Reviews for Um Crime entre Amigos
Pico Jamie chapter 1 . 11/10/2011
Nome: Pablo Manzana

Nacionalidade: Mexicano

Idade: 16 anos

Personalidade: É um rapaz animado, agitado e curioso, mesmo que sua curiosidade o coloque em encrencas. Por causa de seu passado, evita o contato com mulheres e não está nem aí pro que elas pensam ou cochichem sobre ele, desde que fiquem longe dele. Isso faz muitos acharem que Pablo é gay.

Aparência: Possui cabelos pretos, curtos, lisos e com franja sobre a testa, olhos verde-escuros, pele bronzeada, corpo magro, nariz arrebitado e 1,75m de altura.

Roupa que usa no colégio: Um sombrero (chapéu mexicano), dado por seu pai, é sua marca registrada. Usa também uma camisa branca sem mangas, calça jeans e um par de tênis velhos.

História: Filho único da família Manzana, Pablo nunca conheceu a mãe, pois ela morreu em seu nascimento, e seu pai casou-se novamente com uma mulher que não gostava de Pablo. Ele não se importava muito, até seu pai morrer num acidente de carro quando o garoto tinha 10 anos. Ele foi morar com a madrasta e a meia-irmã de 9 anos, que gostava dele mais do que como uma irmã, o que fez todo mundo do antigo colégio de Pablo achar que eles tinham um relacionamento. Como o sentimento da garota não era correspondido, ela inventou para a mãe que Pablo havia abusado dela, o que o fez fugir de casa e ir morar com seu tio paterno no Japão. Como o colégio era o mais próximo da casa de seu tio, Pablo foi estudar lá, evitando ao máximo o contato com mulheres.

Do que gosta: Gosta de comer “quesadilla”, de ouvir música, de animais e de se bancar o curioso

Do que não gosta: Não gosta de garotas (mas não é interessado em homens), de comida doce, de ser acordado no meio da noite e que o façam de bobo.

Como se sente investigando o crime que cometeu: Curioso e, ao mesmo tempo, preocupado com a própria pele (principalmente se for uma mulher liderando a investigação).

Aceita que eu coloque cenas fortes?: Fique à vontade.

Algo a acrescentar?: Pablo é daltônico.

Par: Sakura ou Ino

O que você acha dele: Que, como as outras garotas, está só querendo se aproveitar dele, além de ser mimada e escandalosa. Mas, aos poucos, começa a gostar dela.

O que ele acha de você: Que, por ele não gostar das garotas, ele é gay. Mas, como nunca o viu dando em cima de um rapaz, começa a ter certas dúvidas sobre isso.
Rabbid Girl chapter 1 . 2/25/2011
Nome: Larissa Antony, conhecida como Linky

Nacionalidade: Grega

Idade: 16 anos.

Personalidade: A primeira vista, sempre acham que ela é louca, o que está absolutamente correto: Linky é exótica, persistente e exageradamente hiperativa, mas quem a conhece bem sabe que ela é divertida, amiga e se preocupa com as pessoas. Costuma praticar vários esportes pra gastar sua energia acumulada e ficar mais calma. O lado bom é que sua loucura a torna uma pessoa incrivelmente corajosa e que raramente se irrita com alguém.

Aparência: Cabelos castanhos presos em maria-chiquinhas até a cintura com uma franja diagonal, olhos azul-escuros, pele clara, nariz pequeno, rosto redondo, corpo sarado por causa dos esportes, 1,66m de altura e 55 kg.

Roupa que usa no colégio: Uma camisa cavada verde-escura colada no corpo, corsário preto, uma saia jeans por cima e tênis esportivos.

História: Linky demonstrava ser exótica desde pequena, mais seus pais não viam isso como um problema, até o dia que ela pediu pra colocarem açúcar no cachorro-quente que era servido como merenda na escola. Não querendo mandá-la para um hospício, acharam que uma viagem de intercâmbio poderia ajudar a filha, então a mandaram para o Japão. Não foi difícil para Linky aprender o idioma japonês, pois tinha um QI de 190 e estava um ano adiantada no colégio. Na opinião de Linky, ela não foi ao colégio para mudar sua personalidade, e sim para fazer novos amigos.

Do que gosta: De praticar esportes e de comer comidas estranhas, normalmente misturas feitas por ela mesma. Também gosta de conversar (mas costuma fazer isso quando está calma).

Do que não gosta: De pessoas coverdes e que abandonam os outros. Quando isso acontece, é uma das poucas vezes em que fica brava.

Como se sente investigando o crime que cometeu: Assustada. Nunca admitiu, mas tem medo da morte e teme que seja a próxima da "lista".

Aceita que eu coloque cenas fortes? Sim.

Algo a acrescentar? Não.

