Você está Sentindo?

I know in my heart

(Eu sei em meu coração)

I know in my mind

(Eu sei em minha mente)

We were meant to be

(Fomos feitos um pro outro)

Are you feelin' me yo?

(Você está me sentindo?)

I'm the girl in your life

(Eu sou a garota na sua vida)

I'm the one you call wife

(Sou aquela que você chama de esposa)

And I need to know

(E preciso saber)

Are you feelin' me yo?

(Você está me sentindo?)

- Eu acho que você devia ir a um hospital. – Disse Trish preocupada, enquanto se afastavam da casa do pai de Han abraçados. – Suas mãos estão muito machucadas.

- Eu acho que se você fizer um curativo já é o suficiente. Já tive queimaduras antes. – Ele respondeu com um pequeno sorriso, com o rosto a poucos centímetros do dela.

Você é tão teimoso. – Ela também sorriu. – Você tem onde ficar? Pelo que me lembro, o apartamento do seu irmão estava um caos.

- Não. – Han falou quando chegaram ao carro. – Mas posso ficar num hotel. – Ela abriu a porta do carro para ele, já que ele estava com as mãos machucadas.

- Esquece isso. Você vai ficar na minha casa. – Ela também entrou no carro.

- E o que seu pai vai dizer disso? – Ele perguntou sério e Trish riu.

- Agora você está com medo do meu pai? – Durante a investigação deles, Han nem sequer prestara atenção ao pai dela.

- Não. Só acho que ele pode pensar que estou me aproveitando de você. – O chinês falou mais tranquilo, sorrindo.

- Relaxa, Han. Você vai pra minha casa e eu vou cuidar de você. Meu pai está no hospital e ele não manda em mim. – Trish piscou o olho para ele e lhe deu um beijo no rosto. – Além do mais, você salvou nossas vidas, o mínimo que posso fazer é lhe hospedar e cuidar de você.

- Obrigado. – Ele disse logo antes de ela partir com o carro.

Is there anyone else

(Há mais alguém)

That can do it the best?

(Que possa fazer isso melhor?)

Give you things you need

(Te dar as coisas que você precisa)

Well it must be me

(Bem, tem que ser eu)

I got very good dreams

(Eu tenho muitos sonhos bons)

I got fantasies

(Eu tenho fantasias)

But I need to know

(Mas preciso saber)

Are you feelin' me yo?

(Você está me sentindo?)

- Acho que nem preciso dizer pra você se sentir em casa, né? – Perguntou a jovem enquanto entravam na casa. – Da última vez você nem bateu na porta e já foi entrando mesmo. – Os dois sorriram à menção de um de seus primeiros encontros. – Você deve estar super cansado. Vou pegar algumas roupas do meu irmão enquanto você toma um banho, ok? – Foi quando ela olhou para as mãos dele, que estavam enfaixadas de qualquer jeito. – Acho que vou ter que te ajudar a tomar banho. – Falou um pouco constrangida.

- Isso tudo é pra poder me ver pelado? – Ele perguntou se aproximando dela com um sorriso malicioso no rosto.

- Você é muito metido, já te disseram isso? – Trish perguntou cruzando os braços e fingindo estar séria.

- Algumas vezes. – Han a cutucou na barriga, fazendo sorrir novamente. Ele adorava a covinha que ficava na bochecha dela quando sorria. – Acho que consigo tomar banho sozinho. Só preciso tomar um pouco de cuidado com as palmas das mãos. Meus dedos não estão tão machucados.

- Isso é muito bom. – Ele estava bem próximo dela e ela estava encostada na bancada da cozinha, e não tinha como se afastar.

- Acho que só vou precisar de ajuda para tirar a camisa. – Han falou, e os poucos centímetros que os separava, pareceu diminuir.

- Tem certeza disso? Você parecia tão confiante agora a pouco... – Trish disse para implicar com ele.

- Tenho certeza de que preciso da sua ajuda, Trish. – Ele insistiu num sussurro e deu mais um passo a frente, tornando difícil para jovem até respirar, pois estavam com os corpos se tocando.

Boy, boy, are you feelin' me?

(Garoto, garoto, você está me sentindo?)

Cause I'm feelin' you

(Porque eu estou sentindo você)

There's somethin' in my heart

(Há algo em meu coração)

Tell me you're the one

(Me dizendo que é você)

Are you feelin' me?

(Você está me sentindo?)

Sem falar mais nada a jovem ajudou-o a se livrar do casaco rasgado e em seguida começou a levantar a camisa dele. Han a encarava durante todo o processo.

Ao tirar a camisa dele, ela pôde observar seu corpo definido. Dava pra notar como seus treinamentos e lutas haviam beneficiado ele. Trish podia sentir seu coração acelerando e sua respiração ficar ofegante.

