CAPÍTULO 2 - Pelados e Perdidos

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

Draco se virou lentamente para ver quem gritava. O seu queixo chegava até o chão.

Foi quando ele viu, Virginia Weasley, NUA! Ele sentiu as gargalhadas escaparem de sua boca até perceber que ele também estava... PELADO!

Os dois tentavam inutilmente esconder suas partes intimas. Draco girava em círculos como uma barata tonta. Gina primeiro colocava as mãos na frente, depois em cima e depois atrás sem saber o que esconder, os seus olhos esbugalhados pelo que tinha visto.

Em uma atitude desesperada Gina pulou atrás de uma moita. Sentiu algo tocar o seu ombro e ao virar o rosto viu... DRACO!

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! - os dois gritaram em uníssono. E levando vários tropeções no meio do caminho cada um achou uma moita para si.

Nenhum dos dois conseguia pensar direito no que estava realmente acontecendo. Olhando ao redor, eles perceberam que estavam em uma ilha...

Draco olhou para a garota que se escondia na moita a sua frente. Só conseguia enxergar o seu rosto branco e os cabelos vermelhos entre as folhas verdes.

- O que é isso? - foi a única frase que ele conseguiu articular.

- Eu é que vou saber! Malfoy, se você armou essa brincadeira para zombar da minha cara, saiba...

- E você acha que eu ficariam sem roupas para zombar da sua cara! Se eu quisesse humilhar o Potter, sim...

- Ah, Malfoy... Nós dois aqui, pelados, em uma ilha que parece estar DESERTA! VOCÊ SABE O QUE É ISSO? COMPLETAMENTE DESABITADA! E você vem fazer piadinhas com o Har... - Gina ficara tão irritada que não percebeu que tinha levantado da moita. Mais vermelha que um tomate ela se abaixou na moita e se calou.

Draco a observava com um sorriso safado. Os olhos se estreitavam cinicamente.

- Não sei porque você se esconde, Weasley. Você não tem nada que eu já não tenha visto.

- Ver a mamãe sem roupa não vale, Malfoy. - retrucou ela, com o rosto avermelhado.

Antes que ele desse uma resposta e a discussão continuasse, ela disse:

- E além dos mais, não vai adiantar nada nós dois ficarmos discutindo. Temos que arranjar um jeito de sair daqui.

- Como nós iremos fazer isso sem as nossas varinhas, Senhorita Inteligente?

Gina teve um pensamento muito maldoso. "Você tem uma varinha, eu não..."

- Por que você está com esse sorriso bobo na cara? - perguntou Draco, curioso.

- Hã, nada não! - ela falou recobrando a razão - Alguém aqui tem que ser inteligente, não?

- Ah, cala a boca, Weasley!

- Cala a boca você, Malfoy!

Draco não resistiu a tentação.

- Caçulinha Vermelhinha!

- Você é uma besta, mesmo! Quem conseguiria arranjar uma briga em uma situação dessas?

Depois de alguns minutos em silêncio, Draco não resistiu a tentação de novo.

- Caçulinha!

- SUA ANTA LOIRA!

- Ai! - gemeram os dois.

- Eu estou vestida. - falou Gina vagarosamente - Com uma roupa ridícula!

- Eu também! - disse Draco surpreso se levantando - É, realmente, você está ridícula.

A roupa de Gina consistia em um vestido tomara que caia curto feito com folhas de bananeiras. As folhas se enrolavam no corpo como uma toalha. Gina levantou os olhos para Draco e fez uma cara de deboche.

- Você não se olhou no espelho, né?

Draco olhou a bermuda que vestia. Ela ia até o joelho e também era feita de folhas de bananeira.

- Pelo menos é confortável e não estamos mais nus. - disse Draco com uma cara nada conformada.

- Confortável só se for pra você... A minha calcinha também é de folha de bananeira...

- Pior para você, mas se você quiser tirar...

- Argh! Cala a boca! Prefiro ficar assim.

- Mas eu não estou entendendo nada...

- Novidade - sussurrou Gina baixinho.

- O que você disse?

- Nada, não - ela começou a assobiar. Então, mudou de assunto. - Como será que nós viemos parar aqui?

- Eu não sei...

- Novidade - sussurrou Gina de novo.

- Olha, dessa vez eu escutei! - falou Draco apontando o dedo para a garota.

- Escutou o que? - falou Gina com a cara mais cinica do mundo.

Draco bufou.

- Tudo bem - disse Gina levantando as mãos - Alguém deve ter feito um feitiço errado...

- Porque se foi de propósito eu mato! - prometeu Draco com um olhar assassino.

- Malfoy, desse jeito não iremos resolver nada!

- Então me diga como iremos resolver as coisas? - ele perguntou cruzando os braços.

- Bom, nós não sabemos se alguém sabe que estamos aqui. Então até alguém nos acordar desse pesadelo teremos que nos conformar...

A ficha de Draco tinha caído. Provavelmente, se alguém tinha feito um feitiço errado não saberia que estavam ali. Isso encheu o seu peito de desespero.

- Ah, não! Quer dizer que você e eu! Eu e você! Podemos ficar aqui PARA SEMPRE!

- E você acha que isso me agrada! - perguntou Gina indignada colocando as mãos na cintura.

- NÃO! ESTAMOS PERDIDOS! EU ESTOU PERDIDO! Sou um Malfoy perdido com uma pobretona! - Draco se ajoelhou na areia com a cabeça entre as mãos - Eu vou morrer sem ter aproveitado a minha juventude... Nãooooooo - Draco abriu a boca e se jogou pra trás dramaticamente - Eu sou jovem demais para morrer!

- Calma, Malfoy! - disse Gina tentando acalmar o garoto. - Só porque não temos comida, nem água e podemos ficar aqui para sempre. Não significa que nós iremos morrer.

Draco olhou para ela, lágrimas se formando em seus olhos.

- Ah, não! - disse Gina tampando os ouvidos para não ouvir o berreiro que começara.

- Eu quero a minha mãe! - reclamou Draco começando a chupar o dedo polegar e fazendo cara de cachorro sem dono - Eca! Está sujo de areia! - ele olhou para o mar - Água! Estou salvo! Não vou morrer de sede!

- NÃO, DRACO! - gritou Gina, mas já era tarde demais, o garoto já estava quase morrendo engasgado por causa da água salgada. - Vai ser um longo tempo aqui... - ela falou indo socorrer o garoto.


Nota da Autora: Dá pra acreditar que eu estou planejando essa fic desde o ano passado? Agora, que duas fics minhas já estão terminando, eu decidi postá-la.

Eu quero dedicar essa fic ao pessoal que tinha sugerido que eu fizesse fics baseadas nas minhas shorts. Porque até agora D/G eu só tinha poesias! Espero que estejam gostando dessa fic.

Quero muito saber a opinião de vocês! Deixem comentários, sim?