((Adivinhem só, também não sou dona da continuação. Vou falar mais na nota do final.))

O LEGADO

Gente, essa história é uma continuação de Perdas e Danos. Espero que vocês gostem das coisas emocionantes que vão acontecer aqui! Apertem os cintos, que lá vamos nós!

Bruno e Eneida apresentam:

O Legado - parte 1

Ainda na ilha da Liberdade, um conflito entre dois homens será presenciado pelo homem mais rápido do mundo. Será que ele vai ter a velocidade necessária para conter algo que estava para acontecer há mais de nove meses?

Mercurio: Gambit!!!? O que você tá fazendo aqui? Por favor, jogue fora esta carta, isso não é hora pra...

Gambit: Fica calmo aí, papaléguas! Eu vim falar com seu papaizinho...

Enquanto Remy e Erik discutem, Scott está em seu limite como lider, Ororo ajuda muito, mas o fardo do professor ficou nas suas costas. Ele conversa com Jean enquanto a facção antimutante MEHSS (Movimento de Esterilização dos Homo Sapien Superior) se aglomera em volta do hospital em que Vampira está internada.

Scott: Eles descobriram, sempre descobrem, alguém contou sobre a nossa presença no hospital...

Narrador: Jean fala telepaticamente para Scoot...

Jean: Scoot, eu sinto uma sensação de derrota dentro de você. Por que está assim meu amor?

Scott: Jean, eu vi que não posso mais continuar comandando os X-men. Não tenho capacidade nem responsabilidade de liderar uma equipe tão grande e cheia de problemas internos.

Jean: Ah, Scott! Gambit e Joseph não são seu problema...

Narrador: Scott esbraveja com Jean já fora de seu estado normal.

Scott: Claro que são, é tudo meu problema! A morte do bebê de Vampira é meu problema, o retorno de Magneto é meu problema, a morte de Betsy é meu problema, Warren é meu problema, é tudo, TUDO!!!!!

De repente, surge do fundo do corredor, a pessoa mais inesperada de aparecer, mas a mais bem-vinda, desejada e querida.

Charles: Meu filho, você não é responsável pelas diferentes decisões das pessoas, tenho certeza de o que tem feito pelos X-men foi mais do que era capaz.

Os olhos de Scott se iluminam de felicidade, embora ninguém possa ver, já que estão escondidos pelos óculos de quartzo-rubi.

Scott: PROFESSOR! Xavier eu não acredito você voltou, voltou pra nós. Como? Você estava preso?

Charles: Eu estava me tratando, assegurando que Massacre não voltaria, como já tenho certeza de que ele realmente morreu, eu estou de volta. Venha me dar um abraço!

Scott Sumers corre e abraça seu "pai", enquanto Jean olha incomodada para o professor, lembrando da revelação que Massacre fez em sua 1º aparição. Disse que o professor a amava como mulher, o que fez Jean ver o Professor com outros olhos. FXM 31

Charles: E então Jean, quer me ajudar acalmar a MEHSS lá fora?

Jean: Ahnn... Claro professor, tanto faz.

Narrador: Com a velocidade de um pensamento, a dupla apaga a presença mutante da mente dos humanos da MEHSS que rapidamente se dispersam.

Ainda na ilha da liberdade, o mestre do magnetismo não se entende com o transformador de energia potencial em cinética.

Gambit: Então, mon ami? O que que você dizia mesmo?

Magneto: Olha, eu sei que você tem inveja de mim, porque eu posso fazer aquilo que você sempre quis com alguém que nós conhecemos bem...mas eu não estou nem um pouco afim de brigar com você por causa disso.

Gambit: Tome cuidado com o que fala se você tem amor a vida.

Mercúrio: Parem!!! Os dois, agora!

Magneto: As vezes, a impressão que eu tenho é de que você é um completo IDIOTA.

Mercúrio: PAI!!! Será que eu vou ter que calar a sua boca??!!

Gambit: Deixa ele falar, Pietro...

