N.T.: Twilight não pertence a mim nem à Oriana de la Rose (autora dessa história), os personagens pertencem a Stephanie Meyer.

Autora: Oriana de la Rose (.net/u/1796266/Oriana_de_la_Rose)

Fic Original em Inglês: .net/s/4815442/1/Naked_Desire

Espero que gostem!

Ju


Capítulo 1. Molhada

BPOV

Sentei na minha mesa no primeiro dia de aula, tentando ser invisível. Era uma turma extremamente pequena, com apenas sete pessoas, incluindo eu. O professor começou a falar. "Formem pares" ele ordenou. Imediatamente, todos tinham um parceiro, menos eu. Eu me senti como um pária e afundei mais na minha cadeira. "Será que todo mundo tem um parceiro?".

Relutante, eu levantei minha mão. "Eu não".

"Qual é o seu nome?"

"Bella Swan".

"Bella, você pode ser parceira de Edward quando ele aparecer. Ele disse que teve uma emergência familiar e pode não ser capaz de chegar". O professor, Sr. Cook, sorriu me tranqüilizando. Tentei não olhar muito assustada com a perspectiva de formar par com um cara que eu não conhecia. Eu sempre fui exageradamente tímida, até minha mãe dizia isso, e eu não tinha encontrado muitos caras para ganhar mais experiência.

"Espero que todos gostem de seus parceiros porque vocês vão trabalhar juntos por todo este semestre. Há também um trabalho bastante grande chegando em três semanas. Você e seu parceiro serão o tema da pintura um do outro".

Eu já estava me sentindo desconfortável.

"E já que eu quero fazer isto um desafio para vocês, vocês serão modelos nus".

"O quê?!" eu gritei, pulando e derrubando minha cadeira atrás de mim. A classe inteira olhou para mim. Corei descontroladamente e rapidamente voltei a sentar. Ignorando o meu desabafo o Sr. Cook prosseguiu.

"Você e seu parceiro colocarão suas pinturas neste canto".

Eu ainda estava me recuperando da atribuição que nos tinha sido dada. Modelagem nua? Como minha vida poderia ficar pior? Após a aula minha melhor amiga, Alice, agarrou meu braço. "Bella!" ela gritou, rebocando Rosalie atrás dela. "Estamos prestes a pular de cabeça na piscina. Venha conosco".

"Não, obrigado, Alice" eu disse sombriamente.

"Oh, Bella", ela repreendeu. "Não seja como minha avó. Estaremos lá apenas por um par de horas". Ela liberou o poder de seus olhos de cachorro em mim. "Por favor? Por favor?".

"Ugh. Certo" murmurei relutante.

Ela gritou de prazer. "Eu tenho o biquíni ideal para você!". Os carros de Alice e Rosalie estavam no conserto, de modo que fomos com minha velha picape. Quando chegamos, Alice me puxou para um vestiário ao lado da piscina. Ela jogou algo em mim assim que eu puxei a cortina fechada para o vestiário.

Depois que eu coloquei o biquíni, eu olhei para o espelho. "Alice, eu não vou usar isso!" eu gritei para fora. O biquíni era azul escuro e cheio de laços.

"Você vai ou eu vou forçá-la" a voz de Alice veio ameaçadora.

EPOV

Estava tão irritantemente quente. Eu quase queria que alguém se afogasse, assim eu teria uma desculpa para mergulhar na água fria. Emmett, Jasper e eu estávamos trocando mensagens de texto, já que nossas estações de salva-vidas estavam tão distantes uma da outra. Emmett estava ocupado olhando todas as garotas de biquíni tomando sol. Jasper, como eu, só queria que acabasse nosso dever como salva-vidas para que pudéssemos ir para algum lugar fresco.

Então ela entrou.

Todo meu pensamento parou. Então eu respirei.

Ela estava com outras duas garotas e todas pareciam como se fossem modelos. Mas tudo o que eu vi foi a morena com o biquíni azul. Sua pele pálida era lindamente destacada pela cor escura do pano. Ela tinha longos cabelos castanhos que caíam em cascata pelas costas como uma cachoeira. Ela parecia tímida ao lado da loira confiante. Mas sua timidez só a tornava mais linda.