- Pronto. – A morena disse ao terminar o serviço. Han deu mais um passo, e com isso deixou-a completamente imprensada entre ele e a bancada. Trish deixou a camisa dele cair no chão e tocou seu peito de leve, aparentemente com o intuito de afastá-lo, porém suas mãos simplesmente ficaram paradas. Han, que parecia esperar alguma reação dela, ao notar que a jovem não o afastava, simplesmente a segurou pela cintura delicadamente e a beijou.

Trish ofegou por um segundo, mas correspondeu ao beijo, que a princípio era delicado, mas aos poucos se tornou ávido. Ela o segurou pela nuca e puxou-o para perto de si, e logo ela sentou na bancada e prendeu-o com suas pernas. Han passava as mãos pelo corpo dela com cuidado, mesmo que as roupas o atrapalhassem nesse processo.

Os dois pareciam haver esquecido de tudo que ocorrera naquele dia e só se importavam com a presença um do outro.

- Han... – Trish gemeu perto do ouvido dele e pôde sentir os beijos dele se intensificando e descendo para seu pescoço. – Vamos para o quarto. – Isso pareceu despertá-lo brevemente.

- E o banho? – Trish riu.

- Vai ter que ficar pra depois. – Han riu também e voltou a beijá-la.

I'm crazy for you

(Eu sou louca por você)

I'm fallin' for you

(Estou me apaixonando por você)

I got feelins for you

(Eu tenho sentimentos por você)

Are you lovin' me yo?

(Você está me amando?)

Tell me if it's our time

(Me diga se é o nosso momento)

Do I blow your mind?

(Eu abalo sua mente?)

Cause I need to know

(Porque eu preciso saber)

Put my life on the line

(Coloquei minha vida em risco)

Eles estavam deitados na cama abraçados. Ela estava deitada com a cabeça no peito dele.

- Parece que você não está mais com medo do meu pai. – BrincouTrish.

- Bem, você disse que ele está no hospital. Acho que não corro um perigo imediato. – Han beijou a cabeça dela. – Você é a garota mais incrível que eu já conheci.

- Eu sei. – Ela se ergueu para lhe dar um beijo na boca. – Ainda tenho que fazer o curativo em suas mãos.

- Primeiro vou tomar banho. – Ele deu mais um beijo nela, levantou e seguiu em direção ao banheiro.

Quando abriu o chuveiro sentiu dois braços envolvendo seu peito.

- Acho que vou te ajudar, mesmo que não precise. – Ele sorriu malicioso.

- Eu sabia que era uma desculpa pra me ver pelado. – Trish ia protestar, mas ele a calou com um beijo.

Quando se separaram Han ficou encarando-a com um olhar apaixonado.

- O que foi? – Ela perguntou sorrindo abraçada a ele enquanto a água caia sobre seus corpos.

- Estava lembrando do nosso primeiro encontro.

- Quando você fingiu que era um cara chamado Akbar e roubou um táxi?

- Sim. E você não quis me dizer seu nome porque eu dirigia mal. – Trish caiu na gargalhada.

- Eu me lembro disso.

- Quando eu conseguir um emprego, vou te levar num encontro de verdade. – Han falou com convicção. – Já aprendi a dirigir.

- Mas eu gosto do nosso primeiro encontro e dos outros encontros também. – Ele pareceu um pouco surpreso. – Você já foi tomar sorvete comigo. Já me levou pra dançar. Já lutamos juntos. – Ela lembrou da forma como ele segurara seu corpo quando guiava-a na luta contra aquela chinesa. – Você até já escalou mina janela dizendo que estava com saudades. – Han riu e ela o beijou de novo. – Foi fofo.

- Eu sou fofo. – Ele concluiu ainda rindo e passando as mãos pelas costas dela.

- Eu sei. E também é um verdadeiro Romeu. Você pode me chamar pra sair, mas não vou esquecer nossos primeiros encontros.

- Talvez seja melhor assim. Sempre vou poder dizer que você se apaixonou por mim à primeira vista. – Eles riram.

- Você é mesmo muito metido, seu bobo. – Trish o beijou e em seguida passou a ajudá-lo a tomar banho. Depois do banho precisavam descansar. Aquele fora um dia cheio de emoções. Poderiam pensar nos futuros encontros no dia seguinte.

I'm gonna give you my heart

(Vou te dar o meu coração)

All the love that I owe

(Todo o amor que eu tenho)

But before I do that

(Mas antes de fazer isso)

Are you feelin' me yo?

(Você está me sentindo?)

Anything for you

(Qualquer coisa por você)

Cause I'm big on you

(Porque estou apaixonada por você)

But I need to know

(Mas preciso saber)

Are you lovin' me yo?

(Você está me amando?)

[Are you Feelin' me? – Aaliyah]