Magneto: Você faz esse show todo por nada! Como se pudesse ir pra casa com ela e viverem felizes para sempre! Você é burro? Por que ainda age como se fosse imune aos poderes dela? Será que não vê que não existe futuro pra vocês dois? Você nunca vai fazer o que eu fiz com ela!

Agora ele pegou pesado. Até Mercúrio ficou com indignação do pai, pra variar, né? Gambit nem pensa duas vezes e sai na porrada com Magneto. Magneto naquela cena ridícula tenta se livrar dos socos de Remy. Mas um o atinge!

Mercúrio: GAMBIT!!! Eu sabia que isso ia dar em confusão...

Magneto: Isso, me bate. desconta em mim a sua raivinha... Isso não vai mudar em nada! Gambit, eu estou falando isso para o bem dela. Pra que deixar a pobrezinha com sentimento de culpa quando ela se envolve com alguém que possa encostá-la?

Gambit: E esse alguém, por acaso do destino é você, né?

magneto: Não quer quer ela seja feliz?

Gambit: Ela só é feliz do meu lado.

Magneto: Sabe, o seu forte é a humildade!

Gambit: Ah, cala boca, INFELIZ!

Magneto: Você é um mau caráter! Sempre iludindo a Vampira...

Gambit: Haha! E você deve ser Ótima pessoa! Comparado a você, eu sou o exemplo de toda criancinha parisiense...

Magneto: É mesmo?

Gambit: Pera aí? O que que você sabe de mim pra tá me julgando desse jeito?

Magneto: Nada, do mesmo jeito que ela: NADA! Ninguém sabe nada sobre você!

Gambit: Eu tô me lixando pro que você pensa ou deixa de pensar de mim! Você vai na mansão arrumar as suas trouxinhas agora!

Magneto: Nossa, Gambit! Que medo agora que eu estou de você, hein?

Gambit: Se eu fosse você, eu ficava mesmo.

Magneto: Além de traído e humilhado, ainda quer se fazer de super macho!

Dessa vez, Gambit não pensa em dar apenas um soco em Magneto. Só que Magneto também não está afim de apanhar de novo! Então, os dois saem rolando no chão e Gambit leva um soco bem no maxilar! revoltado, ele pega uma carta do sobretudo...

Magneto: Ah, vai usar seus poderes!

Pietro, tentando evitar uma briga maior, se mete no meio, mas acaba levando um empurrão de Gambit.

Magneto: Encosta só no meu filho de novo, pra você ver o que te acontece!

Gambit: É... O pai protetor só se esqueceu de proteger um filho, né? Um não, vários!

Magneto, muito revoltado com o comentário pra lá de maldoso de Gambit, resolve acabar com a briga. Do jeito mais covarde do mundo, ele pensa num jeito de eliminar Gambit sem usar o magnetismo. É isso mesmo que vocês estão pensando, Magneto deu um chute naquela região mais abaixo do umbigo de Gambit.. O cajum sente o chão fugir dos seus pés e cai no chão.

Gambit: Caralho!!! V-você tá morto, seu covarde!

Mercúrio: Pai! Olha só o que você fez! Vem Gambit, eu te ajudo a levantar.

E então, Magneto vai embora voando, realmente um covarde...

Mercúrio: Pai!!! Droga, foi embora...

Gambit: Filho da... Dusculpa, não foi a intenção de...

Mercúrio: Tá. Tudo bem. E aí, não vai levantar não?

Gambit: Calma! Eu tô tentando...

Pietro: Então me dá a mão aí. Pronto, viu? Conseguiu. Tá tudo bem aí?

Gambit: É tá... Os dentes do seus paizinho é que não vão ficar bem por muito tempo...

Vampira está abatida. Os últimos 9 meses não foram fáceis, Ela ganhou o amor de um homem, e perdeu o de outro muito mais importante, ganhou uma vida dentro de si, e quando chegou a hora de abraça-la, ela foi embora. Ela tentou negar, e havia conseguido, se não fosse o grande amor de um homem. Vampira está realmente abatida, ela pensa que tipo de homem é esse quer vê-la sofrer assim...

Vampira: Um homem que não me ama de verdade!

Tempestade: O que disse minha querida?

