Nós 3

Tequila Baby

"Ela foi embora

eu já sei porquê

ela foi embora..."

Draco Malfoy estava sentado num canto do Salão Comunal da Sonserina, sozinho e mal humorado. Sempre se achara irresistível. Pensara que nenhuma mulher teria coragem de lhe rejeitar... mas por mais incrível que isso pudesse parecer, ele tinha sido. E pela pessoa mais improvável, Pansy Parkinson. Ele não entendia isso... Era lindo, rico.. o pai dele era um Comensal da Morte, como o dela... O que ele tinha de errado?

"...ela me trocou

mas não por outro cara

eu sei..."

Pansy passara exatamente seis anos de Hogwarts tentando namorá-lo e agora que tinha conseguido, resolveu desistir. Era verdade que as mulheres eram imprevisíveis, mas não a esse ponto. E, bem ele estava gostando da Pansy, mas nos últimos tempos ela andava cada vez mais estranha. Pelo que ele sabia, ela não estava interessada em outro cara.. não havia ninguém por quem ela tivesse se apaixonado. Além dele, não havia mais nenhum homem na vida dela.. E droga, teve de admitir que estava gostando dela....

"...você não quer me dizer

que não sente mais nada comigo..."

Logo após o jantar ela chegara e lhe dissera:

- Draco, temos que conversar..

Mas ele não queria conversa, queria beijos, abraços.. Pansy andava muito fria ultimamente.. nem parecia a mesma moça que ele começara a namorar no início do ano...

Ele começou a beijá-la, no pescoço, fazendo cócegas mas ela o repeliu.

- Pará Draco, eu não quero mais nada com você... Eu não sinto mais nada por você...

Draco Malfoy olhou para ela incrédulo.

- É sério Draco, eu não quero mais nada com você.. Você só está preocupado consigo mesmo... quero arranjar alguém que me ama... e vamos terminar de uma vez por todas com esse namoro, porque não estou mais agüentando mentir para todo mundo.

Crabbe e Goyle estavam chegando, e ao verem a cena, começaram a apontar com o dedo e rir sem parar.... Vou matar aquelas duas amebas, Draco.

- Tudo bem , Pansy.. Mas eu gosto de você, não entendo o que está acontecendo.

- Mas eu já estou com outra pessoa... seria enganar você se eu continuasse com essa farsa.

- Quem é esse cara que eu vou matar –lo agora mesmo....

"Você só pensa em viver com a sua amiga

e no final quando vai embora

Não sobra nada para mim."

- Não é um cara, é ela.. – respondeu Pansy apontando para Emilia Bulstrode

- O quê? Você me trocou por uma mulher, Pansy?? – gritou ele, no meio do Salão Comunal que estava cheio, e ao ouvir o grito desmanchou em gargalhadas. Crabbe e Goyle eram os que mais riam da situação.

- É verdade, Draco.. Eu e ela nos amamos e ponto final. – retrucou Pansy indo abraçar Emília. As duas passaram por ele, abraçadas, sorrindo desdenhosamente.... rumo ao dormitório feminino...

Draco Malfoy ficou olhando para todos no salão que se divertiam com a situação, e saiu cabisbaixo sob as gargalhas..

Jamais imaginara que pudesse ser trocado por uma mulher… ainda mais pela brutamontes da Emília Bulstrode.