Meu telefone vibrou perto da minha virilha e eu pulei, percebendo que eu já estava endurecendo só de olhar para a garota. Olhei para o texto que Jasper havia me enviado.

Confira a garota do biquíni roxo.

Eu olhei para ver a garota ao lado da morena. A garota tinha o cabelo preto curto e espetado e usava um biquíni violeta.

Olhe para a morena, eu digitei de volta.

A loira e a de cabelos pretos pareciam tentar convencer a morena sobre algo. Suas vozes chegaram até mim. "Bella, por favor, venha nadar conosco" elas pediram.

BPOV

"Eu acho que você não se lembra, Alice", eu disse assim que elas começaram a me puxar para a piscina. "Eu não sei nadar".

"Então você pode permanecer no raso", respondeu ela. "Você sempre pode aprender, Bella. Não há tempo como o presente".

"E se eu apenas tentar e conseguir um bronzeado? Deus sabe que eu preciso de um".

"Não", Alice disse severamente. "Olha, há vários salva-vidas, então se você se afogar, eles podem te salvar". Ela apontou para um dos três rapazes sentados nas cadeiras vermelhas.

Olhei para cima e nos encaramos. Seus grandes olhos esmeralda ardiam em chama e eu senti meu coração acelerar. Ele estava vestido apenas com uma sunga, então eu pude ver seu peito e braços perfeitamente esculpidos. Seu cabelo bronze era desgrenhado, mas impecável. Ele era, sem dúvida, o cara mais quente que eu já tinha visto. Eu não tinha certeza se queria que ele me salvasse. Eu provavelmente desmaiaria se ele estivesse tão perto de mim.

"Confira aquele pedaço de homem" disse Alice, apontando para o salva-vidas loiro. Rosalie mantinha olhares dissimulados para o grandão corpulento, que flexionava os músculos em sua direção.

"Ei, senhoritas." Viramos para ver um menino com cabelo espetado sorrindo para nós. Ele piscou para mim enquanto eu tentava não parecer muito aborrecida. "Quer jogar?" ele perguntou sugestivamente.

"Desculpe-me", Rosalie deu um silvo. "Nós não falamos com garotos que cheiram a ranho. Saia daqui". Ele virou-se duro e se afastou rapidamente, parecendo injustiçado. Eu não conseguia esconder o meu sorriso.

"Legal, Rose", eu comentei.

"Tudo para o meu homem lá em cima." Ela virou-se para o corpulento salva-vidas e, lentamente, correu suas mãos pelos cabelos dourados. Simultaneamente ela empurrou o peito para fora. Virei-me para ver o salva-vidas e cerca de uma dúzia de outros caras ofegantes.

"Rosalie, você é a coisa mais quente aqui fora", Alice sussurrou para ela, sorrindo.

"Eu não diria isso" respondeu Rose, piscando para mim. "Bella também conseguiu alguns admiradores – incluindo um salva-vidas muito lindo de cabelo bronze". Corei e espiei para cima para vê-lo olhando para mim. Eu nunca me senti tão desconfortável e exposta como eu estava neste biquíni.

"Você está quente, Bella" Alice disse, trivialmente. "Use isso a seu favor."

"Agora vamos nadar!" Rose gritou antes de pular na piscina. Alice conseguiu arrastar-me para a seção de três pés (raso). Eu tinha de admitir, não foi assim tão ruim. Arrisquei-me mais para longe até que me vi onde as pessoas mergulhavam. O chão, de repente, caiu para quinze pés e agarrei-me à borda da piscina. Quando comecei a ficar confortável, um cara começou a falar comigo.

"Você pode nadar?" ele perguntou. Virei-me para ver o menino de antes com o cabelo espetado.

"Não" eu admiti.

"Eu vou te ensinar. Vem cá. "Ele nadou para a parte profunda, enquanto eu continuava a me agarrar à borda da piscina.

"Não" eu insisti.

"Venha cá", ele insistiu, puxando-me para longe de minha zona de segurança.

