Uma fanfic Naruto

Classificação etária geral M

Não contém spoilers/ Universo Road to ninja/ Em 10 shots (ordem cronológica no final do capítulo)

Personagens: Sasuke & Sakura

Gênero: Romance

Disclaimer: O Naruto não é meu

Autora: Ohwhatsherface

Tradutora: K. Hime

Do original de mesmo título

Translator Note: Dear Pauline, thank u!

Sinopse: Em outro mundo, Sasuke dá o primeiro passo. Isso, é claro, quando Sakura quer tirar sarro da cara dele. SasuSaku/ Tradução/ Sem Massacre / Universo Road to Ninja


You make my heart beat faster

Você faz meu coração bater mais rápido

Por Ohwhatsherface

Tradu/adaptação por k hime

Revisão geral por erika


I: flerte


Mais frequentemente que imagina, Sakura flerta com Sasuke – somente pelo divertimento da coisa.

Ela sabe por que ele flerta com consigo. Ele é um idiota de dezesseis anos que persegue qualquer coisa com seios. A chama para sair desde seus dias na academia. Naquela época, ela apenas lhe fitaria fria e, sem rodeios, iria embora. Quando eram genin e estavam na Equipe 7, diria não a seus convites, mas o convidaria para treinar consigo. Quando voltasse de seu treinamento com Tsunade e fosse promovida e, muitas vezes designada como a jounin encarregada por ele e Naruto, ele iria praticar qualquer cantada barata que aprendera enquanto ela estava ocupada aprendendo técnicas médicas. Sakura flerta com Sasuke, porque gosta de vê-lo se contorcer. Das vezes que poupa-lhe um segundo olhar quando não está treinando ou em uma missão, são poucas e distantes, mas quando acontecem, são positivamente hilariantes. Não acontecem tão frequentemente agora que ele e Naruto foram promovidos e ela foi transferida para outra equipe, mas quando acontece de ter a chance de ver um ao outro, por qualquer razão, Sakura se digna a enviar-lhe uma piscadela sutil, Sasuke se tensiona, sua face toma um tom doentio de vermelho e perde qualquer compostura que poderia pensar em manter.

Aos dezessete anos, ele se tornara um jogo para ela.

Ela faz, sempre que o pega olhando, o que, por incrível que pareça, acontece muito. No meio de um treino, no meio de ouvir Naruto falar sobre o mais recente sabor de ramen que provou, ou, o favorito de Sakura, no meio do jantar na casa dos Uchiha.

O que particularmente não acontece com muita freqüência, infelizmente - apenas quando sua equipe se reúne na casa de Itachi para traçar estratégias, por convite dele próprio. E mais frequentemente do que imagina, Shikamaru reclama sobre levar Hinata em um encontro antes que ela "se perca", ao que Shisui apenas ri e diz que também precisa ir para casa. Nesse ponto, Sakura iria rolar os olhos para os dois membros de equipe que "esqueceram" de ajudar a guardar todos os mapas e documentos e anotações da missão, deixando o trabalho todo para ela e Itachi. Após guardar os papés, Mikoto iria adentrar na sala e convidar Sakura para jantar porque aparentemente ela estava "apenas pele e osso."

E era aí que a diversão iria começar.

Sakura não se importava em ficar para o jantar. Ela adora a comida de Mikoto. No entanto, adora ver Sasuke engolir em seco e se contorcer e gaguejar ainda mais.

Há algo sobre o Sasuke com quem janta com a família no complexo Uchiha e o Sasuke com quem bebe cerveja no apartamento sujo de Naruto. O primeiro é muito mais tranqüilo e respeitoso e pensa com a cabeça que está nos ombros. Naturalmente, aparentemente esse Sasuke tenta adota um tom mais suave perto de seus pais - e Sakura tenta fazer de tudo para quebrar essa máscara.

"Quando vocês partem?" Fugaku pergunta.

Sakura olha para cima para vê-lo fitar Itachi, que está sentado à sua direita, e fica grata por não ser ela a ter que responder ao líder do clã Uchiha. Todas as vezes que se associa a eles, alguma coisa sobre Fugaku lhe intimida mais do que jamais iria admitir.

"Ao nascer do sol."

Mikoto sorri. "Quer que prepare um pouco de comida?"

Ela percebe Itachi sacudir a cabeça pelo canto do olho. "Não será necessário."

"Oh, mas-"

Sakura abafa a conversa entre Itachi e seus pais para olhar para Sasuke.

Sasuke, Sasuke, Sasuke.

