Epílogo

Uma grande quantidade de fumaça cor laranja era a única coisa que se via no corredor.

- Onde estão James, Albus e Lil? – perguntou Harry preocupado.

- Eles... Eles estavam aqui um minuto atrás! – respondeu Ginny – Para onde foram os meus filhos?

- Eles viajaram no tempo! – respondeu Harry com a voz trêmula.

- O QUÊ? Como assim viajaram no tempo? – perguntou Ginny.

- Tudo o que eles deixaram para trás foram os rastros de uma viagem no tempo... – respondeu Harry – E pela cor da fumaça, eles foram para o passado!

- O que eles foram fazer no passado? COMO eles foram pra lá? – perguntou Ginny – Eles não tem nada pra fazer lá! Harry, traga-os de volta agora!

- Eu não posso, Ginny. Não sei pra quanto tempo no passado eles foram... – respondeu Harry – Só podemos esperar que eles consigam voltar.

1975 – Jardins de Hogwarts.

- Sabem, eu não me lembro de ter pego gripe de dragão... – comentou uma garota ruiva para as amigas.

- Nem eu. – concordaram as outras duas garotas – Como será que aconteceu?

- Não sei. – respondeu a ruiva – Mas eu tive um sonho muito estranho.

- Sério? – perguntou uma das garotas, Marlene McKinnon – Com o que você sonhou?

- Que eu conhecia meu filho, ele era professor de Hogwarts e tinha três filhos... E o pior! Que ele era meu filho com o Potter! – contou Lily Evans.

- Eu também tive um sonho estranho... – comentou Alice Cohen, a terceira das amigas – Mas foi um sonho bom! Eu sonhei que me casava com o Frank e que tínhamos um filho chamado Neville.

- E você, Lene? Não teve nenhum sonho estranho? – perguntou Lily

- Tive! – respondeu Marlene – Sonhei que aceitava um convite pra sair com Sirius Black! Hahahahahaha. Como se eu fosse aceitar uma coisa dessas...

As outras duas apenas concordaram e riram. Realmente, os sonhos deles eram completamente fora da realidade... Ou talvez não fossem tão irreais assim.

Não muito longe dali, um grupo composto por quatro rapazes também conversava sobre o período em que estiveram de quarentena.

- Padfoot, você acha que é impossível viajar no tempo? – perguntou Remus Lupin.

- Você vem perguntar isso pra mim? – respondeu o maroto de olhos azuis – Você é o gênio do grupo, não eu! Por que a pergunta?

- Porque eu sonhei que conhecia meu filho! Que ele já tinha terminado Hogwarts! – respondeu o licantropo.

- Filho? E com quem você teria um filho? – questionou Prongs.

- Com... er... com a prima do Sirius...

- Que prima? Com a Andy? Acho que a lua cheia está muito perto e está afetando seu cérebro! Ela já é casada! Tem filha inclusive!

- É, eu sei! Não estava falando da Andrômeda... estava falando... da filha dela... – respondeu Remus completamente vermelho de vergonha.

- COMO É QUE É? – perguntou Sirius – Você anda tendo sonhos eróticos com a filha da minha prima? Ela só tem nove anos!

- Quem falou em sonhos eróticos? Eu sonhei que conhecia meu filho! Ela nem aparecia no sonho!

- E o que isso tem a ver com viagem no tempo? – perguntou Peter completamente perdido.

- Ele já tinha terminado Hogwarts... mas eu continuava com 15 anos. – completou Remus.

- Sabe... agora que você falou em sonho e viagem no tempo... eu também tive um sonho estranho. – diz James Potter.

- Vai me dizer que você também andou sonhando com um filho seu? – perguntou Sirius descrente – Quem era a louca que aceitou casar com você?

- A Lily! – respondeu o maroto de óculos – Mas não foi só com um filho que eu sonhei, Padfoot. Eu também tinha três netos!

- Netos? Três netos e um filho? Prongs você andou levando muitos balaços na cabeça. – disse o moreno de olhos azuis com desdém.

- Você não sonhou com nada Sirius? – perguntou Remus curioso.

- Não. – respondeu Sirius rápido demais para conseguir convencer alguém.

- Com o que foi que você andou sonhando que não quer contar pra gente? – perguntou Prongs.

- Você sonhou, Padfoot? Mas você não disse que não sonhou com nada? – perguntou Peter confuso.

- Eu disse, Peter! – confirmou o moreno rindo – Eles que não acreditam em mim!

- Fala Sirius! – pediram Prongs e Moony ao mesmo tempo.

- Tá bom, tá bom... eu sonhei que convenci a Marlene a sair comigo e que depois de se aproveitar de mim ela me largava no meio da praça de Hogsmead. – confessou o moreno.

A resposta de James e Remus foi uma única. Os dois simplesmente caíram na risada, chamando a atenção de todos que estavam no jardim para o escândalo deles. Peter continuou confuso, sem saber se ria junto com eles ou se ficava com medo da cara emburrada de Sirius.

Mais um dia estava terminando, e os marotos estavam chamando a atenção, como sempre. A vida deles não poderia ser mais perfeita. Pelo menos enquanto eles estivessem em Hogwarts.

1996 – Corredor em frente à diretoria.

Um barulho foi ouvido no corredor normalmente silencioso. Ou pelo menos era assim que os corredores deveriam estar, visto que a tarde estava na metade e todos os alunos deveriam estar em aula.

Quatro silhuetas podiam ser vistas através da fumaça de cor laranja que surgira do nada no meio do corredor. Passos foram ouvidos, ou seriam, se alguém estivesse lá para ouvi-los.

- Olha só o que você fez! – disse uma voz feminina.

- O que foi que eu fiz? – perguntou outra voz, dessa vez masculina – Eu só estava testando!

- É! – respondeu outra voz masculina – E nos trouxe direto pra 1996!

- Como você tem certeza que funcionou? – perguntou a segunda voz.

- Talvez porque Dumbledore esteja atrás de você nesse exato momento. – respondeu uma quarta voz.

- Quê? – fizeram dois deles.

- Er... Oi professor.

- O que você, a Srta. Weasley, o Sr. Malfoy e... quem seria esse outro rapaz, estão fazendo aqui, Harry?

- Professor, meu nome não é Harry, é Albus. E esses não são Ginny e Draco, são Lily e Scorpius. E esse outro é James, meu irmão. – respondeu um dos garotos. – Nós, acidentalmente viemos do... futuro.

- Do futuro? – perguntou Dumbledore com os olhos brilhando.

FIM.

N/A: e esse é o verdadeiro fim!!
agora acabo mesmooo... ou pelo menos acabou a aventura dos marotos no futuro, já que como voces devem ter percebido, Jay, Al, Lil e Scorpius foram parar em 1996!!
a continuação vai se chamar: Num Passado Distante, e em breve eu coloco aqui um trailer...

é isso... comentem MTOOOO, ok? e quem sabe ainda não exite a possibilidade de os marotos aparecerem...

um IMENSO obrigada a todos que leram e aos que comentaram e um OBRIGADA maior ainda pra Paulinha Potter, minha Beta!

nos vemos na continuação! (eu espero...)