Oh minha nossa! quanto tempo! vocês são maravilhosos sabiam?! Depois de todo esse tempo trago algo maravilhoso... um capitulo novo! então não tenho desculpas que justifiquem esse meu atraso, não foi bloqueio de ideias mas sim um bloqueio de arquivo. Não consigo lembrar a senha do word quando protegi a história... kkkk eu sei, muita má sorte! Mas ai refiz esse capitulo. tomou um rumo totalmente inesperado e vocês vão entender logo, logo... ainda não revisei... apenas metade dele, por que minha irma ta aqui precisando do note, a net ta horrivel e eu to fazendo uma nota as pressas... nada ta ajudando hoje... Mas vou revisar e corrigir em breve algum erro... então me aviseem se algo não fizer sentido... acabei de fazer ele e apesar de fugir um pouco do que eu tinha em mente para o desenrolar da historia eu gostei do resultado, espero que gostem... então aproveitem!


07 - Surpresas

O dia seguinte passou voando. Logo a pequena família se via nos aposentos privados para o merecido descanso. Enquanto o moreno só pensava em dormir até não poder mais, já que no dia seguinte era sábado, o Sonserino estava inquieto, faltava poucas horas para ter o homem dos seus sonhos em um passeio por Hogsmead e para isso era preciso apenas dormir. E era isso que ele estava tentando fazer naquele momento. Já havia colocado a pequena Lilian na cama, contado duas histórias e sorriu com o pensamento de que sua pequena estava bem agitada essa noite. A semana havia sido cheia de surpresas com o surgimento dela, estava exultante com a possibilidade de ter uma vida com o seu escolhido, sabendo da existência de Lilian lhe dava ainda mais esperanças de que em algum momento irá ter a vida que tanto sonha para si.

– Droga! Não consigo dormir e esse sofá não ajuda! Regra estupida essa! Ah quer saber?! Amanhã é sábado, o dia vai ser longo... melhor desfrutar a noite em uma cama quentinha e de preferência grudado no Harry!

Ainda entre resmungos o loiro levantou e foi em direção ao quarto, fazendo o possível para não fazer barulho e acordar o moreno já que fazia um bom tempo que haviam decidido irem dormir, mas ao entrar percebeu que Harry ainda estava acordado.

– Eu sabia que você iria aparecer! Dava pra escutar os suspiros daqui! – o moreno acabou implicando e dando um sorriso para surpresa do loiro que estava deixando tudo transparecer no seu rosto. – Anda deita logo, sabe essa tua cara de surpresa fica cada vez melhor! Cuida logo! antes que eu me arrependa!

E sem esperar um terceiro chamado o loiro deitou no outro lado da cama, bem devagar, estava muito surpreso para falar alguma coisa e com medo que o moreno mudasse de ideia ou até pior... que demonstrasse que estava apenas brincando com ele e o mandasse de volta para o sofá.

O moreno tinha que admitir que estava se divertindo com as caras e bocas que o Sonserino estava fazendo, não era todo dia que se via o Príncipe da Sonserina demonstrar tanto o que estava sentindo. Como será que ele ficaria se eu o abraçasse agora, ou melhor... lhe beijas... O meu Merlin! O que estou pensando?!

Harry ficou muito surpreso com o rumo dos seus pensamentos porém, não demonstrou, apenas desejou um boa noite baixinho e se virou para só então pensar direito no que havia acabado de passar pelos seus pensamentos sobre aquele que estava a apenas um braço de distância. Tão perto... será se é arriscado? Ele é tão diferente do que eu pensava, do que me mostrava nos corredores... se bem que esse ano ele está bem diferente, pensei que havia sido a guerra o motivo de tamanha mudança... Será se é por mim?! O minha nossa! Eu preciso dormir! Não posso estar cogitando em dar uma chance ao Malfoy!

O loiro estava muito concentrado nos próprios pensamentos que não percebia a grande batalha que o seu moreno estava enfrentando pois mesmo ele estando de costas para si poderia perceber facilmente que o outro estava bem tenso. Para ele ainda estava difícil de acreditar que Harry havia deixado ele deitar na cama, ao seu lado, Achei que ele iria levantar e me deixar dormindo sozinho novamente... Uma surpresa que continue ainda tão próximo... Ah Harry! Que vontade de te abraçar agora! O céus! É hoje que não durmo direito! Tenho que dormir... ou se não, vou estar um trapo amanhã... tenho que ficar irresistível amanhã, tenho que conquista-lo, saber o gosto do seu beijo, seu corpo... Nesse momento o loiro virou de costas para Harry não conseguiria se acalmar se continuasse a ficar encarando aquelas costas, sem falar na pequena ereção que já estava se formando com aqueles pequenos pensamentos. Tenho que me acalmar! Tudo tem seu tempo... Vamos Draco! Ele vai perceber... Se continuar assim a magia veela vai gritar por ele! Não quero que ele me ame pelo meu lado veela... quero mostrar o que eu sou de verdade. Que posso ser a sua felicidade!