Não o viu em quase um mês, estivera em Suna por toda semana passada e ele tinha acabado de retornar de uma missão com Naruto e Yamanaka Ino. Conhecendo a admiração deste loiro (um eufemismo) para Naruto, Sasuke estava, provavelmente, mais exasperado que o habitual. Não havia nada mais frustrante para um romântico como Sasuke (que Sakura sabia que ele era) do que assistir Naruto ser tão pateticamente inconsciente dos sentimentos de Ino por si. Quando o rapaz tropeçou em sua própria casa somente para ver Sakura sentada na cadeira em frente a sua própria, ele simplesmente virou uma sombra rosada e proferiu apenas um Olá tranquilo.

Naturalmente, este era o momento perfeito para implicar com ele.

"-Como foi sua missão, Sasuke?"

Sasuke olha cima, em vista à pergunta de Itachi e Sakura não pode evitar a si mesma de sorrir-lhe . Ela sabe que ele pode ver seu pequeno sorriso maligno e que é provavelmente uma coisa familiar para si, mas isso só a faz sorrir mais.

"Foi boa."

Fugaku se volta para Sasuke. "Um sucesso, imagino?"

E essa era sua deixa.

Quando Sasuke abre a boca para responder a seu pai, Sakura envia-lhe uma piscadela sutil e um beijinho rápido, e, como de costume, é o suficiente para fazê-lo contorcer-se um pouco antes de proferir qualquer tipo de resposta. Ele tosse antes de repetir as palavras e olha rapidamente de volta para o próprio prato, lentamente ficando cada vez mais vermelho.

É preciso todo seu auto-controle para não cair na gargalhada.

Mas sua alegria tem uma curta duração.

Ela olha de volta para Sasuke para vê-lo lhe enviar uma carranca, uma expressão muito diferente dos sorrisos flertivos-arrogantes habituais que costuma manter em sua presença. A única vez que realmente olhou para ela sem qualquer adoração foi aquela em que ela quebrou-lhe o nariz - mas, em sua defesa, essa situação era inteiramente culpa dele, porque ele que decidiu que seria "charmoso" brincar com seu cabelo rosado, quando na verdade todo mundo sabia que ela odiava isso – aquele idiota.

Ela apenas arqueia uma sobrancelha para ele.

"Então," Sasuke começa, fitando-a. O olhar feio foi substituído pelo costumeiro sorriso de menino. "Ouvi dizer que curou o irmão do Kazekage de um veneno mortal."

O rosto de Sakura franze, imaginando o que ele está planejando.

"Sempre a prodígio médica, não é, Sakura-chan?"

Ela tenta concordar humildemente, mas não o chega, porque rapidamente sente algo esfregando contra sua panturrilha.

De Jeito Nenhum.

"Como fez isso?" Sasuke pergunta, com uma exressão oh-tão inocente. Ela conhecia aquela expressão. Usava-a em missões das quais voltava para a pousada no meio da noite com a camisa amarrotada e marcas de batom no pescoço. Era sua cara típica de "eu-acabei-de-fazer-barra-irei-fazer-algo-incrível-mas-que-você-nunca-vai-saber"

Aquele. Desgraçado.

"Oh Bem." Sakura limpa a garganta, tentando encontrar sua compostura quando o pé de Sasuke se move mais e mais ao longo de sua perna. Parte dela quer dar um soco nele desde que ele de todas as pessoas sabe o quanto ela odeia ser tocada de forma aleatória (existe um lembrete permanente no lado esquerdo do nariz dele). "Eu, hum, bem, fui capaz de extrair o veneno de seus órgãos. Ahem. Aparentemente, não são muitos médicos que conseguem fazer isso."

Mikoto se alegra. "Você é muito talentosa, Sakura-chan."

"Obrigad-" O pé de Sasuke corre ao longo de suas coxas e ela engasga "-Seu!"

Envergonhada, Sakura limpa a garganta e continua a comer, sua figura rígida. Quando finalmente levanta a cabeça, olha para Sasuke venenosamente, já tramando sua vingança.

Isso não acabou, Sasuke.

Ele parece o Sasuke de sempre quando sorri de volta, confiante, quase encantador, e definitivamente determinado.

Está só começando, Sakura-chan.


Ok, povo!

Outra antologia do baú!

A Pauline deixou tia Hime traduzir isso aqui faz tanto tempo (e só agora está online!) shame on me

Bem, teremos 10 shots e são meio que continuativos. Mas não estão em sua ordem cronológica.

Irei respeitar a ordem que a autora postou só por uma questãoo de praticidade. Todo modo, aqui vai a listagem:

CAPÍTULOS EM ORDEM CRONOLÓGICA

Encontro, viii. cabelos, v. adeus, iii. ilusão, iv. mãe, i. flerte, vi. intimidade, vii. elite, x. casamento

To trazendo pra gente semanalmente, junto com as outras fics-drabble.

Todas essas fics que estou trazendo já estão traduzidas e betadas (só não tinham sido postadas antes, pq, enfim nem lembro!)

..

Bem, espero que curtam.

Comentem aí seus feelings sobre a fic ;D

Bjitos

Nos vemos!