Vampira: Remy LeBeau não me ama de verdade, Arethra. Ele só queria me ver sofrer.

Tempestade: Do que está falando minha amiga? Primeiro, meu nome é Ororo. Você nem deve lembrar disso, tadinha... Segundo, se tem uma pessoa que te ama realmente, é Gambit.

Vampira: Então por que ele me fez sofrer tanto com a morte do pequeno Charles?

Tempestade: Ele apenas te fez ver a verdade, você não podia viver num mundo de fantasias.

Narrador: Mas o que Vampira diz contradiz com o que pensa.

Vampira: Tem razão Ororo. Ele me ama. "Eu vou matar Remy LeBeau".

Narrador: Warren está sentado... embriagado e sozinho em seu chique apartamento no Soho, em Manhattan. Ele só não bebe mais porque não consegue ver a garrafa de tão tonto que está.

Anjo: Ahnh! Garrafa idioda... figa parada... Betsy, bega pra mim... Bety? Lembrei, ela morreu. Ahahahahahahahaha! Ela morreu. Bor que?lalalalalallalalalala!

De repente, Charlotte Jones (a ex-namorada do Anjo) aparece no apartamento do amigo preparada para ajuda-lo, por mais que ele se afaste.

Charlotte: Oi Warren.

Warren: Oficial, a quanto tembo! Senta agui berto de mim!

Charlotte: Bobby me disse que você estava com problemas e eu vim ajudar. Deita no meu colo Warren, você não tá mais sozinho agora.

Warren: Betsy... Bega a garrava bra mim, ela num pára quieta!

Charlotte: Calma Warren, eu sei o que está passando e entendo, mas não vou permitir que se mate desse jeito, olhe para você, está péssimo e com um bafo de cachaça horrível!

Warren: Ah mulé chata! Você num sabe di nada. É só uma policial que nunca perdeu nada importante

Narrador: Agora o Anjo irritou a policial Charlotte que responde com os pulmões saltando pra fora.

Charlotte: Como se atreve! Por acaso não perdi meu marido? Meu filho não ficou aleijado a caminho da escola? Eu perdi muita coisa na vida Warren.Mas não deixei de lutar. Nunca perca a fé dentro de você Warren.

Após muito tempo, Warren Worthington III abaixa a guarda e mostra o que realmente sente.

Warren: A vida... não presta! Ela sempre da um jeito de passar uma rasteira em você quando está em pé. Então pra que eu vou levantar de novo?

Charlotte: Porque você não tem escolha. A vida é feita de altos e baixos. Ninguém te passou rasteira nenhuma, isso acontece, acontece com todo mundo sem exceção, um dia vai ser você, vai chegar a sua vez. Tenho certeza de que você não iria querer que as pessoas que você ama sofressem com a sua morte para sempre, né?

Warren: Mas eu não posso me esquecer dela...

Charlotte: Ninguém disse para você esquecer, lembre-se dela para sempre, com muito carinho e amor, mas você ainda está aqui, e tem um longo caminho pela frente.

Warren: Eu...tô com medo... você vai me ajudar?

Charlotte: Claro que sim meu amigo, mas você precisa querer se ajudar.

Warren: Eu quero.

Os anjos existem, não são figuras espectrais que rondam o céu a procura de almas solitárias e infelizes, mas sim aquelas pessoas que estão sempre ao nosso lado. Nos apoiando nos momentos difíceis e suportando o nosso sucesso nos bons tempos. São os amigos que nos amam sem querer nada em troca. São os companheiros que vivem juntos, que são capazes de manter uma equipe unida, lutando por um ideal impossível, mas lutando. Os anjos existem, e estão onde menos se espera

XXXXXXXXXXXXXXXXXX

N/E: Pois, é. Essa fic é continuação de Perdas e Danos (se não leu é melhor ler) e também foi escrita pela Eneida. Como eu não desisto nunca de convencer o a colocar links aqui vou tentar pela ultima vez colocar o link do site dessa fic aqui, qquer coisa ele está no meu perfil )) tomara que dê certo.

Bejos

Patrixa