Par: Shikamaru, Neji ou Gaara

O que você acha dele: Totalmente o oposto dela, por isso não entende o porquê de se sentir atraída por ele. Está sempre fazendo palhaçadas pra, no mínimo, fazê-lo sorrir.

O que ele acha de você: Completamente maluca, mas, por alguma razão, um enigma. Prefere ficar longe dela quando está hiperativa, mas quando calma a companhia dela é bem agradável.
I. Kiryuu chapter 1 . 6/14/2009
Nome: Inês Costa

Nacionalidade: Portuguesa

Idade: 17 (Pode mudar)

Personalidade/História: O seu maior defeito é ter mau-perder e ser capaz de fazer tudo para chegar onde quer. O que faz pessoas como Neji ou Sasuke discutirem muito com ela. Este feitio deve-se a ter nascido e ter sido criada numa família rica, uma família muito consagrada em Portugal, e sempre ter tido tudo o que queria quando queria. Sabe falar 7 línguas desde pequena porque a sua mãe a obrigou a aprender (Uma das línguas é o Japonês). Inês gosta de ser apaparicada, adorada e elogiada pelas outras pessoas. Nunca perde uma discussão principalmente se for contra outras raparigas e as únicas palavras que prometeu que nunca iria dizer são “Eu desisto”. É uma excelente aluna com um enorme QI, que nem sempre usa para as coisas mais certas. Está no quadro de honra da escola em 2ª posição sendo ultrapassada por Nara Shikamaru (Se não se importar) e odiando o garoto por isso. Em situações de stress exalta-se muito mas tem um raciocínio rápido e tem sempre um plano em vista. É optimista e pensa que pode sempre safar-se de tudo. É um pouco convencida por ser alem de inteligente, muito bonita, já ter recebido pedidos de namoro de rapazes de todas as idades e por essa razão é invejada e odiada por muitas garotas. Adora provocar os rapazes, até os professores, com as suas roupas escandalosas e com as suas atitudes. É chefe de torcida (Se houver torcida) e era conhecida nas outras escolas por namorar sempre o rapaz mais popular. Tem um humor muito perverso e gosta de se sentir superior a todos. Adora infringir as regras da escola indo assim muitas vezes a presença do director para ser repreendida, e foi expulsa da sua antiga escola por ter feito porcaria indo assim parar a essa escola. Já teve experiencias passadas com a droga mas desde que veio para esta nova escola nunca mais tomou nada.

Aparência: Cabelo longo até ao meio das costas e loiro. Tem olhos verdes. Possui um corpo proporcional, magra, com seios grandes (Não é gorda, não confundir seios grandes com gorda), um corpo invejado por algumas garotas e pele pálida. Anda sempre de All-Stars qualquer que seja a ocasião e tem uma grande colecção para poder ter todas as cores para combinarem com a roupa. Tem as orelhas com vários furos e usa argolas pequenas com picos (Como o Zero Kiryu de Vampire Knight). Tem uma tatuagem no pulso com uma caveira com os olhos em coração e ao lado da caveira em baixo tem as iniciais “IC” de Inês Costa

Roupa que usa no colégio:

- O uniforme (se houver)

- A roupa de torcida (Se houver)

- Uma saia ás pregas vermelho escuro, meias de rede pretas presas com um cinto de ligas. Uma camisa preta bastante aberta chegando a mostrar um pouco do seu sutien de renda preto, tanto que os profs estão sempre a manda-la fechar a camisa. All-Stars pretos ou vermelhos da cor da saia.

Do que gosta: Ir às compras, namorar, estar com as amigas, musica, da noite.

Do que não gosta: Que lhe ganhem, que a façam sentir inferior, que os pais n lhe dêem dinheiro quando ela quer.

Como se sente investigando o crime que cometeu: Ao principio teve um ataque de raiva mas depois bolou logo um plano para poder sair sem desconfiarem dela. Por outro lado sente-se orgulhosa porque sendo ela a investigar a situação pode controlar o que a policia e todos sabem. Ela tem um pouco de medo de ser apanhada mas não o demonstra a ninguém e não se importa de passar por cima dos seus amigos para conseguir o que quer.

Aceita que eu coloque cenas fortes? Claro, até sexo!

Algo a acrescentar?: Ela e o par discutem muito antes de se acertarem.

Par: Sasuke, Gaara, Neji, OC, Naruto. (Por ordem)

O que você acha dele: Sério, sexy, convencido, popular, o par prefeito para ela (Alem de não o demonstrar), confia nele porque sabe que ele não vai contar a ninguém do segredo deles e que sabe conter-se em situações de stress.

O que ele acha de você: Gira, sexy, um pouco fútil, uma rapariga inteligente.

Amei a ideia, quando vai lançar os resultados?

Beijos
Yuirin chapter 1 . 12/28/2008
Nome: Okamii Midori

Nacionalidade: Japonesa.

