Normal: narração e fala

Itálico: pensamento

OBS: A ideia para esta fic não me pertence, viu? É uma paródia de um episódio de padrinhos mágicos.

Kushina por um dia

Capítulo 1.

Era um dia como muitos em Konoha. Ás 7 horas da manhã, na casa da família Namikase-Uzumaki, a ruiva Naruko Uzumaki estava em seu quarto preparando suas coisas para uma missão que teria com os outros membros da ANBU.

Bom, era o que estava fazendo até seu irmão-caçula, Naruto Uzumaki, entrar em seu quarto e bater a porta com força, demonstrando claramente que estava zangado.

Naruko: *suspirando* Deixe-me adivinhar: brigou com a mamãe de novo.

Naruto: *sentando na cama, emburrado* Foi.

Naruko: Mas mesmo quando vocês brigam, você não costuma descontar sua raiva nas portas! O que houve desta vez?

Naruto: Tudo! Ela disse bem assim. *apertando o nariz* "Meu dia já é bem duro sem você tentando me acertar kunais nos treinamentos". *indignado* O dia dela é duro? E o meu, então? Tenho que lidar com colegas de classe rindo de mim e gente me olhando feio todos os dias só por ser um jinchuuriki!

Naruko: De fato, sua vida não é um conto de fadas. Mas a mamãe também não tem uma vida fácil. Vida de mãe é complicada, Naruto!

Naruto: *cruzando os braços e girando os olhos* Até parece. É muito mais fácil ser mãe do que ser o palhaço da academia.

Naruko: *abrindo um sorriso maquiavélico* Você jura? E se quisesse mostrar isso?

Naruto: *surpreso* Huh? Como assim?

Naruko: Só um minuto.

Naruko fez alguns sinais de mão e invocou um pequeno pássaro.

Naruko: Zic, avise aos meus companheiros de equipe que eles terão que ir sem mim. No momento, tenho outra missão em minhas mãos.

O pássaro concordou com a cabeça, antes de sair voando pela janela.

Naruto: *confuso* Ué, essa eu não entendi! Vai deixar de ir à uma missão da ANBU? Mas você nunca faz isso!

Naruko: Verdade. Mas como falei ao Zic, tenho outra missão no momento: mostrar a você o quanto a vida da mamãe é difícil.

Naruto: E como fará isso?

Naruko: Você verá.

Enquanto isso, na cozinha, Kushina estava sentada na mesa, pensativa.

Kushina: Será que estou educando o Naruto da forma errada? Melhor eu consultar aquele livro que o Minato ganhou de aniversário.

Com esse pensamento, Kushina foi até seu quarto e pegou o tal livro que Minato havia ganho, que estava em cima da cama e, coincidentemente, havia sido escrito pela melhor amiga da ruiva: Mikoto Uchiha.

Kushina: "Como educar o seu filho para ele não acabar como o meu"? *gota* Falando assim, parece até que o Itachi é um rebelde sem calça! *dando de ombros* Desde que o livro me ajude, ele pode ser escrito por Orochimaru que eu nem me importo. *abrindo o livro* "Para entender o seu filho, visualize o ponto de vista dele". *respirando fundo* Eu sou Naruto, eu sou Naruto, eu sou Naruto...

Naruko: JUTSU DE TROCA CORPORAL!

Naruto e Kushina, em lugares diferentes, mas ao mesmo tempo, foram cobertos por auras azuis, que os levitou por alguns segundos. E quando Naruto finalmente desceu ao chão, teve um choque muito grande ao se olhar no espelho.

Kushina também ficou chocada, mas o choque dela não foi tão grande quanto o do filho. Tudo que ela disse foi...

Kushina: Eu não sabia que eu era tão boa de visualização!

Quanto ao Naruto, ele soltou um grito que foi ouvido pela aldeia toda. Diante dele, no espelho, estava o reflexo de Kushina!

Naruto: NARUKO, O QUE VOCÊ FEZ?

Naruko: Se acalma, foi só um jutsu! Vocês dois voltarão ao normal, não se preocupem.

Naruto: *confuso* Disse "vocês dois"?

Naruko: Sim, você e a mamãe. Eu fiz um jutsu e troquei vocês de corpo!

Naruto: *em pânico* A MAMÃE ESTÁ NO MEU CORPO? POR QUE DIABOS VOCÊ FEZ ISSO?

Naruko: Queria provar que ser mãe é fácil, não é? Por isso vamos fazer uma aposta. Se você conseguir provar o que diz, faço tudo que você quiser por uma semana. Sem reclamar.

Naruto: E se eu perder?

Naruko: Aí você fica sem usar jutsus por uma semana.

Naruto: COMO É? EU NÃO VOU APOSTAR ISSO, DATTEBAYOH!

Naruko: *sorriso maroto* Ah, então você está com medo?

Pro espanto de Naruto, Naruko começou a imitar uma galinha, chamando-o, indiretamente, de covarde.

Naruto: *ficando irritado* AH, NÃO! IMITAÇÃO DE GALINHA, NÃO! ESTÁ BEM, EU ACEITO!

Naruko: Ótimo.

Com isso, os dois apertaram as mãos.

Naruto: Só pra começar, eu vou fazer uma coisa que é bem a cara da mamãe. Eu vou gritar comigo! NARUTO!

Segundos depois de "Kushina" gritar, "Naruto" apareceu no quarto de Naruko, um pouco "surpreso".

Naruto: Bom dia, Naruto. Melhor se apressar, senão vai chegar atrasado à academia.

Kushina: Ahn... está bem... mãe. *pegando o livro de Mikoto* "A seguir, visualize o dia do seu filho". Então tenho que ir à academia!

Kushina saiu do quarto, sem notar o olhar surpreso dos irmãos Uzumaki.

Naruto: A mamãe não notou que ela e eu trocamos de corpo?

Naruko: Aquele livro que estava com ela deve ter algo a ver com isso. Bom, hora do trabalho, Naruto!

Naruto: Trabalho?

Naruko: *sacando uma agenda* Sim, a mamãe tem uma lista de tarefas, sabia? *abrindo a agenda* E aqui está a primeira: arrumar o quarto do Naruto.

Naruto: Arrumar o meu quarto? Ah, isso é moleza! É só realizar um jutsu e...

Naruko: Opa, pode parar! Você é a mamãe agora. E ela não usa jutsus para as tarefas domésticas, sabia?

Naruto: *girando os olhos* Já entendi, dattebayoh! Mas tudo bem: eu arrumo meu quarto sozinho. Não posso ser tão bagunceiro assim, posso?

Entretanto, ao ir até seu quarto e ver o estado dele, logo viu que não era bem assim.

Naruto: *incrédulo* Credo! Eu não imaginava que era tão bagunceiro assim! Será uma longa manhã, sem dúvida.

Naruko: Exato. *pegando pipoca e uma cadeira* E eu vou assistir tudo de camarote.

Naruto: *resmungando* Muito engraçado. Você vai ver só quando eu vencer esta aposta.