Disclaimer: Harry Potter é propriedade de J. K. Rowling, da Warner Brothers e afiliadas. Sem fins lucrativos.


Apatia

O garoto até podia deixar a timidez surgir às vezes, mas em determinados momentos deve-se admitir que havia um tom de ousadia em suas ações. Talvez tudo apenas lhe escapasse, mas houve uma vez em que isso foi surpreendentemente intencional.

"Você vai precisar de uma caixa de recordações agora que me conhece."

Ele certamente sabia como chocar se você olhasse de perto.

A boca de Hermione assumiu a forma de uma linha fina, cética, e depois se retorceu num sorriso leve, quase irônico. Ele ignorara seu agradecimento sincero sobre o episódio do trasgo, um começo de amizade. Obviamente ficariam juntos para sempre, então.

A apatia juntou as duas pontas da história, embora ele não goste de reconhecer. Na verdade, dificilmente se lembraria de sua primeira conversa a sós com a esposa se a indiferença não tivesse se metido entre o casal.

Talvez não haja necessidade de repetir a história toda. Seria doloroso demais. Saiba somente que a mesa da cozinha tinha sempre um lugar sobrando depois de um verão em que a necessidade de uma caixa de recordações foi provada absurda, ela nunca se esquecia, mesmo depois de tantos anos. As coisas só decaíram depois dessa pequena felicidade. Até ela se perdeu.

O desconforto estava instalado sobre a família Weasley, com Rose eventualmente deixando a mesa também, por opção. Não conseguia suportar a apatia que estava grudada em sua mãe. E infelizmente, ela compreendia o sentimento.

Ron às vezes ainda remetia à infame apresentação deles, brincando com a esposa sobre a existência de uma caixa de recordações na cabeça dela, nela toda. Os dois rostos sempre ficavam mais amargos depois disso, por melhor que fosse a intenção, por mais incrédula e infeliz que viesse a afirmação de Ron. Culpou-se quando desejou que ela se esquecesse.

Talvez com o esquecimento do vazio que estava com ela, um vazio de mãe, ela voltasse ao que era. Ron precisava de seu movimento, pois ela sempre o deixava seguir, não importando as condições. Precisava de sua alma e de seu coração, que estavam sempre nos lugares certos. Era difícil amá-la quando estava tão distante. E ele também compreendia o sentimento.

Ele apenas queria que Hermione se esquecesse, nem que fosse preciso se esquecer dele mesmo.