Idade: Eu não sei qual vai ser a idade dos alunos, então vou chutar 15 anos. n.n9

Personalidade: Midori é uma garota bastante fechada, nunca foi possível ler seu olhar enigmá não é de falar muito, na verdade ela só fala quando é algo realmente importante, obvio ,só para fazer um comentário ou quando os outros lhe dirigem a é tão silenciosa que os outros só notam a sua presença quando ela fala tem uma inteligência muito alem do comum, os amigos falam que ela é capaz de desafiar a lógica, ela só gira os olhos.Não é muito de expressar suas emoções (As pessoas ate falam que ela parece ser oca por dentro, vazia), mas as vezes não consegue se controlar diante das palhaçadas de Naruto e acaba soltando um risinho fechado, mas só as vezes. Os alunos falam que ela é estranha, os professores falam que ela é um gênio tímido, os amigos falam que ela é sombria e as garotas falam que ela é uma aberração mas ela costuma deixar isso passar, só ignora, porem se ela ja estiver com a mente pertubada ela da uma resposta digna de um falar em respostas, Midori sempre tem uma na ponta da língua, não demora segundos e ela já resolve o problema só falando, ela tem uma língua de veras costuma saber muito sobre as pessoas(não só das pessoas como de tudo, ela é um gênio) e sabe mais que a própria pessoa, devido a observasão, os outros podem não sentir mas ela esta sempre os tem um vocabulário bastante rico, sempre usando palavras um tanto quando diviseis para os amigos entenderem, e eles chegam e pedem a traduçã também é bastante sincera, fala o que pensa sem medo da opinião alheia, e isso irrita bastante as pessoas.A rapariga não é de demonstrar seus sentimentos, ate nas palavras , não que elas saem frias ou rudes, elas saem somente sem emoções(posso citar que mesmo sem emoções, a voz dela é linda, chega a ser meio angelical.).Mas de vez em quando ela explodi, isso ocorre raramente, tipo, uma vez em dois anos, é que ela não consegue se controlar, despeja tudo desesperadamente, começa a chorar e a gritar tudo o que ela esta guardando dentro de si, chega a ser angustiante ate para quem assiste, mas ela tenta se controlar ao máximo para que isso não aconteça, é nesse momento que ela deixa transparecer seu verdadeiro eu, uma menina frágil e , apesar de aparentar ser fria e sem coração, ela é uma garota bastante gentil, só não costuma mostrar esse lado seu para qualquer também é muito fiel e companheira, não é la muito boa com palavras de consolo, mas só um abraço dela basta, e pode crer, quando Midori chegar a abraçar alguém o inferno vai congelar.

Aparência: Os cabelos exoticamente verdes(o que chega a chamar muito a atenção, o que ela não gosta.) vão ate um pouco depois de seus ombros totalmente lisos cortados em V, com a franja grande que vai ate o seu queixo.São divididos de lado, deixando a franja caindo um pouco em cima de seu olho costuma prende-los com marias-chiquinhas baixar ou tranças, mas quando ela não esta em aula ela o esconde com uma toca preta, com orelhas de gatinhos e uma carinha assim: :3 bordada em olhos num tom de azul anil esverdeado muito bonito, a pele branca demais, chegando a parecer uma um óculos oval pequeno, ela não enxerga nada sem é um pouco baixinha para uma garota da sua idade, os outros costumam mexer muito com ela pela altura e pelo fato dela ser , mesmo não querendo tem um baita de um corpo(Tradução: um corpo muito bonito e cheio de curvas).

Roupa que usa no colégio: Midori usa uma calça totalmente larga, cheia de bolsos e zipers pratas, mas que estranhamente ao ela andar não fazem barulho.A borda da calça é um pouco rasgada por ela arrastar no chã usa uma blusa estilo chinesa(tipo trnsversada) verde musgo, com detalhes em dourado, coberta com um casaco grande de mais para ela, preto, com desenhos de assas de morcegos nas all satr normal preto.(ela usa roupas largas exatamente para seu corpo não chamar muita atenção, mas a blusa chinesa realça bastante o seu busto(que não é daqueles totalmente grandes e siliconizados ok? o.ó)

História: Midori era filha de um governador, infelizmente. Ela sempre teve tudo que quis, tudo o que qualquer garota iria querer, menos uma vida mãe mandava ela ficar quieta, no seu canto sem fazer besteira e sem fazer absolutamente nada para não prejudicar a carreira de seu pai, e era isso que ela nunca podia expressar suas opiniões, não podia sair para rua brincar com as outras crianças, foi uma garota bastante solitá a mãe e a irmã mais nova desfrutavam de sua banheira de hidromassagem, das montanhas de jóias e todo o resto que o dinheiro lhes proporcionavam, Midori só convivia com seu livros, o que ela julgava ser melhor que discutir sobre o que mais faltava para a irmã e a mãe gananciosas não era mimada como a irmã, não era gananciosa como a mãe e não era corrupta como o só queria uma vida normal e por isso entrou no colégio, para tentar ter uma vida normal, apesar dela ainda não conseguir expressar suas emoções ela pelo menos já consegue rir um quer ser uma garota normal, por isso esconde das pessoas que ela é filha de um governador e acaba sendo um pouco misteriosa.

