Bem, recomendo ler com o acompanhamento da música Sutilmente do Skank.

Milo mal dormiu à noite pensando em como poderia se aproximar de Shina, especialmente agora que sabia dos sentimentos dela.

Não, não poderia ser algo direto e incisivo, ela não acreditaria. Teria que ser sutil, que resgatar aos poucos aquele laço que os uniu, que despertou todos aqueles sentimentos que se agitavam em seu interior.

Teria que vencer as barreiras do medo dela, sabia que não seria fácil... teria que ter paciência...

Continuou rolando na cama durante toda a noite, pedindo que o dia viesse e trouxesse com ele alguma inspiração em como agir.

Finalmente amanheceu, Milo saiu da cama devagar e se arrumou para o treinamento, logo que chegou na arena a avistou, tão bela...pensava enquanto se aproximava de Shina com um sorriso.

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

Estava um pouco hesitante, mas começaram a treinar juntos, aproveitou e perguntou se poderiam conversar após o treino.

Shina apenas assentiu com um sorriso triste. Se ela soubesse o que sinto, se ela ao menos acreditasse... Milo pensava enquanto olhava para ela seguindo seus movimentos pela arena.

No fim do treinamento Milo e Shina se afastaram um pouco dos demais, ele queria conversar com certa privacidade e não estava muito certo do que dizer, mas precisava superar aquela distância que ele havia colocado entre eles, precisava quebrar as resistências dela para conseguir se aproximar.

- vamos almoçar juntos Shina?

Ela se sobressaltou um pouco com o convite.

- Sinto falta de nossas conversas, desde que voltamos não passamos mais nenhum tempo juntos, ele completou marotamente.

Shina aceitou, visivelmente relutante.

Ambos se dirigiram para a casa de escorpião, onde almoçaram e conversaram animadamente.

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce

Aos poucos toda aquela sensação de identificação que havia entre eles foi se intensificando e se tornava normal vê-los juntos pelo santuário nas horas vagas.

Assim se passavam os dias.

Shina estava visivelmente contente, e Milo só não estava radiante por ainda não ter tido a oportunidade de se declarar.

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Naquela tarde estavam passeando pelo santuário, como havia se tornado um habito dos dois após os treinamentos e rindo das historias que relembravam. Ao longe Seiya observou o casal que andava lado a lado conversando de forma animada, Shina parecia feliz, Milo também... bem talvez ele estivesse enganado quanto a ele, pensou sorrindo.

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

Iriam almoçar na casa de Milo depois do treino, ele havia pedido que as servas preparassem um dos pratos preferidos de Shina.

Quando chegaram ele ligou o aparelho de som que ficava na sala, onde se ouvia uma música que shina não conhecia.

- Que musica é esta? Ela perguntava prestando atenção na letra desconhecida.

- Nunca ouviu? Milo perguntou com um ar divertido

- Não!

- Vem cá, ele disse estendendo a mão para Shina e começando a dançar com ela pela sala enquanto cantarolava a canção.

Shina estava arrepiada com aquele contato e com a voz dele que cantarolava a musica baixinho perto de seus ouvidos.

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce

Continuando a estranha dança no meio da sala, Milo olhava para shina enquanto cantarolava.

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Se aproximou devagar, com calma e cuidado, quase como se seus movimentos estivessem embalados pelo ritmo suave da canção e a beijou. Finalmente... ele pensava enquanto a puxava mais para perto aconchegando-a em seus braços sem separar-se de seus lábios. O mundo poderia acabar naquele momento eterno, nenhum dos dois sequer perceberia.

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

____x____x____x___x

Bem é isso! Espero que tenham gostado.

Acho esse casal mt bacana e não os vejo como um casalzinho meloso cheio de declarações de amor... por isso o final mais simples, sem açúcar desnecessário... acho que eles combinam mais com pimenta!rsrs

Ah, mas tive outras idéias e logo vou aprontar em novas fics com esses dois!

Agradeço de coração a Alana (Lillith 06), Lannyluck e Nicka l. O incentivo de vcs foi essencial para a continuidade desta história!!! Muito obrigada!!! ;-)

Bjus,