Nota da Tradutora: Essa fanfic começou a ser traduzida no FF, mas foi abandonada em abril. Agora eu tenho a autorização da My-Bella para recomeçar.

Disclaimer: A história pertence a My-Bella e os personagens a Stephenie Meyer, a mim só pertence a tradução.

Espero que gostem da fic, ela é muito fofa, e eu amei.


Cap 1 - Convite para Jantar (Edward PDV)

"Alice" Eu sibilei "De novo não!"

"Você me deve irmão querido" ela disse calmamente "Foi você quem evitou o encontro às escuras que eu arranjei pra você."

"Eu disse pra você não fazer isso!" eu gritei.

"Fale mais baixo!" ela exigiu.

Eu suspirei enquanto Alice colocava sua mão em meu ombro.

"Edward, eu estou apenas tentando te ajudar. É pra isso que as irmãs mais velhas servem."

"Você já não me ajuda escolhendo e comprando minhas roupas?" eu provoquei

"Alguém tem que ter a certeza de que você esteja apresentável." Alice segurou um riso "Olha, Edward. Não é grande coisa. Emmett convidou Rosalie para conhecer sua irmã mais nova. Rose está nervosa, então convidou a Jasper e a mim para fazer com que pareça menos formal. Eu estou convidando você, porque é uma sexta-feira à noite e você não precisa ficar em casa mofando!"

"Eu não estou mofando!" me queixei.

"Sim, você está!" Alice replicou "Mamãe e Papai ficariam furiosos se soubessem que você vem estado de mau-humor desde que eles viajaram."

"Mas você não irá lhes contar, minha irmã mais velha." Disse-lhe sorrindo. Eu sabia que ela não resistiria se eu sorrisse e mostrasse minhas covinhas.

"Pode ser que você tenha razão," Alice disfarçou o riso, pressionando um dedo contra minhas covinhas. "Mas se você não vier sem fazer escândalo, você pode descobrir o quão errado você está irmãozinho."

"O que você quer que eu vista?" Eu perguntei. Eu havia sido derrotado e já não tinha necessidade de sair discutindo.

Alice gritou e se jogou sobre mim. Ela era uma das únicas pessoas no mundo que eu deixava chegar perto o bastante para me tocar. Às vezes deixava minha mãe me tocar, mas só quando e não podia evitar sem ferir seus sentimentos. Não era uma boa idéia deixar as pessoas se aproximarem. Poderiam machucar e arrancar seu coração se as deixam entrar nele. Eu aprendi isso da maneira mais difícil. Eu não cometo os mesmos erros.

Eu beijei o cabelo preto e espetado de minha irmã e a abracei de volta. Não era uma má irmã. Ela era apenas muito insistente, às vezes.

"Alice você precisa me soltar agora." Suspirei "Você não pode escolher minhas roupas desse jeito."

"Edward é realmente raro você me deixar quebrar a regra de não tocar por mais de dez segundos. Por favor, me deixe aproveitar meu abraço." Ela respondeu.

Inclinei-me e comecei a lhe fazer cócegas. Ela pulou para trás, rindo alegremente. Minha irmã sempre me lembra a sininho quando ria.

"Não é justo!"

"A vida não é justa, Alice. Ninguém nunca lhe disse isso?" eu ironizei.

"Somente você irmãozinho." Alice cantou enquanto entrava em meu armário. "Vista isso e isto", ela disse enquanto me jogava um par de jeans escura, uma camisa pólo preta e uns sapatos pretos. "Esteja pronto para sair em vinte minutos."

"Sim, senhora!" eu falei lhe fazendo uma pequena continência.

Ela virou-se para mim colocando suas pequenas mãos em meus ombros. Era mais velha que eu, mas ela mal chegava aos 1,52 metros. Eu passava dela com meus 1,88 metros de altura. "Edward, eu prometo que você irá se divertir essa noite."

"Eu irei cobrar isso de você." Provoquei a levando para fora do meu quarto.

Vinte minutos mais tarde e três tentativas frustradas de colocar meu cabelo sob controle, a campainha tocou. A risada emocionada de minha irmã só podia significar que Jasper havia chegado. Sorri com malicia, pensando em como minha irmã estava apaixonada pelo namorado. Eles estavam juntos acerca de um ano e eu nunca o vi tratá-la com nada que não fosse respeito. Eu gostava dele por isso.

