Essa Ruiva Tem Manual

Capítulo Um- Primeiro paço: Leia o Manual.

James Potter era um menino de 17 anos que se podia chamar de maroto. Não era muito comportado nas aulas, adorava azarar meninos impoupulares e sempre jogava bombas de bosta no tão odiado, zelador Filch. Sem contar que ele era 'O Gostosão' de Hogwarts. Todas as garotas eram apaixonadas por ele, e por seu melhor amigo, Sirius Black. Basicamente, ele saia com metade dessas garotas e Sirius saia com a outra metade. Porque só um deles não teria tempo de sair com todas, por causa das detenções.

Eles tinham até uma rotina. As segundas, eles saiam com duas garotas. As terças, jogavam bombas de bosta no Filch. As quartas, eles cumpriam as detenções dadas pelo Filch. As quintas, eles saiam com mais duas garotas e retocavam seus estoques na Zonco's. As sextas eles davam uma rápida estudada e saiam com mais garotas. Aos sábados eles treinavam quadribol e levavam mais detenções. Aos domingos, Sirius dormia e James chamava Lilian Evans para sair.

Lilian Evans, uma ruivinha meio esquentada de personalidade forte. James passara dois duros anos tentando sair com ela. Há cinco meses atrás, finalmente, ela disse sim. O resultado? Bom, faz cinco meses que eles estão namorando. Sirius achou isso o fim. Com o namoro com a Lilian ele não queria mais fazer as 'coisas de marotos'. Remus, outro maroto, sempre foi mais certinho e também não fazia mais nada de muito errado. Peter estava tão distante, sumido e Sirius não estava falando muito com ele. Sirius tinha certeza que esse era o fim dos marotos, estavam falidos.

Bom, mas isso só foi uma pequena (?) introdução. Vamos direto ao ponto. James Potter e Lilian Evans. Estão namorando, como eu já disse anteriormente. Porém, eles tem tido muitas brigas. Por motivos tolos, ou não. Mas James sempre faz alguma coisa de errado, então Lilian briga com ele. Talvez pelo fato dele nunca ter namorado antes, não saiba lidar com as coisas. Por isso, ele arrumou terapeutas que saibam(ou pelo menos acham) lidar com isso.

Os infelizes? Alice Bowman, Frank Longbottom, Remus Lupin, Sirius Black e por último, e sim, menos importante, Peter Pettingrew.

- Então, Jamezitcho, conta pro seu querido e gostosão, terapeuta, Doutor Black.- Sirius anotou alguma coia num pedaço de pergaminho qualquer.- Vamos, conte.

- Vá se foder, Sirius. Eu prefiro a Alice, ela é mais confiável.

- Obrigada, Jamezitcho.- Falou Alice arrancando o pedaço de pergaminho e a pena das mãos de Sirius.- Agora sim, conte o que aconteceu.

Sirius, Alice, James, Remus, Frank e Peter estavam sentados no chão da sala comunal, tomando uma cerveija amanteigada.

- Bom...- Começou James.- Sirius e eu estávamos saindo da sala da troféus, no quinto andar.

- E o que faziam lá?- Perguntou Alice.

- Detenção. Quando Sirius e eu estávamos saindo da sala de troféus, uma garota nos abordou.

- Um estupradora!- Exclamou Peter.

- Quem dera.- Falou Sirius, de cabeça baixa.

- Enfim.- Continuou James.- Era Barbara Knowles, do sexto ano. Ela veio falar com a gente. E pra falar a verdade, eu não estava prestando muita atenção. Então, quando eu vi... PAM!

- Uma bomba?- Perguntou Alice, perdida.

- Não, quase. Um beijo. Barbara Knowles me grudou!

- Que absurdo!- Exclamou Frank.

- Que vergonha.- Falou Remus.

- Que vaca!- Falou Peter.

- Que aproveitadora!- Falou Alice.

- Nossa, mas ela gostosa pra c...

- Sirius, cala essa boca.- Falou Alice.- James, você correspondeu o beijo?

- Não!- Respondeu James, rapidamente.- Claro que não. Mas... eu também não cessei o beijo, sabe? Ah, você me entende.

- Claro.- Falou Alice.- A tentação da carne humana.

- Mas a Lily viu?- Perguntou Remus.

- Viu. Ela estava entrando no corredor bem nessa hora.- Falou James.

- E o que ela fez?- Perguntou Frank.

- Gritou. Então eu empurrei a Barbara pra longe. Mas Lily já tinha ido embora, furiosíssima.

- E o Sirius?

- Pegou a Barbara.

- Cachorro.

- Não.- Falou James.- O Sirius está tão em baixa que está mais pra cadelinha!

Todos riram, mas não tanto com Peter Pettingrew, que dava altas e agudas gargalhadas.

- James, James, James, James, James, James...- Alice anotou alguma coisa em seu pedaço de pergaminho e fez um barulho engraçado com a boca.

