Disclaimer: Naruto não me pertence, apenas aquela sandálinha ninja feia.

Avisos: Esse fanfic é U.A. - Alternative Universe, e pode ou não conter palavreado chulo ou cenas/escritas pesadas, embora nesse capitulo não haja nada deste tipo.


Ilusões insanas.

-

-

Cortes desmemoriados.

-

"Uchiha?" Perguntou a enfermeira, direcionando o nome para a ampla sala de espera. "Uchiha Sasuke?" Dois homens e uma mulher se levantaram, indo em direção a enfermeira. "São os responsáveis pelo paciente A-1873, Uchiha Sasuke?" Um dos homens olhou para o documento querendo confirmar se era mesmo essa pessoa.

"Sim."

"Nomes" Pediu, mas vendo que os mais velhos dos homens franziu a levemente a testa, tratou logo de explicar. "São regras do hospital, senhor."

"Uchiha Fugaku, o pai do paciente."

"Uchiha Mikoto."

"Uchiha Itachi."

"Como Sasuke-chan está?" Perguntou a mulher portadora de leves rugas na face, suavemente. Pela idade e pelo nome, a enfermeira logo a identificou como a mãe.

"O senhor Uchiha Sasuke-sama, esta fora de qualquer risco." Shizune, a enfermeira, observava atentamente a prancheta em suas mãos. "Teve apenas um corte desagradável na cabeça, nada com que se devam preocupar" Subiu o olhar, para observar a reação dos três, mas não havia ninguém surpreso, triste ou alegre... estavam apenas, bem, indiferentes a qualquer palavra dita por ela. Desceu os olhos novamente a prancheta e continuou. "Ele só poderá receber visitas a partir de amanhã, o médico do turno recomenda que voltem para casa e retornem amanhã." Mikoto ficou tensa, eles não deixariam uma mãe ver seu filho? Ambos os homens assentiram. "Agora, se me dão licença." Shizune se afastou lentamente. "Akasuna?" Falou alto, vendo uma velinha se levantar de sua poltrona de má vontade.

"O que faremos, Otou-san?"

"Vamos para casa."

------

Sábado, 3h57 – Hospital Particular de Konoha.

Sasuke piscou os olhos, para logo os arregalar. Sua cabeça doía mais que nunca e sua boca estavas seca, parecia fazer dias que não bebia sequer uma gota de água. Seu corpo doía. Quando seus olhos fizeram o feito de olhar para baixo, conseguiu manter o foco, havia duas tiras de couros em seus braços – uma de cada lado, com o propósito de manter-lo firme na cama, e dois tubos ligados em um ponto comum, onde fluíam dois tipos de diferentes líquidos. Um em uma tonalidade incolor e outro em um tom de vinho. Mas que diabos? Como aquilo havia acontecido?

Ele sorriu. Sua esposa vestida de médica com certeza era uma imagem tentadora, mas... onde ela estava? Ele girou a cabeça, mas o quarto ficou fortemente turvado. Apertou os olhos e se esforçou para conseguir se concentrar, droga, não estava funcionando. Ele abriu a boca para chamar-la, mas um som estranho saiu de sua garganta. Essa não era sua voz, era?

Sentindo-se confundido, respirou fundo. Poucos minutos depois, a porta se abriu, revelando uma loira de grandes seios. Ela entrou na sala com o olhar enraivecido. Sasuke se encolheu. Onde estava a mulher dele?

"Sasuke Uchiha!" A mulher rosnou ferozmente, lembrando-se da ultima vez que o vira, o moleque havia sido imensamente grosso com ela 'Não preciso de remedi. Eu sou um Uchiha, Uchihas não precisam de remédios, blábláblá... ' Tsunade se lembrou com raiva, em pensar que havia visto aquele menino nascer. Maldito dia em que tinha que fazer plantão naquele hospital, maldito horário em que a chamaram para ver um paciente, maldito dia para ver Uchiha Sasuke. Sasuke choramingou. Com quem ela estava falando? Quem era um Uchiha? O que um multimilionário estaria fazendo ali? Ele olhou ao redor da sala. Do que esta mulher estava falando? Teria ela fugido de alguma ala mental?

"Quem?" Sasuke resmungou. A mulher apenas se limitou a rosnar novamente, esse garoto só estava piorando esse humor com essas brincadeirinhas.

"Não se faça de espertinho pra cima de mim Sasuke, seu moleque!" Tsunade brigou, fazendo com que Sasuke franzisse a sombrancelha. Esta mulher estava completamente equivocada, não havia nenhum Sasuke ali.

"Não, não!" Sasuke negou firmemente "Eu não estou me fazendo de esperto. A senhora deve ter me confundido com alguém." Tsunade piscou os olhos, horrorizada. Como é que é? Com que força ele havia batido a cabeça?

"Esta me dizendo que você não se chama Sasuke?" Ele assentiu. "Então... quem é você?" Perguntou estranhada.

"É estranho eu dizer isso, mas... eu devo ter me esquecido... ou talvez eu não tenha nome." Ele respondeu educadamente, tão educado que ela realmente duvidou que aquele fosse realmente Sasuke. Tsunade franziu a testa, puxou a cadeira próxima aos aparelhos médicos e se sentou próxima à cama de Sasuke.

"Nenhum nome?" O jovem negou. "Nenhuma idéia?" Ao ver o jovem negar novamente, a médica a garganta ficar seca e o ambiente ficar tenso. Será que ainda havia tempo dela arranjar um atestado e ir embora para casa e acordar desse terrível pesadelo de mau gosto?

"Mas talvez tenha uma pessoa que possa lhe ajudar." Tsunade levantou os olhos, com certeza não havia mais tempo.

"Quem?"

"Minha esposa." Respondeu simplesmente. A loira arregalou levemente os olhos, céus, este era Uchiha Sasuke, o homem com a maior aversão a relacionamentos estáveis em todo o mundo, com certeza aquele homem na cama a sua frente estava mal, um mulherengo dizendo que estava casado, ela riu interiormente. Podia ate ver as manchetes do próximo dia, 'Uchiha Sasuke, o maluco!' venderia igual água no deserto, pensou maldosa.

"E quem seria sua esposa, meu caro?" Perguntou ironicamente. Pobre Sasuke.

"Hyuuga Hinata."

-

Continua...

-

-

N/A: Bem, aqui estou eu - de novo, com mais um plano maligno de achar meios de ganhar reviews, mentira. Já faz um tempo que a idéia de terminar um longfic vinha me perturbando, então eu decidi criar essa historia e prometer que vou terminar-la. Eu não ando com muito tempo para escrever, mas vou fazer o máximo para tentar atualizar, claro, caso haja pessoas interessadas numa atualização, senão esse fic entrará em hiatos ou será deletado, pois poucas reviews desiludem qualquer autor.

Primeiramente essa é uma fic Sasuke e Hinata de rate T, mas se tiver um grande interesse pela fic, talvez o rate suba para M, isso depende de vocês, leitores. Estou ciente de que estou sendo completamente chata com isso, mas a partir de agora eu gostaria de escrever fanfics que agradassem a todos, sejam elas do ou de fora.

Espero que compreendam e fico na espera de reviews! ^^'

Bgsmil (K)