E perdidos em pensamentos os dois adormeceram e se perderam em sonhos que quando acordassem fariam o moreno estar cada vez mais confuso ao que estava começando a sentir por aquele Sonserino metido enquanto o loiro ficaria ainda mais desejoso para que este se realizasse.

Na manhã seguinte Harry foi o primeiro a acordar, pra ele era muito cedo ainda e parecia que havia dormido a apenas alguns minutos, tinha que tentar dormir mais um pouco, hoje é sábado! Que Droga! Dia de acordar tarde!, e ele já estava quase caindo na inconsciência quando percebeu algo. Havia um peso muito gostoso, quente e extremamente reconfortante em metade do seu corpo, uma respiração quente no seu pescoço, braços ao redor de sua cintura, um par de pernas emboladas nas suas e para sua maior surpresa, os seus braços estavam abraçando aquele ser como se sua vida dependesse daquela posição. Estava em um misto de surpresa e deleite e percebeu que não queria que o outro acordasse agora, que gostaria de ficar naquela posição por um pouco mais de tempo. Era algo sublime, o calor que emanava daquele corpo parecia tudo o que ele precisava para sobreviver. Nem quando dormiu algumas noites com o Nic sentiu aquela tranquilidade ao acordar, estava tão absorto nas próprias reflexões sobre aquele momento em particular que demorou um pouco para perceber que o outro já estava acordando, desobedecendo por completo aquele seu pequeno desejo. Apenas voltou a prestar atenção ao seu redor quando sentiu o corpo sobre si ficar tenso.

– Calma, eu não vou dar um piti... vou ter que me acostumar a acordar assim com você em algum momento não é?! – e enquanto dizia isso, o moreno deixava suas mãos passearem naquelas belíssimas costas, Que pele deliciosa! E sem perceber o moreno apertou um pouco mais o corpo contra si. Fazendo o loiro soltar um suspiro de deleite no seu pescoço. Tenho que fazer isso mais vezes! Draco parece gostar!

Oh céus! Isso está indo mais rápido do que eu esperava! Será se é um sonho?! Ah mas se for não quero acordar agora! Preciso de um pouco mais disso... Será que se eu beijar o seu pescoço eu vou acordar de verdade? Ah que se dane! Preciso saber o gosto dessa pele maravilhosa, pelo menos em sonho! E com os pensamentos a mil o loiro não pensou duas vezes, distribuiu pequenos beijos pela extensão do pescoço de seu moreno. Se deleitando ainda mais com os suspiros de prazer que o outro demonstrava. E com tamanha aceitação por parte do Grifinório, já que este estava lhe apertando ainda mais contra si, o loiro decidiu ousar ainda mais... começou a passar suas mão também pelo corpo de Harry decidido a explorar aquele corpo enquanto podia. E para alegria de Draco o moreno mais uma vez lhe surpreendeu... impulsionou seu corpo contra o do loiro fazendo este deitar de costas na cama e ficando sobre o seu corpo. E sem esperar o Sonserino se recuperar da mudança de posição ou protestar em relação aos beijos que distribuía no pescoço de Harry, este atacou a sua boca. E foi o melhor beijo que poderia receber em toda sua vida. Acabou gemendo de tanto prazer que sentiu apenas com o encostar de lábios. O moreno não perdeu tempo em logo aprofundar aquele maravilhoso beijo. E ao mesmo tempo deixava suas mãos vaguear por aquele corpo que estava lhe deixando extremamente excitado e para deleite do Sonserino fazia questão de mostrar a ele tamanho desejo de possuir aquele corpo pra si. O Sonserino já não conseguia mais pensar, o sonho estava muito bom para acordar agora...

Mas ele decidiu que iria aproveitar enquanto podia aquela boca deliciosa, Aposto que quando acordar estarei tão duro quanto estou agora! Não posso acordar agora! Merlin, me ajude!

O Sonserino então decidiu reagir, afastou um pouco o moreno lhe passando a mensagem que era pra sair, mas não deixou nem o outro falar nada. Passou logo uma perna de cada lado do corpo do moreno e foi sentando logo bem em cima daquele membro que estava muito duro. E enquanto se abaixava para beijar o pescoço e peito do moreno deu uma rebolada bem lenta fazendo o moreno arquear o corpo, soltar um gemido rouco e apertando-o ainda mais contra si, fazendo aquele gostoso aperto perdurar por mais alguns segundos.