- Que, que, que, que, que, quê?

- A Lilian tem manual, Jamezitcho.

- Manual?- Perguntou Sirius.

- É. Todas as mulheres têm. Já que todos os homens são burros o bastante para saber o que as mulheres querem e...

- Até eu?- Perguntou Frank.

- Não amor, você é perfeito.

- UIUI, AMORZINHO!- Falou Sirius, com um tom agudo na voz, que lembrava muito a voz de Alice.- ME DÁ UM BEIJINHO? AH, EU QUERO UM BEIJINHO!

- CALA ESSA BOCA, BLACK!- Falou Alice, corada.- Enfim, James, provavelmente você não saiba as etapas do manual da Lily.

- Não tenho idéia. Me explica?

- Claro. Bom, primeiro...

- Espera!- Falou Sirius.- Eu preciso ir ao banheiro.

- Vai.- Falou Alice.- Mas se você disser que vai lá fazer levantamento de peso eu juro que mato você e essa autora que desta vez, está realmente ficando sem criatividade.

- Não, não. Eu vou dar uma mijada mesmo.

- Então vai.

- Ah... agora eu não quero mais. Fale o que você iria falar pro James.

- Está bem. Mas se você se mijar nas calças eu não me responsabilizo por nada.

- Eu sei. Eu vou aguentar, vou segurar. Que nem homem, que nem macho!

- Aham ¬¬. Enfim, onde eu estava?

- No manual.- Respondeu Sirius.

- Onde eu estava, JAMES?

- Me dizer qual era o manual da Lily.- Falou James.

- Ah é. Assim, como todo o manual, ela tem um primeiro passo.

- E qual seria?

- Ler o manual, dã.

- Eu tenho que ler a Lily?

- Mais ou menos. Você tem que conhecê-la, profundamente. Por exemplo, saber as três coisas que ela mais gosta e as três coisas que mais ela detesta.

- Batatas fritas, fotos e poções. Fígado, brigas e quebrar a unha.

- Perfeito.

- Esse é o primeiro passo?

- Sim.

- É o último também?

- Não.

- Merda!

- Olha James, já deu pra ver que você conhece a Lily muito bem.- Falou Remus.- Já é um primeiro passo.

- Exatamente.- Falou Frank.- E se você a conhece tão bem assim deve saber que o que a Lilian mais espera de um garoto é a fidelidade extrema, ao ponto de ter total confiança nele.

- Nossa Frank, como você sabe disso?- Perguntou Sirius, surpreso.

- Eu namoro a terapeuta, sabe.

- Enfim...- Falou Alice.- James, você deve ir falar com a Lily. Primeiro, pedir desculpas. Segundo, dizer que aquilo nunca mais vai acontecer. Terceiro, dizer que você é um idiota. Quarto, dizer que a Barbara é uma idiota e que é uma garota muito muito muito muito feia e irritante. Que a Lily é muito linda pra competir com ela. E elogiar muito muito a Lily e dizer que a ama mais que tudo.

- Mas será que dá certo?- Perguntou James.

- Vai por mim. Eu sou uma garota. Vai dar certo.

- Então pos hoje chega?- Perguntou Pettigrew.

- Sim. Nos encontraremos amanhã nesse mesmo lugar, nessa mesma hora e nessa mesma fan fic.

- Mas amanhã, a essa hora, temos aula de Transfiguração!- Falou Remus.

- Mataremos a aula, ué.

- Mas é que...

- EU DISSE QUE MATAREMOS, LUPIN!

- Não precisa gritar, Alice. Não sou surdo.

- Tá, tá. James, fale com Lily ainda hoje e amanhã nos conte o que aconteceu.

- Ok. Até amanhã, então.

- Tchau, gente!

- Tchau.- Respondeu Peter.

- Tchau.- Respondeu Frank.

- Tchau.- Respondeu Remus.

- Gente, será que a Barbara está no banho agora?

- Sirius, esse capítulo acabou.

- Mas você acha que ela está tomando banho agora?

- Sirius, deu.

- Mas ela é muito gata, né?

- Sirius a autora está com tendinite em seus dedos, ela não pode ficar até amanhã aqui.

- Ah bom, então tchau.

- Tchau, Sirius.


N/A: Ai, ai, esse Sirius... não entende a minha tendinite

Bom, sim, ficou sem graça. Mas não se preocupem, não é uma só comédia e esse é só o primeiro capítulo.

Eu escrevería mais coisas, mas são 01:14 da manhã, de uma quinta-feira. Amanhã eu teria aula e recuperação de história e química, mas infelizmente um aluno do terceiro ano faleu ontem a noite e o colégio está de luto e não haverá aulas. Descanse em paz, Joni.x/

Bom, estou morta de fome e vou tomar um leitinho e escovar meus dentes e vestir meu pijama rosa de pinguins e dormir e sonhar.

Então, meus amores, deixem reviews, por favor, tá?

Amo muito vocês.

Donna Black.