Do que gosta: Midori adora ler, você sempre vai encontra-la na biblioteca com uma pilha de livros ou com seu notebook, para falar a verdade, você sempre vai vê-la lendo algum livro ou com algum na mão acompanhada do seu ela também gosta de ver seus amigos felizes e seus inimigos também não pode negar que gosta de ramem e das palhaçadas de seus amigos.

Do que não gosta: De não poder ler, ficar sem seu notebooke, ficar sozinha, ter que aturar a sua família e suas dezamizades, ter que esperar e ter que repetir as coisas que já falou.

Como se sente investigando o crime que cometeu:Ela obviamente se sente mal e culpada, não que ela deixe isso transparecer, os outros alegam que ela não sente absolutamente nada perante a morte de Tsunade, ela só continua quieta lendo o livro.Não pode dizer que não se sente mal, mas também não pode negar que a diretora não lhe faz falta nenhuma.

Aceita que eu coloque cenas fortes? Sim.

Algo a acrescentar?: Queria falar sobre as amizades tem poucos amigos, entre eles estão Naruto, Kiba, Lee, Sasuke e Neji, Isso mesmo.A rapariga só tem amigos meninas costumam ignora-la, agredi-la verbalmente entre outras coisas, porque, vamos admitir, Midori mesmo não querendo chama muito a atenção dos , super inteligente e quase-muda, o que qualquer um iria querer.E isso causa bastante inveja nas , ela ficou amiga de Naruto pro um dia e prova e Naruto teve que sentar ao lado dela, não que ele a odiasse, mas ela tinha meio que fama de muda e ele gostava de falar bastante e acabou não gostando muito de sentar-se ao lado da foi uma das primeiras a terminar a prova e voltou a observar os outros...O loiro estava visivelmente com problemas, só faltava ele bater a cabeça na mesa para tentar sempre de só o cutucou e chegou a prova um pouco para o lado para que ele pudesse colar.Não deu outra, Naruto tirou ele foi acredesse-la com sua alegria costumeira ela só disse um “Não há de que.” Com um pequeno sorriso, pequeno, mas um então se tornaram amigos e ele a apresentou aos , Naruto é o seu melhor amigo, chega a parecer um irmão para ela.

Par:Sabaku No Gaara; Uzumaki Naruto. (ordem de preferência)

O que você acha dele:

Naruto: Ele é como um irmão para ela, ele esta sempre tentando anima-la e foi o primeiro amigo dela, e, mesmo não admitindo ela adora o sorriso cativante dele e suas palhaçadas.

Gaara:Ela tenm certa curiosidade sobre ele, e as vezes chega a corar um pouco quando esta perto dele, mas continua tentando se mater indiferente.

O que ele acha de você: Ele a acha diferente das outras garotas, quer saber mais sobre ela e tentar desvendar os olhares realmente se acha atraído pela garota.
Cau Lima chapter 1 . 12/23/2008
Yoo, Nathelie-san.

tava lendo seu perfil, e o tipo de fic q vc escreve. sera q essa fic vai ser melancolica tb? sendo ou não, acho q ela vai ser no, minimo, interessante. :)

-

Ficha:

Nome: Ana Durkstova (nome, sobrenome)

Nacionalidade: Russa

Idade: 17, ou 16 (depende mto da idade do pessoal. se ficar mto destoante, pode mudar a idade dela pra qq uma.)

Personalidade: Ana é uma pessoa simpatica, gentil, paciente e racional. muitoo inteligente, com um raciocínio lógico e rápido, tem uma habilidade incrivel d absorver informações, além d ser otima em sair d confusões, e em resolver problemas na hora. preguiçosa e "vagabunda", eh um tanto irresponsável, por isso detesta qnd mtas pessoas dependem dela. isso geralmente significa q ela vai ter q fazer mto trabalho e se esforçar mais q o normal. a primeira vista não oferece nenhum perigo, mas soh qm convive com ela sab quam manipuladora ela pod ser. geralmente consegue tudo o q quer, seja utilizando a labia, uma carinha fofa ou até mexendo com o psicológico das pessoas (Ana eh um pouco sadica qnt a isso. ela s diverte fazendo pressão nas pessoas e vendo elas ceder. meio q comprova q ela pode acabar com qm deseja). apesar d tudo, ela eh um mto emotiva. s machuca com besteiras, e leva a serio o q as pessoas falam dela. pod s dizer q os seus pontos fracos saum insetos (apesar d ter um medo enorme deles, ela naum eh do tipo q começa a gritar qnd vê um, mas corre e pede pra alguém mata-lo) e as pessoas q ama. divertida e otima para s conversar, sempre tem uma resposta na ponta da lingua. Ana naum eh do tipo q procura brigas, mas s alguem vier procurar confusão com ela, vai fazer questão d humilhar a pessoa da pior forma possivel, naum s importando com o q os outros vaum axar dela.

