Os personagens de Naruto não me pertencem, pois pertencem ao Kishimoto-san. Mas ele me emprestou para alegria dos meus fãs e ainda me deu de presente o Sasuke, o Itachi, o Gaara, o Kakashi e o Naruto.

Sinopse: Passado-se cinco anos desde a derrota da Akatsuki e a volta de Sasuke para a vila, nossos ninjas começam a descobrir a vida, amores e a importância da amizade.
Essa é uma história em que Sasuke e Naruto vão descobrir as mulheres de suas vidas e o quanto os dois são grandes amigos.

Casais: SASUHINA e NARUSAKU

A música incluída no capítulo é Wasteland do 10 Years. Acho que ela tem tudo a ver com a situação tensa do capítulo.

Cap.26

Sasuke é o que mais estava perplexo, imaginava que só podia ser uma alucinação, mas sabia que não era, aquele chute foi bem real. Pois na sua frente e de costas para ele e vestido de Anbu, estava um moreno um pouco mais alto que ele, longos cabelos tão negros quanto os dele e presos por um rabo de cavalo frouxo e principalmente, olhos tomados pelo vermelho sangue, vermelhos do sharingan. Na sua frente estava uma pessoa que era para estar morta há cinco anos, pois ali estava nada mais, nada menos que o tão famoso e temido Itachi Uchiha.

O mundo parecia girar em torno de Sasuke, não conseguia raciocinar direito o que estava acontecendo ali. Lembranças do dia em que finalmente teve sua luta com seu irmão voltaram a sua mente como um filme, lembrava-se perfeitamente do irmão caído morto a sua frente, então vê-lo ali a alguns metros de si era impossível, pessoas mortas não saiam andando por aí.

Naruto também estava em estado de choque, ora encarava a versão mais velha de Sasuke e ora encarava o ser ao seu lado que lhe sorria com os dentes pontiagudos e a mesma cara de tubarão que sempre teve, ali estava Kisame Hoshigaki. Outro que também era para estar morto e enterrado junto com aquela tropa da Akatsuki.

"Será que são fantasmas que vieram nos ajudar?" - perguntou para si mesmo em pensamento, para o loiro era a única explicação lógica para aquela situação.

- E aí moleque, está feliz em me ver depois de tantos anos? - perguntou Kisame com um sorriso debochado e segurando sua grande espada a Semehada.

.............................................................................................................................

Itachi ora nenhuma encarou o irmão mais novo que estava bem atrás de si, os olhos vermelhos tomados pelo sharingan estavam focados no Raikage a sua frente. Sorriu de lado, dava para notar que o kage estava assustado e confuso em ver seus olhos com aquele Kekey Genkay. Todos do mundo ninja sabiam que restava apenas um herdeiro com essa habilidade que pisava em terra firme, pelo menos era isso que pensavam.

- Estes olhos, são o sharingan, como pode? - perguntou o Raikage confuso. Viu o moreno aumentar o sorriso de escárnio então continuou - Você só pode ser... - houve uma pausa onde o kage deu um sorriso sarcástico, já havia entendido tudo - Então o assassino de seu próprio clã não estava morto como todos achavam. Pelo visto nem seu irmão sabia disso. - falou olhando a expressão aturdida de Sasuke - Você está usando uma roupa de Anbu e a hataiate da folha, pelo visto Konoha está envolvida nessa trama. - completou.

"KONOHA?!" - pensou Sasuke ainda mais confuso. O que Konoha tinha haver com aquilo tudo? Mas o Raikage estava certo, estava claro que a vila estava metida nisso, pois o irmão e o parceiro estavam aqui como ninjas oficiais da vilha da folha. Saiu de seus pensamentos ao ouvir a voz grave do irmão pela primeira vez desde que ele chegou ali e também depois de tantos anos.

- Você não acha que está querendo explicações demais? - houve uma pausa - Que eu saiba não te devo explicação alguma. - completou frio e empunhando sua espada que se encontrava em suas costas.

- Você é prepotente igual ao seu irmão, deve ser algo de família. - comentou irônico.

............................................................................................................................

Sayumi Hyuuga observava tudo de longe, percebia que as coisas estavam começando a se complicarem e o Raikage não estava levando a sério a situação. Agora eram dois Uchihas e um deles era Itachi Uchiha, o famoso gênio que exterminou todo seu clã sozinho. Tinha que fazer alguma coisa, tinha que aproveitar que o Uchiha mais velho estava distraído com o Raikage. Essa era a única chance de golpeá-lo com as habilidades do seu clã, só precisava ser precisa no seu golpe.

