Um Fantástico Recomeço - 1ª parte

Layla nunca quebrava sua rotina. Como sempre estava dando o seu máximo na sala de treinamento. Equilibrava-se nas barras, saltava no trampolim, balançava e dava piruetas no trapézio. No entanto, Sora mais uma vez chegava atrasada para seu treinamento diário com Layla, a qual prontamente concordou em fazê-lo junto a sua parceira e seu orgulho, mas que a andava desapontando ultimamente com certas atitudes.

- Bom dia, Srta. Layla. Desculpe pelo atraso! – disse Sora, entrando na sala – Eu tive que...

- Da próxima vez que viermos treinar e você não chegar no horário – disse Layla, interrompendo – não fará papel algum na próxima peça, mesmo sem termos nada em mãos ainda, e eu encerrarei nosso treinamento em duplas. Fui suficientemente clara, Sora? – terminou de dizer, enquanto saltava da corda bamba para o chão e cruzava os braços.

- S-sim, Srta. Layla, está... – disse Sora, chateada. "Culpa do Fool, do Ken, da Mia...", pensou.

No meio do corredor, quando Layla e Sora pararam de treinar e foram comer alguma coisa, Yuri abordou as duas, mostrando-as vários jornais e revistas.

- Em todas as manchetes estão falando a mesma notícia – disse ele – Leia.

- hum... - disse Layla, abrindo uma revista. Começou a ler:

FÃS DE LAYLA QUEREM BIS DA TÉCNICA FANTÁSTICA

Depois que os fãs souberam da volta de Layla Hamilton para o Kaleido Star, todos eles estão pedindo a mesma coisa: querem que Layla e Sora Naegino, atual estrela do Kaleido Star, realizem pela segunda vez a Técnica Fantástica, técnica de nível dificílimo que quase ninguém nunca realizara. Estarão elas prontas para realizar o desafio?

- Ridículo, não? Como se fosse fácil algo desse tipo ser feito tão apressadamente – disse Yuri, após algum tempo.

- É difícil de aceitar que os fãs querem um bis, especialmente da técnica mais difícil do mundo.. – comentou Sora – Depois de um treinamento tão duro e...

- E eles terão esse bis – interrompeu Layla em um surto.

- O quê? – Yuri e Sora viraram para ela ao mesmo tempo.

- Se o meu público quer a técnica fantástica, é isso que darei a eles. Afinal, estou aqui para entretê-los e dar o meu melhor a eles.

- Layla, não pode fazer isso tão precipitadamente. E o seu braço?? – disse Yuri

- Ele está ótimo, Yuri.

- Não, não está! Esqueceu que ainda não pode forçá-lo de jeito nenhum? Ainda mais com algo que justamente foi o motivo desse problema!

- Vamos falar com Kalos, Sora – disse Layla, ignorando Yuri, o que o deixou indignado. Mesmo assim, ele as seguiu em silêncio.

- Layla, está falando sério? – disse Kalos, ao ouvir a história de Layla – além do problema com o seu braço, ainda temos que criar uma peça em que a Técnica Fantástica caiba, e isso não é nada fácil. Sem contar que, por ser uma peça, serão, no mínimo, duas apresentações por semana, por uma temporada inteira, de 2 a 3 meses.

- É o que o público quer, é o que eu farei – disse ela – quanto à peça, chame o elenco e a equipe de produção que estiver presente para a sala de treinamento. Irei anunciar a todos o que iremos fazer. Aproveito e falo com Mia.

Kalos fitou-a como nunca tinha feito antes, suspirou e falou:

- Muito bem então – apertou o botão do megafone – Atenção a todos do elenco e produtores do Kaleido Star, favor se dirigirem à sala de treinamento principal imediatamente.

- Obrigada – disse Layla.

Enquanto caminhavam até a sala de treinamento, Sora perguntou:

- Srta. Layla, tem certeza de que é uma boa idéia? Estou preocupada com a Srta...

- Sora, já devia saber melhor do que ninguém que eu aceitaria o que o público pedisse. E já que está de acordo, não sei por que me pergunta isso.

- É... Eu já deveria mesmo saber... – disse, olhando para frente.

Chegando à sala de treinamento, Sora notou um aglomeramento de todos do elenco do Kaleido cochichando. Layla pôs-se em um local à frente de todos que já estavam lá e esperou alguns mais atrasados chegarem. Quando todos notaram a sua presença e a de Kalos na sala, calaram-se. Em seguida, começou a falar:

- O motivo pelo qual chamamos todos aqui é para falar sobre a nossa nova apresentação – disse ela, dando uma pausa e prosseguindo – o público do Kaleido Star quem escolheu, na verdade. Ela irá envolver a Técnica Fantástica, realizada por mim e pela Sora.

Houve um estranho alvoroço na sala. Todos faziam as mesmas perguntas levantadas por Kalos e por Yuri. Layla, apesar disso, continuou com o discurso.

- PORTANTO – disse mais alto, o que fez com que todos se calassem aos poucos – quero que treinem duro nos próximos dias, mesmo não sabendo que papéis farão na peça. Quanto mais treino, melhor.

Todos se espalharam pela sala e saíram comentando várias coisas quando Layla terminou.

- Mia? – disse Layla

- Sim, Srta. Layla? – disse Mia, se aproximando.

- Gostaria que criasse uma peça envolvendo a técnica fantástica e todo o nosso elenco. Tem como?

- M-mas... E a Srta.?

- Pode ser, sim ou não? Se precisar, terá o apoio dos produtores e roteiristas do Kaleido Star, mas acredito que não será necessário. Estou enganada?

- Não, não está. Farei uma peça assim como desejar.

- Muito bem então. Se possível, gostaria de ter uma história formada até semana que vem.

- Farei o meu melhor!

- Eu sei que fará, Mia. – disse Layla, com um leve sorriso. – Sora?

- S-sim? – Layla chamou-a tão repentinamente que Sora se assustou.

- Estarei lhe esperando amanhã, aqui mesmo, às 8 horas. Já sabe: não se atrase – disse ela, virando-se de costas.

- Pode deixar! Estarei lá antes disso, Srta. Layla!