Aparência: Alta (1,67), cabelo castanho bem escuro, liso e sempre perfeitamente arrumado (Esteja ele solto, em uma trança, ou em um coque). As vezes usa uma tiara grossa na cabeça, sendo essa vermelha com traços largos brancos. olhos verdes claros. Seu rosto eh formado por traços aristocraticos e por uma boca carnuda. Seu pescoço eh alongado e a sua postura sempre ereta. Possui mto busto e belas pernas. Eh magra, mas naum faz o tipo modelo.

Roupa que usa no colégio: Tem farda? Se não tiver eh o seguinte - calça skinny, de tom tom jeans bem escuro, e bata. Nos dias frios usa um sueter no lugar da bata. vai de rasteirinha, e nunca usa maquiagem pra ir a aula (Eien acha ridiculo as pessoas q montam uma produção pra ir pro colegio). suas batas são das mais variadas cores (a unica cor q qse naum existe no seu armario eh rosa - Ana odeia rosa).

História: Na vida d Ana, sempre foram ela e sua mãe. Isso, pq seu pai era um empresario e tinha q ficar viajando muito, por causa dos negócios. Qnd ela tinha 13 anos, sua mãe morreu, e ela passou mto tempo sozinha. S recusava a fazer novas amizades, e se tornou um tanto rebelde. Seu pai naum era mto proximo dela, mais a amava, e ate tentou ajuda-la. Passou há passar mais tempo dentro d casa, pra cuidar dela. Soh q passando mais tempo dentro d casa, ele passou a sentir mta falta da mãe de Ana e entrou em depressão. Essa foi a pior epoca de Ana. Ela perdeu a sua querida e logo em seguida em seu pai. Ela passou a se isolar mais ainda e passou um tempo com raiva dos proprios pais sem entender pq eles a haviam abandonado. Ela se mudou para a casa de seu tio, e assim melhorou, com a ajuda dele e de sua familia.

Do que gosta: ler; climas amenos; de passeia a luz da lua; de lugares não tão cheios, nem tão vazios;

Do que não gosta: climas fortes (tipo mto sol, ou mto frio); de ficar entediada; do mar (detesta o seu vai e vem. eh sempre a mesma coisa); de gente pegando no seu pé e lhe dizendo o q faze; de mto barulho; de insetos; de pessoas egocentricas.

Como se sente investigando o crime que cometeu: falsa, mentirosa, sem escrupulos, traidora. vai sentir nojo de si mesma por mentir d forma taum descarada para todos. mesmo assim continua mentindo, pois tem medo de parar na cadeia. tem medo da reação da sua familia, e tem medo do julgamento das pessoas.

Aceita que eu coloque cenas fortes? Claro, afinal essa fic não tem cara d ser aquela coisa bobinha de sempre.

Algo a acrescentar?: Nop.

Par: Kakashi e Gaara

O que você acha dele:

Kakashi - um problema para eles. senti q Kakashi pode ser o professor mais perigoso, e o com mais facilidade para descobrir a verdade. por isso qnd são convocados para resolver o caso, ela passa a agir de forma controlada na frente dele. deixa d ser tão espontanea, e sempre pensa duas vezes antes d falar qq coisa. o verdadeiro problema disso tudo, eh q Kakashi e Ana tem um caso secreto. ela sempre teve uma queda pelo professor charmoso, e ele passou a demonstrar interesse na aluna gostosa, q o olhava divertidamente. com isso, para Ana eh duplamente perigoso e complicado mentir pra Kakashi.

Gaara - andava com o Gaara, mas nunca soube mta coisa dele nem s interessou pela sua estoria. qnd cometeram o crime, ela achou q seria importante saber qm era de verdade cada um dos seus amigos. assim passou a descobrir mais sobre Sabaku no Gaara, e a se interesar pela sua vida. começou a conviver mto com ele e acabou s apaixonando.

O que ele acha de você:

Kakashi - Ana sempre chamou a atenção de Kakashi. Ela era a aluna gostosa q o olhava desafiadoramente, e que passou a sair às escondidas com ele. Nunca sentiu nada demais por ela e vivia bem com isso. Qnd ela começou a agir diferente, isso despertou sua atenção mais do q deveria. Ele percebeu q gostava mto mais da Ana antiga, e da forma cm era tratado. Mais ainda, ele gostava d como se sentia ao lado dela. Foi assim q ele percebeu que jah tinha sido conquistado por Ana, e que sim, tinha passado a ama-la.