Correu na direção dele com suas mãos espalmadas, iria usar sua habilidade de punhos leves para parar a circulação de chakra de Itachi e depois golpeá-lo fatalmente. Já estava próxima o suficiente para acertá-lo em cheio quando o mesmo desviou facilmente para o lado e a mão forte já a prendia forte pelo pescoço e a suspendia para o ar.

- Nunca deixo a guarda baixa, já sabia sua intensão antes mesmo de você vir HYUUGA. - disse o Uchiha frio. Disse seu clã com mais entonação, reconheceria aqueles olhos perolados característicos do clã Hyuuga até a quilômetros de distância - Uma traidora do clã é? Você é patética. - e a única coisa que ela viu a seguir foram os olhos vermelhos sangue começar a girar e irem adquirindo uma nova forma, o famoso e temido Mangekyou Sharingan - Conheça o mundo de Tsukuyome, nele eu faço as regras e um segundo aqui é como se fosse um dia lá. Vou te torturar até pedir para morrer.

A garota não tinha nenhuma reação, já estava presa no genjutsu, mas sua expressão era de que nada estivesse acontecendo. A garota estava presa pelos braços e pernas numa espécie de cruz e só via vários Itachi's aparecendo em sua volta e cada um lhe acertando um golpe com a espada em cada parte de seu corpo. A dor era imensa, em sua mente a Hyuuga gritava sem parar, mas por fora continuava a mesma expressão indiferente.

Não aguentava mais aquela dor torturante, queria morrer só para aquela dor acabar. Gritava de forma ensurdecedora toda vez que sentia a carne sendo cortada pela espada.

- CHEGAAA! - gritava em sua mente presa ao genjutsu, até que viu tudo se tornar borrão e finalmente voltar para a realidade vendo aqueles olhos vermelhos girando insistentemente a sua frente.

Estava ofegante, o coração estava disparado devido a adrenalina. Afrouxou o aperto no pescoço e deixou-a cair no chão e logo começou a vomitar sangue compulsivamente. O terror e o medo eram visíveis na íris perolada.

O Uchiha não iria matar a garota, já havia feito isso com sua alma. O melhor seria levá-la de volta para Konoha e a deixar ser julgada pela pena do clã Hyuuga. Desviou o olhar novamente para o Raikage que observa a mulher agonizando no chão. Estava aterrorizado com o poder daquele Uchiha, isso era visível em seus olhos.

- E então Itachi, quer que eu faça a cabeça dele rolar pelo chão? - perguntou Kisame se pondo ao lado do moreno.

- SASUKEE!!! - gritou Naruto correndo até o amigo e o sacudindo pelos ombros, pois o moreno parecia estar em transe - Você está bem? - perguntou.

O moreno saiu do transe e encarou o loiro preocupado a sua frente, mas logo desviou o olhar para Itachi e Kisame mais a frente.

- Pode guardar sua espada Kisame, vou matá-lo de um jeito rápido e bastante doloroso. - falou Itachi fechando os olhos e logo após abrindo-os - Amaterasu!

As mesmas chamas negras feitas por Sasuke agora atingiram o Raikage, mas dessa vez feita por Itachi. O kege gritou ao sentir o fogo queimar sua pele, a dor era insuportável. Logo o fogo começou a consumi-lo por completo até reduzi-lo a pó e finalmente o Uchiha mais velho pôde fechar os olhos parando o ataque.

Ali foi o fim do homem que tirou várias vidas aquela tarde sem nenhum remorso. O país da Nuvem estava praticamente destruído, corpos mortos e pessoas feridas eram vistas por todos os lados. A frente do castelo estava completamente destruída, destroços estavam espalhados para todos os lados e o grande rei e líder do país da Cachoeira jazia morto ao lado de seus filhos. Essas foram as perdas que os dois países tiveram com essa guerra.

Itachi desativou o Mangekyou Sharingan voltando para os olhos ônix e se virando encarando o irmão. Dois ônix se encontraram e se reconheceram, olhos que na última vez que se encontraram apenas existia ódio e vingança. Nenhuma palavra era dita, os dois irmãos apenas se encaravam, a brisa suave passava por ali balançando o cabelo negro de ambos, cada um preso em seus próprios pensamentos.

- Sasuke. - pronunciou Itachi depois de cinco anos.

- Itachi. - fez o mesmo Sasuke, para dizer a verdade não sabia ao certo o que dizer.

O silêncio ali era sepulcral, até que ouviram um gemido de dor ali perto. Olharam de onde veio o som e viram Sakura se contorcendo, pelo visto a dor era terrível.

- Sakura-chan! - exclamou Naruto lembrando-se da namorada. Correu até ela se sentando ao seu lado e pondo a cabeça dela em seu colo. Uma mão apertava a dela forte, querendo passar confiança para ela de que tudo iria ficar bem, a outra ele deslizava pelo rosto sentindo a maciez da pele. Estava agonizado em ver a rosada naquele estado.

