O silêncio não é amigo do Sokka

Num consultório psiquiátrico...

Psiquiatra: Sokka, descobri o seu problema: as batalhas contra a nação do fogo te deixaram completamente estressado! Te recomendo paz e silêncio!

Sokka: Não se preocupe, Doutor! Seguirei o seu conselho!

Sokka pagou o psiquiatra e saiu do consultório. Foi ao ponto pegar o ônibus que ia para Ba Sing Se.

Sokka: *pensando* Que lugar melhor de se conseguir sossego do que um ônibus?

Ele sentou num dos bancos perto do corredor e do lado esquerdo do ônibus. Quando estava quase adormecendo, o som de duas guitarras o fizeram acordar com um grito histérico. Eram a dupla Puffy AmiYumi, que tocavam nos bancos do lado direito do ônibus.

Sokka: *irritado* Querem parar com isso?

Yumi: *reclamando* Ô garoto, nós somos Puffy AmiYumi! Temos uma turnê e precisamos treinar, entendeu?

Sokka: MAS EU ESTOU A FIM DE DORMIR!

Ami: *guardando a guitarra* Sem problema! Nós treinamos no intervalo antes da turnê!

Sokka ia voltar a dormir, mas algo no banco ao seu lado chamou sua atenção.

Sokka: Desde quando vocês estão sentados aí?

No banco ao lado, estavam os irmãos Warner.

Dot: OLÁ ENFERMEIRO!

Dot pulou no colo de Sokka.

Dot: Sou a princesa Angelina Condessa Louisa Francesca Banana Fanna Bo Besca Terceira, mas pode me chamar de Dot!

Yakko e Wakko: Nós somos Yakko e Wakko Warner! E você é nosso "amigo especial"!

Sokka: *confuso e pensando* Amigo especial?

De repente, três raios passaram ao lado de Sokka e foram pra parte da frente do ônibus, antes do raio verde cair em cima dos irmãos Warner.

Yakko e Wakko: OLÁ, ENFERMEIRA VOADORA!

Docinho: AAAIII!!!

Docinho saiu de cima deles e voltou pra frente do ônibus.

Macaco Loco: *lutando com as meninas super poderosas nos bancos da frente* Ninguém pode com o Macaco Loco!

Sokka: *pensando* Será que dá pra ficar pior?

Isso foi antes dele ser acertado na testa por um desentupidor de pia e cinco crianças correrem pelo corredor do ônibus.

Número 3: *indo até o Sokka* Desculpa, eu errei! Pode devolver meu desentupidor?

Sokka devolveu o desentupidor pra ela com cara feia.

Número 1: *perseguindo a molecada da rua de baixo com o resto do setor V* NÃO PODEM FUGIR, MOLECADA DA RUA DE BAIXO!

Quando Dot saiu do colo de Sokka, este achou que teria sossego, antes de alguém cair em cima dele.

Sakura: *furiosa e com o punho levantado* VAI ESTAR MORTO SE FIZER ISSO DE NOVO, NARUTO!

Naruto: *olhando pro Sokka e saíndo de cima dele* Desculpa por isso! Ei, você é o pai do Konohamaru?

Sokka: *estranhando* Quem?

Sasuke: *resmungando e puxando o Naruto pela orelha* Que idiota!

Quando Sokka achou que tinha acabado, havia um rato na sua cabeça. E quando percebeu isso, foi acertado na cabeça por uma vassoura segurada por um gato. Era a dupla Tom & Jerry. Sokka já estava de "cabeça quente".

Sokka: PAREM ESSE ÔNIBUS!

Depois de 5 horas, ele chegou em Ba Sing Se, a pé.

Katara: Nossa Sokka, que demora! O que o doutor disse?

Sokka: Que preciso de paz e silêncio!

Toph: Uma ida à feira resolve! Só precisamos pegar o ônibus e...

Sokka: ÔNIBUS? NÃÃÃOOO!!!

Sokka saiu correndo, atravessando a parede.

Aang: *surpreso* Isso que é vontade de ir à feira!

FIM!!!