Gaara – Nunca foi mto com a cara dela, extamente por saber cm Ana era manipuladora. Nunca confiou mto na garota e tem medo q ela abra o bico sobre a morte de Tsunade, por isso passou a passar mais tempo junto dele cm forma d garantir q ela não teria um acesso d fraqueza. Com essa convivência, percebeu estava errado em parte e paasou a gostar da Ana.

-

Bom. espero q a ficha esteja boa o suficiente pra fic, Nathelie. Infelizmente, acho q a parte da historia ficou uma droga, e q naum combinou com o personagem. :/ travei mto na hora d fazer essa parte da ficha.

Beeijoo e boa sorte.
Shii-sensei chapter 1 . 12/23/2008
Ficha:

Nome: Bernard Fournier Villeneuve

Nacionalidade: França

Idade: 17 anos

Personalidade: Bernard é um rapaz frio e aparentemente sem qualquer emoção. Vive a base de cafeína e não se interessa por quase nada. De um QI admirável. Um gênio da computação, sabe tudo sobre computadores e seus derivados, principalmente os dos outros. Não comete erro algum sobre tecnologia avançada e ainda quer aprender mais e mais. Normalmente não fala, só quando raramente precisa. Parece ser mudo e suas palavras são monossilábicas. Quando está nervoso se enche de café e é nessas horas quando está a ponto de explodir grita e xinga o primeiro a sua frente. Trata os outros com frieza, mas é gentil em um certo ponto. Esboça um meio sorriso quando está satisfeito e quando está realmente feliz. Sempre exigente, querendo tudo perfeito e de ótima qualidade. Quando quer uma coisa, quer, vai ter e ponto. Nunca confia direito em alguém e é raro ter alguém que chame verdadeiramente de amigo. Nem um pouco curioso, como já disse, se interessa por quase nada. O que desperta bastante sua curiosidade é marca de cafés novos e diferentes jeitos de prepará-lo. Sempre quieto e pensando. Seu cérebro nunca pára, também porque raramente dorme. Não é paciente por mais que pareça, tudo tem que ser rápido. Não é confiável, algumas vezes nem ele sabe se falou verdade ou mentira. É ótimo em expressão facial, sabe ensaiá-las e decifrá-las.

Aparência: Pele pouco bronzeada. Um rosto que mostra a idade que tem e sem nenhuma falha. Cabelos castanhos-escuros lisos e finos chegando até um palmo abaixo do ombro, sempre presos em um rabo-de-cavalo baixo. A franja caindo nos olhos, com uma mecha mais gorda no centro do rosto. Olhos também castanhos-escuros brilhantes com a pupila bem pequenina e quase invisível. Tem uma cicatriz na perna do tornozelo até metade da coxa, onde rasgou a pele fugindo de cachorros quando pequeno. 1,72 m. Massa corpórea normal.

Roupa que usa no colégio: Camisa de botão branca e de linho. Um colete de lã ou vermelho-vinho ou preto. Calça social com poucas pregas. Uma jaqueta preta e um tênis preto e sempre de péssimo estado.

História: Filho único de uma psicóloga e de um advogado, aprendeu desde pequeno o comportamento humano e suas façanhas. Um prodígio em tudo, sem se destacava e secretamente se orgulhava disso. Nunca foi de papo, mas quando foi atacado por um cachorro parece que as palavras foram trancadas dentro dele. Foi levado para um psicólogo e ele deu o diagnóstico que ele apenas não queria ser chateado. Mesmo receosos, achou melhor não mais encher o menino de perguntas e não insistir para ele falar. Sua vida foi cheia de notas altas e sucessos, mas ele sempre foi mais que isso. Acabou ajudando a polícia sem querer duas vezes. Mudou-se para escola na 5ª série porque não agüentava mais a outra.

Do que gosta: Café, computador, laptop, perfeição, silêncio, escuro, inverno, peixes (estimação, não para comer), yakionigiri, soba, missoshiro, quietude, barulhos de grilos, sangue, enigma, sudoku.

Do que não gosta: Suco, papel, caneta, hiperatividade, mimos, barulho, cachorro, sake, verão, gohan, peixe(o de comer), meninas fúteis, sua beleza que desperta o interesse feminino, situações imprevistas, cores fracas e opacas.

Como se sente investigando o crime que cometeu: Extremamente feliz. Nunca pensou poder enganar as pessoas sem ser julgado pelos amigos. E gosta de se ver tão confiável ao outros.

Aceita que eu coloque cenas fortes? Sem hentai tudo bem. Aceito violência.

Algo a acrescentar?: Tem alergia a perfumes e pó. Anda sempre com um laptop e uma garrafa térmica com café forte dentro. Tem a mania de mexer na franja quando frustrado.

Par: Gostaria que fosse nenhum.