Yarói aproximou-se lentamente do loiro que já começava a chorar novamente diante do estado crítico de Sakura.

- Acho melhor entrarmos, lá dentro será melhor para cuidarmos das garotas. - disse calmamente e se referindo a Sakura e Hinata - Vou aproveitar e chamar um médico. - completou.

.............................................................................................................................

A noite já havia caído alta e o médico acabava de ir embora depois de examinar todos e receitar calmantes para Sui e Mei que sofriam muito com a morte do pai. Shyon e Meitan pareciam mais calmos, então eles ficaram no quarto das irmãs velando o sono de ambas.

Itachi havia ajudado a curar um pouco as garotas depois de ter dito que já havia copiado esse jutsu de um ninja médico qualquer. Claro que não havia as curado completamente, pois não era nenhum ninja médico, mas pelo menos serviu para tirá-las do estado grave e agora não corriam risco de vida.

Hinata foi curada quase completamente pelo Uchiha, mas Sakura que estava bem mais grave ainda teve que receber alguns curativos do médico no abdômen. Quando a garota acordasse e recuperasse totalmente o seu chakra, ela mesma poderia terminar de se curar.

.............................................................................................................................

O dia amanheceu nublado, a tarde seria o enterro do rei Shun Taminaya e dos habitantes que faleceram no ataque da névoa. Iriam fazer uma missa pela memória de todos que se foram.

Abriu os olhos perolados vagarosamente, ainda sentia uma pequena tontura bem longe, mas nada de grave. Percebeu que estava deitada numa cama, não imaginava sequer o que havia acontecido, lembrava-se apenas de estar colhendo flores e ser acertada no pescoço por um dardo tranquilizante a fazendo desmaiar. Olhou para o lado e viu Sakura deitava numa outra cama e ao seu lado Naruto que dormia numa poltrona próxima a Haruno e a cabeça repousada sobre o colo da rósea. Notou que as mãos de ambos estavam entrelaçadas, sinal de conforto que o loiro parecia querer passar para a namorada. Olhou para o outro lado e viu uma poltrona idêntica a que Naruto estava, mas vazia. Mais atrás no sofá finalmente viu Sasuke deitado de qualquer jeito nela, concluiu que os rapazes passaram a noite inteira ao lado delas.

Sentou-se na cama e afastou a coberta para o lado colocando o pé no chão se levantando. Caminhou lentamente até o sofá onde Sasuke estava deitado e tocou em seu ombro, fazendo o moreno abrir os olhos confuso e assustado, tentando se lembrar onde estava.

- Hinata! O que você está fazendo fora da cama? - a garota não teve nem tempo de responder, pois logo o Uchiha já havia a pegado no colo e a deitava novamente na cama - Você precisa de repouso.- disse sério e sentando na poltrona vazia.

- O que aconteceu? Por que Sakura está deitada ali? - perguntou confusa e olhando rapidamente para a Haruno na outra cama.

O Uchiha suspirou designado, havia se esquecido que Hinata não fazia idéia do que tinha acontecido. Era tanta coisa que não fazia idéia por onde começar. Realmente estava com a cabeça parecendo um turbilhão, tanto que não havia pregado o olho direito. Essa aparição do irmão e o amigo tubarão dele, realmente haviam tirado o sono do moreno. Praticamente por que ele e Itachi não havia trocado uma palavra inda sequer, sabia que os dois precisavam conversar.

- Sasuke! - chamou a morena notando a expressão distante do namorado e como ele parecia estar em outro mundo.

- Hã?! Ah sim, bem, foram muitas coisas, a névoa atacou a cidade e o castelo, o rei Taminaya foi morto pelo Raikage e a cidade está praticamente destruída. Sakura foi ferida gravemente no ataque, mas já está bem e fora de perigo. - resumiu o Uchiha os acontecimentos do dia anterior, mas guardando a informação da aparição de seu irmão e o parceiro.

Arregalou os olhos assustada com a notícia, não imaginava que aquilo tudo havia acontecido numa tarde só. Deduziu que o ataque contra si deve ter tido algo a ver com a névoa.

- Coitados dos garotos, eles devem estar sofrendo muito com a morte do pai. - comentou com a voz melodiosa, realmente estava triste pelo sofrimento dos irmãos Taminaya.

- Eles vão conseguir. - houve uma pausa - E aproveitando, Sayumi Hyuuga está presa numa sala aqui do castelo, Naruto e eu fizemos selos ao redor de onde ela está para não consegui fugir. A capturamos e resolvemos não fazer nada contra ela, acho que isso cabe a você por ser herdeira e futura líder do clã Hyuuga. - comentou Sasuke.