"Não, pára!" eu chorei, mas ele me ignorou. Suponho que ele queria que eu me agarrasse a ele para ficar na superfície, mas eu nunca chegaria tão longe.

Fui ao fundo, engolindo água, e cuspindo quando eu era sacudida de volta para a superfície. O garoto não era forte o suficiente para me trazer de volta para a borda antes que eu estivesse completamente afogada. Quando eu voltei à superfície da última vez eu gritei antes de afundar. Eu ouvi um fraco respingo de água antes de tudo ficar preto e dois braços fortes envolverem-se em torno de mim.

A próxima coisa que eu senti foi algo pressionando contra os meus lábios e a água com cloro em meus pulmões. Mais uma vez pressionou contra a minha boca e ar foi soprado em meus pulmões. Eu tossi a água de repente. Ouvi gritos e aplausos. Eu me esforcei para abrir os olhos, mas eu os sentia tão pesados. Quando finalmente consegui, fui recompensada com um belo homem debruçado sobre mim. Seu rosto estava a centímetros do meu, os grandes olhos verdes vendo fundo em mim. Eu estava vagamente ciente da multidão de pessoas à nossa volta e do sorriso de Alice. Mas tudo que eu podia focar era no deus debruçado sobre mim.

Ele sorriu torto e meu coração falhou uma batida. "Bom dia, linda", ele disse ronronando no meu ouvido. Xinguei-me mentalmente por arquear ligeiramente pressionando meu corpo contra o seu seminu.

Alguém limpou sua garganta e eu voltei a mim. Ele se levantou, em seguida, inclinou-se para me ajudar. Eu deixei sua mão de lado e levantei-me sozinha.

A multidão se dissolveu até que restou apenas Rosalie, Alice, eu e os três salva-vidas. "Então," Rosalie começou, virando-se para o cara musculoso com bandas de aço em torno de seus braços. "Que tipo de carro você dirige?". Alice e o outro rapaz saíram para conversar e ficamos apenas eu e meu salvador.

"Você não deveria estar protegendo a vida de outras pessoas?" eu perguntei, apontando para as cadeiras vazias.

"Não, a mudança de turno começa agora" ele respondeu, ainda olhando para mim.

"Oh, eu disse hesitando

"Você quer se sentar?" perguntou delicadamente. "A menos que você prefira nadar..."

"Não!" eu disse muito rapidamente. "Eu tive bastante de natação para até o próximo ano". Sentei-me numa cadeira longa, do tipo que dobra todo o caminho de volta para que você possa deitar-se. Ele se sentou na cadeira atrás de mim.

"Eu me pergunto onde está esse imbecil" ele murmurou.

"Quem?"

"O garoto que quase lhe causou o afogamento". Ele me olhou, seus olhos encarando sobre mim. "Você ainda não passou filtro solar. Eu não quero que você se queime e isso seria muito fácil para alguém com a pele tão pálida como você".

"Olha quem está falando", retorqui; meus olhos encarando seu peito esculpido. Meu quase afogamento tinha feito com que eu me tornasse irritadiça. "Para um salva-vidas, você não parece muito bronzeado mesmo".

EPOV

Eu não poderia ajudar, mas recordar o sentimento de seu corpo minúsculo em meus braços e seus lábios contra os meus. Estávamos perto de discutir agora e seus olhos flamejavam.

"Isso porque eu acabei de me tornar um salva-vidas. Assim como Jasper e Emmett" eu disse, apontando para cada um dos meus amigos. Eles já pareciam muito orgulhosos com as atenções das duas meninas. Voltei-me para a mulher que eu tinha acabado de salvar. "Mas você não é a primeira garota que eu tratei".

Ela levantou uma sobrancelha.

Maldição. Por que é que tudo o que eu dizia saía errado quando eu estava tentando conversar com essa garota? Um brilho maldoso apareceu em seus olhos e ela sorriu pra mim. "Então você 'tratou' muitas garotas antes?". Definitivamente havia um duplo significado em sua voz sensual.