O que você acha dele: ...

O que ele acha de você: ...

_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_-_

Espero que goste. Demorei um tempinho para fazer, mas acho que ficou satisfatório.

Ja ne!
neeBear chapter 1 . 12/23/2008
nome: Wakeshima Alice (ou Ari-chan)

Nacionalidade: Japonesa

Idade: 17

Personalidade: Uma garota enigmática, extremamente calma e paciente, e SEMPRE com um olhar frio, entediado e de indiferença. Na verdade ela não tem paciência nenhuma, mas aprendeu a não demonstrar isso, então quando ela fica impaciente, fica um pouquinho mais quieta e mal humorada que o normal, só isso. Ela não confia em ninguém, é meio cruel as vezes, sempre sarcástica e irônica. É um poquinho grossa. É bastante sincera e é muito perceptiva. Ela gosta de pessoas verdadeiras, e com personalidades e gostos diferentes. Confia muito no seu julgamento, então é doce e gentil verdadeiramente com que merece, e grossa e cruel com quem merece, também. Ela nunca parece feliz de verdade. Seus sorrisos são sempre irônicos, maliciosos ou melancólicos. Sorrisos verdadeiros de alegria são sempre miúdos, tímidos e acompanhados com uma cara levemente rosada de vergonha e surpresa, e são MUITO raros. É bem inteligente, esperta e sagaz, não costuma estar errada sobre alguma coisa. Não gosta muito de relacionamentos, e ignora qualquer aproximação desse tipo, pois na verdade tem medo de se machucar. (bem, aí você tem que colocar um par insistente né) Se alguém conseguir conquistar ela, vai achá-la muito fofa apesar de tudo, pois com relação a essas coisas, ela cora muito fácil e fica realmente envergonhada, se embolando as vezes com as palavras. Não gosta que mecham nas suas coisas, não gosta de gente intrometida ou que fiquem querendo saber qualquer coisa de sua vida. Não se preocupa com nada, simplesmente deixa acontecer, por melhor ou pior que seja, sempre com aquele olhar indiferente. é um tanto vingativa. é bem sensível, mas ninguém sabe disso, e se depender dela ninguém saberá. Ela gosta muito de dormir, é bem preguiçosa, mas na realidade ela gosta de sonhar, diz que só dormindo e sonhando pra fugir da realidade. Se sente muito covarde por isso, mas na realidade é uma garota muito corajosa. Apesar de não ser muito socialvel, e de não gostar nem um pouco de festas e ter que conhecer gente nova, Ari é uma garota muito fiel as amizades, e é considerada uma boa amiga afinal de contas. Quando ela fica irritada com alguma merda que alguém fez ou qualquer outra coisa, ela só surpira profundamente ou estreita os olhos perigosamente, e vai ela mesma resolver. Ela não liga pra vida, viver ou morrer tanto faz, então ela só faz o que der na telha e só o que gosta ou o que vá trazer beneficios pra ela. Ela mesma acha uma reação muito estranha, mas ela costuma rir quando se machuca (é provavelmente a única coisa que faz ela rir, mas é involuntário, não é de felicidade) quanto maior a dor, mais alto ela de tudo com os amigos ela é mais normal e sociável, e pode até dar um meio sorriso de divertimento, se alguém realmente falar ou fizer uma coisa irônica o divertida o suficiente pra isso.

Aparência: Meio baixa, com a pele branquinha e macia. Tem um rosto infantil e poderia até parecer uma criança, se não fosse por seus olhos indiferentes, ou então irônicos com um sorrisinho de lado, só se parece com uma criança mesmo quando sorri gentilmente, fechando os olhos e dando um pequeno e timido sorriso e meio corada, os outros acham isso muito fofo, e ela se irrita com isso. Seu cabelo é cinza bem escuro, quase grafite, liso e meio rebelde até os seios, com um corte reto, sua franja bate na altura dos olhos, reta e cheia e possui duas mechas maiores até o queixo nas laterais do rosto. Seus olhos são de um amarelo bem clarinho e sua pupila é fina e vertical. Não possui muitas curvas, mas tem seios fartos, e só. Usa uma maquiagem forte nos olhos, e gosta de deixar o resto do rosto pálido, como o resto do corpo.

Roupa: Gosta de cores escuras e acessórios inusitados. Quase sempre com uma tiara ou uma presilha de laçinho no cabelo, gosta de usar luvas de couro ou seda, e aquelas luvas sem os dedos. Gosta de saias de pregas até o meio de suas coxas, botas coturno negras de couro, sobretudos negros ou escuros e de couro, cachecóis e blusas compridas no quadril ou com mangas bufantes. Sempre usa vários cordões, tem um espartilho mas não o usa muito, usá vários anéis (bijuterias prateadas, TODAS), gosta de óculos escuros bem grandes e quadrados, gosta de sapatinho de boneca e tudo mais. Não gosta de shorts e nem de vestidos, mas se precisar, ela tem um vestido preto e comprido até os pés, tomara que caia. As cores que ela usa e gosta são: preto (principalmente), vinho, roxo bem escuro, verde água, amarelo vivo, todos os tons de cinza, turquesa escuro, rosa BEM escuro, verde escuro, azul marinho, marrom escuro, branco e cor de creme. Gosta de estampa chadrez também. Suas unhas longas estão sempre pintadas numa das cores que ela gosta, mesmo se a cor for bem chamativa.