- Prefiro assim, quando voltarmos para Konoha a levarei para os conselheiros do clã para decidirem o que fazerem com ela. - falou a garota relembrando de Sayumi e o ódio que ela mostrou por ela.

Ficaram alguns minutos em silêncio, então Hinata já ficando incomodada com o silêncio olhou para Sasuke e notou seu olhar vago e distante novamente. Nesse pouco tempo de convivência com o moreno já o conhecia muito bem e sabia que tinha algo o incomodando.

- Tem alguma coisa te perturbando, eu sei disso. - falou a morena depositando sua mão por cima da do Uchiha e entrelaçando seus dedos tirando-o do transe. Queria lhe passar tranquilidade e segurança naquele gesto.

Endireitou-se na cama se sentando com um pouco de esforço e com a mão livre deslizou os dedos pelos cabelos negros dele - Qualquer coisa que tiver lhe preocupando pode contar comigo. - falou sincera e com um sorriso carinhoso.

O moreno sorriu de lado com o gesto da Hyuuga, realmente Hinata lhe trazia paz e tranquilidade para sua alma atormentada, só ela tinha esse dom.

- Não se preocupe. - foi a única coisa que disse e logo lhe deu um beijo rápido, apenas uma união de lábios. Sentou-se ao lado da morena deixando que ela o abraçasse pela cintura e repousasse a cabeça em seu ombro. Deslizou os dedos por entre os fios de cabelo da garota, mesmo com todos os seus problemas estava feliz que Hinata estivesse bem e ali com ele.

- SAKURA-CHAN... - ouviram o grito de Naruto do outro lado do quarto. Apenas olharam na direção e viram o loiro abraçado a uma acordada Sakura. Estavam tão entretidos na conversa que não notaram que os amigos já estavam acordados.

- Naruto-baka, desse jeito você vai me matar sufocada. - disse Sakura fingindo estar zangada. A Haruno se encontrava um pouco pálida e ainda sentia um pouquinho de dor no abdômen, mas nada comparado a dor que sentiu ontem.

O Uzumaki desfez o abraço sorrindo com uma mão atrás da cabeça, mas uma fina lágrima foi vista deslizando de seu olho absurdamente azul.

- Por que você está chorando? - perguntou calmamente e secando a lágrima dele com a mão.

- Fiquei com medo de te perder. - disse sinceramente e pegando as mãos dela entre as suas - Te amo muito Sakura, não conseguiria viver sem você. - completou com um sorriso.

A Haruno estava emocionada, sabia que Naruto dizia aquilo do fundo do coração. Realmente ontem quando sentiu aquela espada cortando a sua carne teve muito medo de morrer, medo de perder Naruto para sempre. Lágrimas começaram a deslizar pelos olhos esmeraldinos, mas que logo ela fez questão de secá-las com um sorriso no rosto.

- Nunca vai me perder. Te amo demais até para morrer. - disse também sinceramente.

- Bom, acho que já chega com essas frases melosas, já estão me dando até dor de barriga. - interrompeu Sasuke sarcástico.

- Deixe eles Sasuke, estão tão bonitinhos. - disse Hinata romântica e sorrindo para o casal.

O loiro apenas uniu seus lábios com os da namorada. Realmente estava bem mais aliviado de ver que a namorada estava bem.

No mesmo instante a porta foi aberta, revelando Itachi e Kisame que adentravam o quarto. Finalmente havia chegado a hora de revelar algumas coisas pendentes para eles. Sakura arregalou os olhos ao vê-los, os conhecia muito bem de missões antigas e que se depararam com os ex-Akatsukis, principalmente o moreno Itachi Uchiha. Por um minuto achou que ainda devia estar mal para estar tendo alucinações com pessoas mortas, mas viu que não se tratava disso, pois todos estavam vendo o mesmo que ela.

Hinata encarava os dois que adentraram o quarto sem entender ainda o que estava acontecendo, ela não sabia quem eram, mas percebeu que os companheiros os conheciam muito bem, principalmente Sasuke que voltou a ficar tenso ao seu lado.

- Itachi Uchiha e Kisame Hoshigaki?! - disse Sakura meio que perguntando ou exclamando, não sabia ao certo como agir.

"Uchiha!" - exclamou Hinata em pensamentos, só agora que entendeu tudo. Nunca havia o visto antes, por isso que não sabia que aquele era o irmão mais velho de Sasuke. - "Mas não era para ele estar morto?" - pensou confusa.

Continua...

.............................................................................................................................

Agradecimentos:

Maria Lua, Hinata Slash e Pepper Albarn Butter

Até o próximo capítulo! Reviews?

Bjinhos,

Hina Hyuuga