Sai de meu quarto e desci as escadas para encontrá-los se beijando na entrada da porta. Limpei a garganta um pouco alto e disse, "Talvez você queira deixá-lo entrar na casa, Alice. Está um pouco frio lá fora com a neve e tudo."

Jasper segurou o riso enquanto Alice me lançava um olhar penetrante.

"Boa tarde, Edward." ele disse

"Boa tarde, Jasper. Como vai você nesse dia fantástico?" eu perguntei.

"Melhor agora que tenho sua irmã aqui comigo." Jasper falou abraçando Alice ao seu lado.

"Você sabe que pode ficar com ela quando você quiser!" revirei os olhos em um falso desdém "Eu não sentirei falta dela."

"Sentiria sim!" Alice disse escandalosamente, mostrando-me a língua.

"Qual o motivo da gritaria?" Emmett perguntou enquanto entrava com Rosalie. "Quem está brigando?"

"Ninguém!" Alice e eu gritamos

"Deveria saber que eram vocês dois." Emmett falou disfarçando o riso "O que ele fez dessa vez Alice?"

"Ei!" gritei ofendido "O que faz você pensar que a culpa foi minha?"

"A pequena e doce Alice nunca grita, a não ser que você esteja envolvido." Rosalie provocou.

"Mostra o que você sabe sobre minha querida irmã mais velha." Sorri "Você deveria vê-la quando nossos pais recebem a fatura do cartão de crédito todo mês. Te juro como ela é capaz de gritar por horas a fio sobre o alto custo da moda. Então, Rosalie, eu soube que essa é uma grande noite pra você."

Pela primeira vez eu vi Rose corar "É o que parece." Ela olhou para Emmett nervosa.

Emmett a abraçou rindo alegremente. "Eu prometo que não deixarei ela te morder."

"Isso significa que há uma chance de que ela vá?" Talvez essa noite vá ser mais interessante que eu pensei.

"Ela pode ser territorial quando quer." Emmett falou seriamente. "Ela é um tanto teimosa."

"Bem, agora estou contente por ter sido convidado." Eu ri.

"Há, há, Edward!" Rosalie disse.

"Ah, Rose!" suspirei "Você sabe que eu só te torturo porque eu te amo."

"Ela já tem dono!" Emmett censurou. Abraçou Rosalie mais forte e a beijou.

"Vamos logo!" eu disse revirando os olhos "Eu concordei em ir jantar, não em ficar vendo vocês se beijarem."

"Mal-humorado hoje hein, Edward?" Jasper perguntou sorrindo.

"Adivinha com quem." Cruzei meus braços sobre o peito.

"Eu o faria, mas não creio que tenhamos tempo para a luta livre que isso acarretaria." Jasper disse.

"Eu dirijo!" Peguei minhas chaves e sai pela porta. Eu sabia que eles logo me seguiriam. Passei a mão na parte da frente do volvo enquanto ia para o banco do motorista. Alice sentou na frente junto comigo, enquanto os outros sentaram atrás.

"Como vão indo as melhoras?" Rosalie perguntou.

"Você é a Deusa da mecânica, Rose" eu disse feliz. "Meu carro te ama por isso!"

"Eu nunca conheci um homem que fosse tão apegado com seu carro", Emmett sorriu.

"Você nunca encontrou o carro certo então" eu brinquei.

"Ou talvez você ainda não tenha achado a mulher certa", Alice provocou.

Eu olhei pra ela furioso. Ela tampouco ficou impressionada ou intimidada com isso.

"Você irá ao próximo encontro às cegas."

"Você irá parar de me arranjar coisas assim." Ordenei.

"Eu farei um acordo com você," ela falou "Encontra uma mulher por conta própria e vai em um encontro de verdade com ela nos próximos dois meses e eu deixo você em paz. Se não, faremos isso do meu jeito."

"Você não pode por tempo no amor," eu brinquei sorrindo o seu sorriso favorito.

"Edward!" ela soltou uma risada empurrando meu ombro. "Você pode ser bem irritante irmãozinho."

"Mas você me ama por isso." Eu indaguei.

"Sério, Edward," Emmett me chamou "Você é gay?"

"O que?!" gritei.

"Tudo bem se você for. Estou perguntado mais por curiosidade e tudo," Emmett continuou. "Nós não te amaríamos menos por isso."

"Emmett" eu disse tentando manter meu temperamento sob controle "Eu não sou gay."

"Apenas checando." Emmett falou "Não há necessidade de ficar com raiva. Mas você tem que admitir que é uma pergunta sensata vendo que você se recusa a namorar."

