O CREPÚSCULO DE MARK WILSON E WILLOW ROSENBERG

Enquanto o Alquimista e a Bruxa caminhavam de mãos dadas, se entreolhando e sorrindo por todo o deserto do reino de Sixtennium, prestes a anoitecer, a um determinado momento, ambos pararam para descansar. Aquele se posicionara logo atrás desta, os dois de pé e o Artífice lhe acariciando, em primeiro lugar, os ombros.

- Eu sei exatamente quem você é! - disparara a Bruxa, suspirando com os toques suaves dele, que passaram a se estender dos ombros aos braços, todavia, sem ela olhar para trás a princípio.

- Pois diga, em alto e bom som, para o Universo inteiro saber disso!

- Mark Wilson, grande gênio da Química e da Engenharia que concluíra, com louvor, seu Doutorado antes de chegar aos 30! Pelo menos, os gigantes já o conhecem decor, a começar pelo Inspetor Kobick e sua repressora turma do SID. Por que decidira voltar ao Terceiro Milênio em vez de permanecer hibernando na Contracultura?

- Pretende obter a resposta sem calafrio nem medo? - o Engenheiro, a partir daí, andando em torno da jovem Wicca, que se ajoelhara apavorada, gritara, erguendo os braços para o alto e disparando um monte de rajadas energéticas: - Eu voltei a esse hodierno século só por causa de um certo Fator Irracionalizante chamado Willow Rosenberg que, a propósito, está be diante de mim!

- Trate de baixar a sua varonil voz porque não sofro de surdez! Desista, Mark, nunca decifrará nenhuma das minhas intrincadas naturezas!

- Escute, eu não me importo nem um pouco de embarcar num filioque profano! Embarquei na Spindrift, terminei caindo na Boca do Inferno Alienígena há quase cinquenta anos e ainda continuo vivo!

- Ah, agora entendo por que você dispensou a Marna! O que é fácil demais o aborrece, se encaixa no tipo do homem que prefere o conteúdo à forma!

- Raciocínio arguto, Bruxa de Sunnydale, eu prefiro mesmo uma douta e perspicaz Hipácia ao meu lado!

- E o que diria das impulsivas e intrépidas Heloísas?

- Matemática e Filosofia sempre caminharam juntas desde o início!

- Então, Forjador, bem-vindo ao meu mundo combalido e inexato! O Discurso do Método Willow não Descartes!

- Você se tornará a maior incógnita humana da minha outonal vida!

- Ungido de Hefesto, a essa altura, já ficou ciente de que a Tara e eu, nós... nós...seu rebelde incorrigível, você corre até o sério risco de ser preso pelas autoridades locais por insistir tanto na ideia de andar com gays, lésbicas, pessoas à margem da sociedade em geral e...

- Danem-se as farisaicas convenções! A Gaia Ciência é o que mais me interessa, embora eu precise desmontar você peça por peça! Sim, Willow, assim logo o farei, às favas os custosos esforços, apesar da sua orientação sexual! Lésbica enferrujada, Jerusalém sitiada! Lésbica libertada, Jerusalém glorificada!

- Por Hécate, mas não é que você acabou de fazer uma wilsoniana homenagem a todas as desviantes devotas judias? Abraçou fundo a nossa causa! Bem-vindo à Nova Era das Incertezas, Sessentista Isaac! Hã apenas um pequenino alerta, quando eu e a Tara estivermos namorando e depois... veja se, justo nessa hora derradeira, vai se deliciar com uma apostila repleta de cálculos e não nos Mark!