer capacidade sua desconsiderada apenas por sua origem, anonimato se torna um eufemismo bem vindo.

Draco imaginou se Potter se lembrava de como era viver em um armário embaixo da escada. E se perguntou se o outro saberia que o anonimato era, na verdade, viver num mundo que era todo tão sufocante como um armário." - isso, tipo, me fez parar e pensar "puta merda, é verdade!" E, cara, é uma idéia que eu nunca tinha visto desenvolvida em lugar algum, e que certamente rende MUITO o.o

"Um silêncio tomou conta da sala, no qual até o ruído do fogo consumindo os cigarros ficou evidente." - achei isso lindo demais, quando li me senti capaz de escrever uma fic inteira com base nessa frase *-*

Confesso (2) que a NC me empolgou MUITO no começo, com aquele jogo com o Harry sobre a forma dele agir, criando um paralelo de como ele supostamente agiria com a Ginny e como agir com o Draco, e, meu, amei *-*

Mas o action em si fez meu balãozinho de felicidade murchar. Eu sei que escrever NC é difícil e concordo que a forma como vc fez não ficou destoante na fic, devido ao clima, alternação de POVs e tal, mas foi, tipo, rápido. Perdeu a intensidade ._.

Confesso (3, e último, prometo) que gostei do fim. Não era, claro, o fim que eu queria e que o coraçãozinho fica apertando pedindo pelo amor de todos os santos para acontecer, mas é o fim a que a fic se propõe desde o princípio. Desde aquela referência a "uma única vez". Nem a primeira, nem a última. A única, e eu foi aí que eu vi que não adiantaria eu espernear querendo que eles passassem a se agarrar quando se encontrassem no elevador do ministério, e se tornassem amantes, talvez se separassem, formassem uma nova família, uma nova vida, parariam de beber e seriam felizes. Ta, parei. Eu gostei do fim. Sério. XD

Bem, eu não sou de deixar reviews, e quando deixo sempre acho que falo demais. Fico com medo de ou deixar uma coisa vazia, ou criticar muito e o autor ficar puto comigo. Enfim, não era a minha intenção nenhuma das duas alternativas anteriores. Espero que meu comentário tenha sido de alguma forma legal, gostei do seu estilo e vou procurar mais coisas suas pra ler.

Beijos
MandyXD chapter 1 . 8/23/2008
Oh! Eu sou tão cara de pau que venho dizer na cara dura que li a fic e não comentei. Bem, agora é hora de me redimir. Só o NOME já me chamou atenção, e eu vim ler rapidinho.

Nossa, eu adoro TANTO essas fics despretenciosas que não tem como objetivo aquele romancezinho barato de "final feliz" e essas coisinhas! Sim, eu também gosto de romance, mas adoro essas fics que jogam na cara das pessoas que ship não quer dizer amor.

Muito boa mesmo! E eu nem preciso comentar sobre o Draco, porque eu tenho uma queda livres de um prédio de 200 andares por ele. E o seu é tão tão foda e dark que eu chego até a babar.

E você nos mostrou que pinhão ainda tem muito o que explorar! \o/
Ann Cashew chapter 4 . 7/5/2008
Ai, ai. *suspira* *-*

Cá estou eu, com meu sorriso de trezentos mil dentes após ler essa fanfic tão maravilhosa. Estou favoritando-a. /o/ A narrativa está MUITO foda, tudo tão belo e poético. A sensação de encontrar uma fanfic incrível assim é simplesmente revitalizante.

E eu concordo plenamente com seu ponto de vista, lelyinthesky. O Harry, sem dúvidas, já era problemático antes do término da guerra. Agora, com tudo finalizado e o índice de mortes mil vezes maior, ele realmente não sairia por aí feliz da vida. Bom, tudo isso em um ponto de vista realista. Isso não quer dizer que eu não possa ainda imaginar que Draquenho deu um pouquinho de luz platinada nessa vida escura do Potty, né? XD

Enfim, eu amei. *-* Parabéns pela fanfic! Continue escrevendo assim!

Beijos,

Ann
Roonil W chapter 4 . 6/28/2008
*morto no chão do quarto*

Man, fic linda. Tô completamente sem palavras.

Lely, vcé uma artista e tanto.

Me fez amar completamente pinhão. o_o

Amei muito seus diálogos, enfim

Parabéns!
Bassinha chapter 1 . 6/14/2008
Caramba, as crises levam mesmo a pessoa ao fundo do poço...bom que cada um não sabe cuidar de si mesmo,assim o Harry tem que salvar todo mundo,se afundar...e tudo isso ao som de The Killers!Moça,essa música ficou boa a fic,parabéns :)
bru chapter 4 . 6/14/2008
história envolvente, extremamente bem escrita, interessante.

O que eu posso dizer? que fazia MUITO tempo que eu não lia algo em português que valesse a pena.

Adorei

espero ver mais histórias suas... pq esta está maravilhosa!

bjos