Disclaimer: RG Veda não me pertence. Faço este fic sem fins lucrativos, apenas por diversão.

Aviso: Spoilers sobre o final da série

Bloody Darkness

Por: Mitzrael Girl

Já fazia muitos anos que Kujaku tinha dado a vida para libertar-lhe. Fazia muito mais anos que aquela guerra sangrenta tinha se acabado. Mas era simplesmente impossível esquecer o que tinha acontecido, e inevitável que cada vez que fechasse os olhos, não era aquele vazio negro que tomava sua mente… mas um imenso vermelho que lhe lembrava que todos, absolutamente todos eles… tinham sido suas vítimas. Podia contar nos dedos das duas mãos cada um dos que tinha morrido por conta dele, e ainda mais, quando se tornara o verdadeiro Deus da Guerra. Não tinha como esquecer, mesmo que Yasha ainda estivesse ali, ao seu lado, protegendo-o como sempre prometera… ele também tentara matá-lo.

Ashura fechou a mão em punho com força, sentado sob a sombra de uma das árvores do enorme castelo imperial, ainda regido por Taishakuten. Não sobrara ninguém… apenas pessoas das quais se recordar com carinho… pessoas que tinham dado a vida para protegê-lo, vidas que ele fizera questão de tirar.

Antes que percebesse, aquele cheiro peculiar lhe chamou a atenção e arregalou os olhos… mais sangue… sua mão estava com filetes de sangue da força que apertara as unhas sobre a palma. Não… não aquele vermelho de novo… ele sempre lhe assombrava. Sentiu um grito desesperado preso em sua garganta, pronto para sair…

– Está tudo bem, Ashura. Não foi nada.

Só conseguiu levantar os olhos assustados para a figura conhecida de Yasha quando a mão dele cobriu as marcas de sangue. Yasha sorriu, reconhecendo o pequeno Ashura do qual ele cuidara muito tempo atrás.

– Eu estou aqui. – disse, abraçando o outro.

Ashura se acalmou com a presença de Yasha, e teve coragem de fechar os olhos novamente… a escuridão tinha voltado a ser confortavelmente negra.