"Não… sim… talvez", eu gaguejava, tentando manter meu olhar fixo, sem passar pelo seu peito enquanto ela se inclinava para mim. Com um esforço fenomenal, eu mantive meus olhos em seu rosto.

"Quando foi a última vez que você tratou uma garota?

Quando ela colocou o dedo na boca, mostrando a pequena língua rosa, todo o pensamento me deixou. Pelo canto do meu olho eu vi uma dupla de rapazes olhando para ela. Eu agarrei rapidamente uma grande toalha branca e coloquei-a em seu delicioso corpo.

"O que você está fazendo?" ela exigiu.

"Eu não gosto da maneira que eles estão olhando para você", resmunguei.

Ela olhou para mim, mas não retirou a toalha. "Você não é minha mãe. Eu não quero você me dizendo o que fazer" ela disse asperamente. "Eu posso cuidar de mim".

Olhei para os dois rapazes e eles fugiram rapidamente. Voltei-me para ela, arqueando sobrancelha. "Não fui eu quem decidiu nadar nos quinze pés, embora ela não soubesse nadar".

"Não é como se eu quisesse vir aqui!" ela retrucou, seus grandes olhos castanhos queimando com raiva. Ela ficou de repente tão irresistível que eu queria apertá-la para mim e violentar sua boca com a minha.

"Então por que você veio?"

"Por que Alice e Rosalie arrastaram-me para cá". Ela bufou irritada, olhando para mim. "Eu nem sei por que você quis me salvar. Por que você não me deixou afogar?"

"Perdoe-me por salvar sua vida" eu disse sarcasticamente, minha voz levantando com ela. Levantei-me e olhei para ela. "Será que você queria que eu simplesmente deixasse você morrer?"

Ela levantou-se também, sua cabeça vinda só até o meu peito. A toalha caiu, expondo seu lindo corpo. "Talvez você devesse ter deixado!"

"Quem disse que eu não apenas salvei você porque era o meu trabalho. Eu sou um salva-vidas, você sabe" eu indiquei acaloradamente.

Ela abriu a boca para replicar, mas Emmett interrompeu. "Eu espero que você não esteja discutindo com ela, Edward. O que aconteceu com a sua política de 'não brigar com garotas'?"

BPOV

Todo o sangue pareceu escorrer do meu rosto e meu coração parou. As palavras de Emmett reverberaram em minha mente.

"Edward?" sussurrei. Ele virou-se para mim.

"Sim?"

"Oh Deus". Eu tinha que sair daqui antes que eu desmaiasse. Este homem irritante era o meu parceiro em arte. E teríamos que modelar nus um para o outro...

Peguei minhas coisas e corri para Alice. "Estou indo embora agora".

"Espere!" ela chamou. "Aonde você está indo?"

Eu não parei para responder. Corri para o vestiário e troquei minha roupa o mais rapidamente que pude – tomaria banho quando voltasse para o meu dormitório.

"Bella, o que há de errado?" Alice exigiu no vestiário. Ela estava flanqueada por Rosalie. "Diga-me antes que eu seja forçado a te bater para acabar com essa sua histeria", alertou.

"Aquele homem impertinente lá fora é o meu parceiro na aula de arte." Minha voz soou louca mesmo para mim.

"Espere, comece do início" Rosalie ordenou.

Eu disse a elas sobre o Sr. Cook me colocar em dupla com Edward já que eu não tinha um parceiro e Edward teve uma 'emergência familiar'." . Eu rosnei em desgosto. "Aposto que ele só disse isso para sair da classe. Ele é o mais agravante, insolente... enlouquecedor homem vivo!"

"Bem, ele salvou sua vida" Alice observou.

"É o trabalho dele, Alice. Ele é pago para salvar as pessoas, lembra?"

"Parecia que vocês dois iam se acertar antes que você começasse a discutir" Rosalie disse friamente.

"Por que o fato de que ele é seu parceiro faz você querer fugir daqui?" perguntou Alice.

"Porque". Eu tomei uma respiração profunda. Isso seria torturante. "O professor disse que os parceiros têm de modelar nu um para o outro como uma atribuição. Supostamente nós temos que pintar uns aos outros".