"Não, Emmett," eu sibilei. "Não é uma pergunta sensata. Minha recusa em namorar é apenas problema meu."

"Eu não concordo irmãozinho," Alice disse "É problema nosso, mas apenas por que queremos ver você feliz. Um homem não pode viver apenas de seu carro e seu piano."

"Isso é o que você diz," eu murmurei "Emmett nos fale mais sobre a sua irmã." Eu disse tentando tirar a atenção de mim.

Emmett conteve um sorriso "Bem, eu já disse que ela é teimosa e mandona. Ela também é a pessoa mais esperta que eu conheço."

"Eu pensei que era eu." Eu brinquei

"Ela pode te entreter muito fácil, Edward." Emmett falou seriamente "Ela também é muito boa em ler as pessoas. Ela possui mais CDs e livros que eu possa contar, ela lê e ouve tudo pelo menos duas vezes. Ela é bastante independente e odeia surpresas. Ela possui grande expectativas das pessoas que ama e ela não irá deixar você fazer nada que não seja o seu melhor. Eu juro que ela, às vezes, me faz sentir como se ela fosse a irmã mais velha."

Eu olhei Emmett pelo espelho do retrovisor em quanto ele falava de sua irmã. Todas as vezes que ele falava dela eu podia ver o quão importante ela é para ele, e o quanto ele a ama. Emmett vem tomando conta dela por quase cinco anos, desde que seus pais morreram em um acidente de carro. Essa era uma das coisas que ele tinha em comum com Rose. Ela e Jasper eram gêmeos e perderam seus pais quando estavam no ultimo ano do colegial. Eles nunca realmente falaram sobre isso. Isso fazia com que Alice e eu fossemos gratos por ainda termos nossos pais. E nossos pais estavam mais que contentes em tratar Rose, Jasper e Emmett como membros da família Cullen.

"Você tem certeza de que ela vai gostar de mim?" Rosalie perguntou.

"Ela vai adorar você, Rose," Emmett falou pegando suas mãos em suas enormes. "Ela vai olhar para você e ver como você é perfeita pra mim. Afinal de contas, você é a mulher mais linda do planeta."

"Eu mal posso esperar," Alice falou soltando risadas "Eu sempre quis conhecê-la, Em! Desde quando você me falou sobre ela pela primeira vez! Eu posso dizer que ela é uma pessoa maravilhosa. Nós iremos ser grandes amigas, eu posso ver isso com clareza."

"Eu não sei, Alice," Emmett disse balançando sua cabeça. Seu sorriso maroto entregou sua provocação. "Eu falei do seu vicio por comprar e ela está com um pouco de medo de você. Ela odeia compras."

"O que?!" Alice gritou "Como alguém pode odiar compras? Bem, Rose e eu teremos que mudar a cabeça dela então."

"Eu já mencionei que ela é teimosa?" Emmett prendeu a risada.

"Eu só não posso acreditar que você a escondeu de nós por tanto tempo." Alice censurou.

"Eu não a escondi. Ela está na universidade e trabalhando." Emmett se defendeu.

"Eu tenho certeza de que ela amará tanto Rose como Alice," Jasper falou. "Elas são difíceis de resistir."

"Obrigado, Jazz!" Alice falou se inclinado pelos bancos para beijá-lo

"Como ela vai indo nas aulas com as finais chegando?" eu perguntei.

"Ela não me diz necessariamente. Às vezes ela é independente demais, mas essa é a minha irmã. Ela ainda se recusa a me deixar ajudá-la a pagar pela universidade. É por isso que ela tem esse emprego. E a menina maluca ainda arranjou um segundo emprego no shopping, embalando os presentes de natal." Emmett segurou a risada.

"E por que ela é maluca?" eu questionei.

"Minha irmãzinha é um tanto atrapalhada e acidentes tendem a encontrá-la," Emmett explicou. "Sentar-se arrodeada de tesouras e papeis é uma má idéia para ela. Pra ser bem sincero, eu estou surpreso por ela está indo tão bem como garçonete. Eu acho que é porque ela pode usar tênis no trabalho. Se aquela garota tivesse que usar alguma coisa com salto, eu estaria na sala de emergência toda a noite."

"Ela parece ser ... interessante" eu ri.

"Edward, seja gentil!" Alice me advertiu. "Nem todos podem ser perfeitos e graciosos como você."

"Alice não o encoraje." Jasper falou "Seus sentimentos de superioridade já são suficientemente grandes."