História: Seu pai, que era um empresário famoso e a pessoa que a garota mais gostava, veio a falecer de acidente de carro (mas muitos suspeitam que foi assassinato) quando ela ainda tinha 6 anos. Sua mãe se tornou uma mulher fútil e fria, gastando o dinheiro que o marido deixou e logo arrumando outro marido. Por parecer muito com o pai, a mãe de Ari não gostava muito da garota, e não foi novidade nenhuma quando ela abandonou-a na casa de sua irmã. Vive com seus tios até hoje, mas eles viajam muito. Foi bem recebida na casa deles, pois sua tia não podia ter filhos, então tratava a menina como se fosse sua próporia filha, além de que a mãe verdadeira da garota sempre mandava dinheiro pra eles e também porque a menina não causou nenhum problema para eles (até agora), era bonita, inteligente, gentil e bem comportada, um orgulho pra eles. (isso porque eles não são próximos o suficiente pra saberem como ela realmente é). Foi parar ali naquela escola por acaso, por uma escolha dos tios, não tem muito tempo. Alguns anos antes, se decepcionou muito com amigos falsos e pessoas que só queriam brincar com seus sentimentos, amigos e amores (além da sua mãe). Por isso ela mudou de escola a 4 anos e meio.

Do que gosta: ler, dias nublados e frios, dormir, observar as pessoas, escutar música, estar junto com os amigos fazendo qualquer coisa, gatos, cachorros(e lobos) e pássaros, desenhar animais, frutas e picolé de maracujá ou uva, histórias de terror, ou qualquer coisa fantasiosa ou sobrenatural, silêncio, olhar o céu.

Do que não gosta: calor, exercicios físicos, matemática ou qualquer coisa que envolva números, pessoas normais demais, carne, coisas muito doces, gente intrometida, muito barulho ou lugares muito cheios e por aí vai.

Como se sente investigando o crime que cometeu: se sente hipócrita e se diverte cruelmente com isso. Está meio curiosa sobre o que vai acontecer, mas tenta não pensar muito nisso.

Aceita que eu coloque cenas fortes? sim, claro, pode torturá-la a vontade. só peço que não mate ela n-n

Algo a acrescentar: ela usa óculos pra enchergar de longe, mas sempre esquece de colocar, e tem horror a insetos, mas tenta se manter indiferente perto deles.

Par:Deidara, Sasori, Haku, Naruto, ou Gaara

O que você acha dele: Amigo ou não, ela vai tratá-lo do mesmo jeito: com indiferença. Se for amigo, vai ficar mais próxima, se não for, vai passar a ser amiga, cúmplice, mas memso assim vai tentar manter certa distância. Lá no fundo ela vai saber que está começando a gostar dele, por ele ter um jeito diferente, ele tem alguma coisa que a atrai e MUITO, seja o jeito explosivo, sombrio, infantil, doce ou algre (dependo do par né), mas ela vai se negar isso com todas as forças. Ao mesmo tempo que o jeito dele a trai, a irrita muito também, e isso a deixa confusa, o que não é normal pra ela, então ela fica mais irritada e insegura ainda.

O que ele acha de você: Dependendo do par que você escolher, ele vai achá-la muito irritante e vai aceitar como um desafio próprio tentar conseguir tirar ela do sério, mas com tudo que vai acontecer, mesmo a irritanto sempre eles vão ficar mais próximos. Então ele vai se interessar por ela, mas como ela vai se manter afastada e indiferente, ele vai fazer de tudo pra descobrir o porque dela ser assim, e quando finalmente descobrir, vai descobrir também que ama muito ela e que pracisa quebrar aquela parede fria de gelo que envolve seu coração, mas isso não vai ser muito fácil. Vai achar ela muito bonita e fofinha, mesmo bringando ou se irritando com ela, mesmo antes de se tornarem mais amigos.

uaa ._.

espero que goste

eu gostei muito de faze a Alice-chan o/

então acho que não tem muito problema se vc não a escolher

valeu a pena só fazer ela o-o

acho que ela saiu meio dark e mórbida demais

culpa Kanon wakeshima e suas musicas :D

me inspirei nela n-n e em mim também (nem tanto -')

bom, não deixe de continuar,

gostei muito da história

bjs bjs ;*