Voltei gente!

Espero que gostem do novo capítulo.

Boa leitura.

Capitulo XXI

Duas semanas depois Shayera estava na Torre, ela caminhava pelos corredores e todos ali admiravam como ela exibia orgulhosa a barriga de nove meses de gravidez.

A Mulher Gavião estava ainda mais bela, quando ela mostrou-se aos outros sem a máscara pela primeira vez, todos ficaram admirados com a beleza da jovem thanagariana. Flash na época não conseguiu conter seu espanto.

"FLASH BACK"

Na manhã seguinte ao episódio das cartas selvagens em que John foi gravemente ferido, os amigos foram até a área médica ver como ele estava e o encontraram conversando com Shayera.

- John vo...cê está bem? Perguntou Superman interrompendo por um instante sua fala, surpreso ao ver Shayera sem a máscara, achava que ela jamais a tiraria. Não ficou surpreso por ela ser bela pois já conhecia sua face.

- Eu estou bem. Já teria saído daqui se alguém não tivesse me impedido. John respondeu olhando para Shayera.

Flash veio logo atrás e assim que viu Shayera arregalou os olhos e com uma expressão de espanto disse:

- Minha nossa!!!!!!

- O que foi Flash? Perguntou o Superman.

- Você é linda. Disse encarando os belos olhos verdes da Mulher Gavião.

Shayera sorriu

O que foi Wally? Por acaso você achou que eu tinha cara de pássaro? Ela riu mais intensamente quando viu o amigo ficar vermelho de constrangimento.- Você é mesmo uma gracinha Wally. Ela completou se aproximando dele e o beijando no rosto sob o olhar atento de John.

"FIM DE FLASH BACK"

Nos últimos dias Shayera tem passado a maior parte do tempo na Torre, já aguardando o nascimento do filho que deveria ocorrer sob os cuidados do Dr Meia-noite que já a acompanhava e conhecia sua anatomia alienígena.

Ela caminhava até o alojamento quando encontrou Diana.

- Shayera oi!

- Oi! Faz tempo que não vejo você.

- É. Eu não tenho vindo muito aqui. Quando não estou em alguma missão pela Liga, estou na ONU. E esse bebê? Acho que vai nascer a qualquer momento não é?

- Vai sim. É por isso que estou aqui.

- Está ansiosa?

- Um pouco. Eu quero vê-lo logo, poder pegar no colo, mas não vai passar de amanhã.

- Como você sabe?

- Dá pra sentir. Os nascimentos nos thanagarianos não são imprevisíveis como nos humanos.

Naquela mesma noite enquanto conversavam em uma das salas de descanso da Torre. Shayera respirou profunda e pesadamente, o que chamou a atenção de John, Flash e Jo´n que estavam ali.

- O que foi Shayera? Está cansada? Perguntou Flash.

- Está na hora. Disse John mas afirmando que perguntando e Shayera concordou fazendo gesto com a cabeça.

- O que? Tá na hora, como assim? O neném vai nascer agora? Perguntou Flash já se desesperando.

- Wally quer ficar calmo? Por que não vai procurar o Meia-Noite e pedir a ele que nos encontre no setor médico? John falou com calma, embora estivesse também muito nervoso.

O Lanterna Verde ajudou Shayera a se levantar e fez menção em erguê-la nos braços, mas ela o impediu.

- Não precisa John eu ainda consigo andar.

- Não seja teimosa Shayera, não agora.

Shayera sorriu, ele então a pegou e logo eles chegaram ao centro médico onde o Dr Meia-Noite já aguardava.

Shayera estava agora em um leito e John estava ao seu lado, já usando um traje especial para acompanhá-la durante o processo, ele acariciava o rosto dela. Dr Meia-Noite se aproximou dos dois e se dirigiu a Shayera.

- Como você está? Não parece estar sentindo dores, se não fosse por esses aparelhos monitorando suas funções vitais, não daria para saber o que sente.

- Eu já senti dores muito piores.

- Eu sei que sim. O médico disse calmamente enquanto com as mãos examinava a barriga de Shayera.- Não vai demorar, ele já está posicionado. Ele concluiu.

Cerca de meia hora depois as contrações já haviam aumentado consideravelmente. John permanecia ao lado de Shayera segurando sua mão e acariciando seu rosto e cabelos.

- Você devia ter deixado o Wally entrar. Ela disse.

- Por que? John perguntou curioso.

- Eu poderia ficar segurando a mão dele e quem sabe quando eu sentisse uma dor muito forte eu a apertaria até ele gritar de dor.

Shayera sorriu ao dizer isso mesmo com as dores que sentia e John também ao imaginar a cena.

A respiração de Shayera ficou mais alterada e ela fazia força para que o bebê saísse. Dr Meia-Noite já aguardava para amparar a criança quando ela nascesse.

- Isso mesmo Shayera, eu já estou conseguindo vê-lo, só mais um empurrão forte.

Shayera respirou fundo, John acariciava seu rosto. Ela fez um último esforço e sorriu emocionada ao ouvir o choro de seu filho.

Dr Meia-Noite entregou o menino a uma enfermeira que estava ali e ela tratou de verificar se estava tudo bem com ele, depois enrolou-o em um manto e o deitou no colo da mãe.

- Oi meu amor!

Lágrimas escaparam dos olhos dela que fitavam os olhinhos castanho-esverdeados do menino.

- Ele é lindo. Disse encarando John que a beijou nos lábios levemente, depois segurou a mãozinha do bebê e disse:

- Seja bem vindo filho!

Shayera beijou o filho na testa antes de entregá-lo ao pai que o segurou com todo cuidado e com uma habilidade que nem mesmo ele sabia que tinha.

O Lanterna Verde estava emocionado e encantado olhava o rostinho do filho tentando identificar nele os traços do homem que conheceu em sua viagem temporal.

A enfermeira ajudou Shayera a se levantar e a acompanhou até o banheiro. Dr Meia-Noite já havia avisado aos amigos que aguardavam ansiosos do lado de fora, sobre o nascimento da criança. Ao sair do banheiro nem parecia que Shayera havia acabado de dar à luz, ela havia tomado banho e trocado o avental de paciente por outro limpo. Ela se aproximou de John que ainda estava de pé segurando o filho e o abraçou, John a olhou com ternura e perguntou:

- Como se sente?

- Feliz. Nunca me senti melhor em toda a minha vida, com você e Rex aqui comigo.

Os dois se beijam docemente envolvendo Rex em um abraço protetor.

A Liga da Justiça ganha mais um membro...

Fnalmente surge Rex Stewart. Depois de muitas aventuras, alguns problemas e um tremendo susto, o pequenino nasce para trazer alegria aos papais corujas.

O capítulo foi curtinho, mas espero que vocês tenham gostado.

Aguardo os reviews.

Beijos!