"Eu nunca disse que era superior." Eu me defendi.

"Você não precisa," Rosalie riu "Está escrito em toda a sua cara na maioria dos dias."

"Então por que, eu peço que me digas, vocês insistem em me chamar para essas suas saídas?" grunhi.

"Por que quando você deixa seus muros caírem, você é uma boa companhia para se ter por perto." Jasper explicou.

"É, Eddie," Emmett falou "Você sempre sabe fazer algo original quando resolve agir de acordo com a idade que tem."

"Por favor, não me chame assim," suspirei "Você sabe que eu odeio."

"Eu farei um acordo com você," Emmet ofereceu, seus olhos azuis brilhavam "Seja o Edward divertido que todos conhecemos e amamos esta noite, e eu deixarei de usar este nome por um mês."

"Acordo aceito." Eu disse rapidamente.

"Você não quer saber o que acontece se você não se comportar?" Alice perguntou, sorrindo travessamente.

Estremeci quando os pensamentos se passaram por minha cabeça. Eu queria bater a cabeça contra o volante. Eu fui tão estúpido em concordar tão rápido! Apertei o volante com mais força e forcei um sorriso. "Não, obrigado, irmã querida. Eu pretendo me comportar."

Eu estacionei na primeira vaga vazia em frente ao restaurante. Nós saímos do carro e andamos até o edifício. Emmett andou diretamente até o pequeno pódio.

"Ei, Mike" Emmett chamou "Nos coloque na sessão da minha irmã, sim?"

"Sem problemas Emmett," Mike respondeu "Dessa vez ela sabe que você está aqui?"

"Sim," Emmett riu "Eu imaginei que seria melhor ela saber, depois do que aconteceu da última vez."

"O que aconteceu da última vez?" Eu perguntei me aproximando de Emmett.

"Eu não avisei a ela que eu viria," Emmett falou com um sorriso bobo "Ela veio anotar o meu pedido e eu estava com o cardápio cobrindo o meu rosto. Ela estava esperando que o "cliente" percebesse sua presença, mas ela se distraiu e virou as costas. Eu mexi com ela e ela começou a me bater com o bloco de pedidos. Quando ela viu que era apenas eu ela socou meu ombro e quase quebrou a mão."

"Está deveria ser uma noite interessante," Eu prendi o riso. Nós seguimos o garoto Mike até uma mesa. Emmett e Rosalie sentaram-se de maneira que logo veriam a irmã de Emmett quando ela aparecesse. Eu sentei perto da parede para poder inclinar minha cadeira para trás. Alice sentou-se ao meio com Jasper ao final, do outro lado de Emmett.

"Edward, lembre-se da sua promessa." Alice avisou.

Eu ajeitei minha cadeira e inclinei-me em Alice. "Alice, pare de me tratar como criancinha."

"Edward, pare de agir como uma." Ela revidou.

Eu sorri para ela e inclinei minha cadeira para trás novamente. Eu só poderia esperar que essa irmã de Emmett fosse tão imprevisível quanto parecia ser. Do contrário, esta seria mais uma longa noite vendo esses dois casais namorarem. Eu amava minha irmã, mas eu não conseguia entender seu desejo de me arrastar e literalmente me obrigar a segurar vela. Eu ouvi a música tocar, tentando entender a melodia. Era alguma música country. Eu estremeci e tirei a música da minha cabeça.

"Relaxe, Rose." Emmett falou colocando o braço ao redor de sua cadeira "Minha irmã irá gostar de você. Eu sei disso."

"É, Rose!" Alice concordou. "Se não, ela ficará surpresa que Emmett conseguiu uma garota com um gosto tão bom pra moda."

"Pra você tudo está relacionado à moda?" Eu ri.

"Mas é claro!" Disse alegremente, me batendo no ombro.

"Como estão às coisas, Em?" uma voz alegre falou.

Eu olhei para cima e vi Emmett puxando uma baixa morena para um de seus abraços de urso. "Muito bem, irmãzinha. Noite agitada hoje?"

Então, essa era sua irmã. A garota tinha olhos castanhos cintilantes, refletindo a felicidade que sentia ao ver o irmão ali. Talvez, essa noite realmente fosse ser interessante. Coloquei minha cadeira de volta ao chão e esperei a noite se desenrolar.


Ai o que acharam? Mandem reviews que eu os mandarei para a autora. Preciso saber a opinião de vocês.

Beijos e até o próximo capítulo.