Alice ficou de pé, de olhos arregalados e com a boca aberta. Lentamente, ela começou a sorrir. "Mas isso é ótimo, Bella. Você não enxerga?"

"Você poderá olhar o tempo que quiser para ele e estará perfeitamente bem" Rosalie respondeu, sorrindo. "Eu gostaria de poder olhar para o corpo de Emmett para sempre. Na verdade, eu faria mais do que olhar..." ela assumiu.

"Você acabou de conhecê-lo!" eu gritei, ainda agitada.

"É verdade, mas temos toneladas em comum".

Eu me virei para Alice pedindo ajuda. "Certamente, Alice, você vê o meu problema".

"Na verdade, Bella, essa é uma grande oportunidade para você sair com um homem a sério. Quando foi a última vez que você foi beijada? "

"Isso de novo não" eu gemi, prendendo meu cabelo úmido em um rabo de cavalo.

"Sim, é isso de novo. Você não teve um encontro em um ano inteiro".

"Seis meses" eu corrigi.

"Exatamente. Já é hora de você se envolver com um rapaz. E aquele salva-vidas lá fora ficou mais do que feliz em te salvar de um afogamento. Ele é bonitinho, Bella".

Eu gemi, exasperada. "Vocês não entendem. Aparentemente, não podemos ficar perto um do outro e, mais cedo ou mais tarde, eu vou ter que modelar nua para ele por causa dessa tarefa estúpida. Estou saindo agora porque não serei eu a dizer-lhe sobre isso".

E com isso, eu saí do vestiário. Para meu horror, Edward estava lá fora.

"Espero não ter ofendido você" ele disse suavemente, ainda vestindo apenas a sunga. Apesar de tudo, fantasias dançavam na minha cabeça de vê-lo nu e me tocando. Seria realmente tão ruim pintar esse deus? Eu olhei nos olhos maliciosos dele e decidi. Sim. Sim, seria muito ruim. Eu provavelmente não seria capaz de me impedir de desmaiar.

"Bella?" ele perguntou, tocando meu braço. Eletricidade atravessou o meu corpo e fiquei imediatamente hiper consciente dele tão perto de mim.

"Como você sabe meu nome?" eu perguntei estupidamente.

"Sua amiga, Alice, me disse".

Amaldiçoei-a. "Eu tenho que ir", eu disse finalmente. "Vejo você na aula".

"Na aula?"

Maldição! Eu poderia me bater por ser tão estúpida e deixar isso escapar. "Tchau" eu murmurei antes de sair dirigindo em minha velha picape. Eu estava no meu quarto em menos de quinze minutos. Tomei banho rapidamente e me troquei. Alice e Rosalie chegaram vinte minutos mais tarde.

Alice, minha companheira de quarto, sentou-se e falou de Jasper até às 11:30 naquela noite. Ela me contou sobre a troca de números de telefone e como seu cabelo dourado brilhava ao sol. "Então depois que você saiu, sem nós, eles tiveram que nos dar uma carona", ela disse severamente. "Mas eu tive que sentar no colo de Jasper porque não havia mais espaço em seu carro." Ela sorriu e deu uma risadinha.

"Alice, é tarde, será que podemos dormir agora?" eu pedi rabugenta Ela bufou e balançou sob sua coberta.

"Eu não ficaria tão irritada, Bella. Tenho a sensação de que você e o Sr. Edward vão se tornar muito próximos".

Olhei para ela. "Provavelmente não".

Ela sorriu maliciosamente. "Você deve saber melhor do que contra mim".

Naquela noite, minha mente não se desligou. Eu não conseguia parar de pensar em Edward e nossa próxima tarefa. O que ele diria amanhã quando descobrisse sobre a nossa tarefa? Visões do seu peito e braços finamente esculpidos nadavam sob minhas pálpebras. Então, um pensamento me atingiu. Quem seria o primeiro modelo?

Eram duas da manhã antes de eu finalmente cair num sono muito perturbado.


N.T.: Gostaram??? Então deixem reviews!!!