Disclaimer: Inuyasha e Yu Yu Hakusho, ambos não me pertencem (mas, um dia pertencerão).

Capítulo 1: O convite e a Despedida

Mais uma vez, Kagome estava saltando do poço na Era Feudal, mas, dessa vez, ela estava triste, a Shikon no Tama não estava completa, porém se mostrava impossível continuar viajando até lá.

Logo que saiu em direção do vilarejo, foi surpreendida por um Hanyou um tanto mal-humorado.

Inu: Por que demorou tanto?

Kag *suspiro de desânimo* : Inuyasha: que tal irmos pro vilarejo que lá eu explico para todos.

Inuyasha estranhou o modo de falar de Kagome mas decidiu fazer o que ela pediu.

Já na cabana da vovó Kaede...

Kag: Gente, quero que saibam que eu adorei o tempo que nós passamos juntos, mas não poderei ajudá-los na busca dos fragmentos.

Todos: O QUÊ??????????????

Kag: Desculpa , mas eu não posso dar explicações agora e tenho que ir embora ainda hoje.

Shi: Você não gosta mais da gente?

Inu: Cala a boca, Shippou! Ela não vai embora porque eu não vou deixar!

Kag: Inuyasha, nem com a Tessaiga você vai conseguir me impedir!

Inu: Então, apenas diga o motivo da sua partida (Inuyasha não queria acreditar que a colegial não iria mais voltar).

Kag: Eu não posso dizer, por favor não torne mais difícil do que já é.

Sango e Miroku, que até agora apenas assistiam, decidiram tentar convencer a menina a ficar.

San: Mas, e como fica a nossa amizade?

Mir: E os fragmentos?

Kag: Desculpem, meus amigos, mas tenho certeza que, se o Inuyasha pedir, a Kikyou poderá ajudá-los. Eu tenho que ir agora. Cadê o Inu?

Kae: Acabou de sair. Parecia muito triste. Deve ser por sua causa.

Kag: Vovó Kaede, poderia entregar a ele um bilhete.

Kae: Claro, minha filha. Só espero que ele entenda que o motivo da sua partida deve ser muito sério para não falar nada.

Shi: Kagome, promete que volta?

Kag: Não posso garantir nada, mas garanto que, assim que der, eu venho. Agora eu vou deixar um bilhete pro Inu e já vou indo.

Entregou o bilhete e foi embora. Não muito longe dali, Inuyasha esta muito triste com a partida dela e preferiu ficar sozinho até que apareceu a vovó Kaede.

Kae: Inuyasha, antes de ir embora, Kagome deixou algo pra você. Deixarei aqui, pegue quando quiser.

E foi embora.

Inuyasha desceu da árvore e leu o bilhete:

Eu vou dizer adeus*

Eu sei que o meu coração, agora dói

O vento suave traz

Um olhar, que te encontra em qualquer lugar

Estamos frente à frente

Enquanto a noite cai

e vai aos poucos envolvendo nossas mão assim

Enquanto tudo se desfaz*

É tão estranho, a gente não combinar

Porque então...

A força pra viver, vem mostrar

Que foi bom, que valeu

Se não aconteceu...

Fizemos o que é certo

Eu não me importo mais

Não vou me machucar

Só quero que você me entenda

Somos diferentes

É só o tempo passar

Eu vou dizer adeus

Eu não me importo mais

Só quero que você me entenda

Somos diferentes

É só o tempo passar...

Inuyasha, por favor entenda que eu tenho que ir embora.
Não é por sua causa nem de nenhum de nossos amigos mas é de vital
importância que eu não volte por muito tempo.
Quando der, prometo visitá-lo.
Com amor, Kagome Higurashi.

Inuyasha não queria acreditar que aquilo estava acontecendo. A sua Kagome estava indo embora e dizendo que não iria voltar por muito tempo. Não aceitava isso. Correu na direção do posso mas já era tarde, ela havia ido embora e lacrado o poço. Ficou parado lá, processando a informação, e adormeceu.

*Sayonara Bye Bye (segundo encerramento de Yu Yu Hakusho em português)

E aí? Essa é a Segunda fic que eu escrevo e o primeiro romance. Gostaria muito que vocês me ajudassem enviando reviews.

Preview do próximo capítulo:

???: Voltarei daqui a dois meses para buscá-la. Terá suite presidencial com tudo pago e ingressos para todos os dias.

Kag: E se eu não for?

???: Aí, terei de fazer uma visitinha para a sua família.