–Ahhh! Draaaco! Isso, rebola mais vai...

E o loiro não reclamou, rebolou ainda mais gostoso no seu moreno, apenas sentindo aquele incomodo por ainda estarem de cuecas. Droga! A essa altura já era para estarmos nus! Que sonho mais idiota... tenho que aproveitar todo o meu moreno, pelo menos em sonho!

A essa altura o Sonserino já havia imposto um ritmo bastante impiedoso no seu moreno levando o mesmo a gemer loucamente o apertando ainda mais contra si, ele conseguia sentir o membro pulsar na sua bunda, uma vibração totalmente deliciosa para ambos. Estava tão entretido naquela dança sensual e na distribuição de beijos, que se não fosse por ser um sonho deixaria uma marcas muito bonitas na opinião do príncipe Sonserino, que quase não percebeu que o seu moreno estava chegando ao clímax.

E foi com o loiro rebolando no seu membro por cima da cueca e distribuindo verdadeiro chupões que chegou ao seu melhor orgasmo. Gemeu loucamente apertando aquele corpo contra si e no meu de todo o prazer conseguiu morder o loiro no pescoço enquanto uma mão estava cintura e a outra embolada nos cabelos do loiro.

Precisou de apenas mais alguns minutos para o moreno perceber que havia negligenciado a ereção do loiro que estava a poucos minutos lhe presenteando com o melhor bom dia que poderia ter desejado.

– Oh, minha nossa! Acho que agora é minha vez de cuidar de você minha cobrinha manhosa!

E sem esperar por uma replica por parte de Malfoy, o moreno tirou forças de onde não tinha e o tirou daquela posição, ainda conseguia sentir a ereção do loiro pulsando na sua barriga. O deixou deitado sobre a cama e decidiu ser ainda mais ousado que o loiro, com um movimento muito rápido retirou a única peça que o outro mantinha. Fazendo com que o membro do outro saltasse perante seus olhos, o primeiro pensamento do Grifinório era apenas lhe dar prazer com a sua mão, mas ao ver aquele membro rosado pulsando e babando por ele não poode deixar de soltar um sorriso de lado e cair de boca naquele pedaço de carne que clamava por atenção.

– Aaahhhhh! Har... Harry! Oh céus!

O Sonserino estava em puro êxtase. O seu sonho ficava cada vez melhor... O seu moreno estava agora lhe dando o melhor e primeiro sexo oral da sua vida. O moreno alternava entre pequenas lambidas e sua mão e para desespero do loiro suspendeu uma das pernas deste e a colocou no seu ombro e enquanto o chupava ainda mais gostoso começou a fazer pequenos carinhos na entrada do loiro. Ele não estava com intenção de concretizar ainda, gostaria apenas que o outro tivesse um orgasmo tão bom quanto o que tivera há alguns minutos.

E sem demora veio. O loiro apertou a mão nos cabelos rebeldes de Harry, que nem havia percebido quando estas tinham ido pra lá, tentando inutilmente avisar ao seu moreno que estava perto, que ele poderia sair.

Mas o moreno não tinha intenção de abandonar aquele, que havia se transformado no seu doce preferido, queria ir até o fim, provar aquele sabor que estava lhe deixando maluco e quando percebeu já estava ficando duro novamente. Oh céus! Muito Rapido! E enquanto chupava aquele pedaço de carne, passando os dentes cuidadosamente causando um estremecimento no outro, começou a se masturbar. E estava impondo uma velocidade absurda no próprio membro já que o outro estava bem perto do limite.

E então com um gemido que pareceu vibrar naquele membro que estava em sua boca os dois se desmancharam em puro prazer. O loiro mantinha as duas mãos forçando a boca de Harry ir cada vez mais pra baixo, se perdendo no prazer daquele gemido que vibrou por todo o seu corpo e ambos se perderam nas sensações do orgasmo maravilhoso que sentiram.

– Oh céus... isso... isso foi maravilhoso!

O loiro conseguiu externar algo enquanto o outro deitava ao seu lado com um sorriso satisfeito no rosto. Para logo beijar aquela boca deliciosa de forma lenta. Depois de um tempo o moreno decidiu se manifestar:

– Acho melhor tomarmos um banho... Temos um passeio para fazer!

E foi então que o loiro virou para o Grrifinório e percebeu que não estava sonhando e definitivamente aquele era o dia mais perfeito de todos.


Entãaaaao? Gostaram? Espero saber se fui rapida de mais! qualquer erro avisem... para que eu possa corrigir logo! espero vocês nos comentários! Beijos... Responderei os comentarios em breve... tive que rotear o note no meu celular pra conseguir postar... Mas logo, logo estarei respondendo... espero mais comentarios!