Disclaimer: Harry Potter é propriedade de J. K. Rowling, da Warner Brothers e afiliadas. Sem fins lucrativos.


Roslyn

v.
Não há outro som além do sopro do vento perto dela, mas seu arrependimento ainda grita mais alto em inútil desespero. É um triste paradoxo, pensa, sentir a esperança batendo no peito de tão forte e ao mesmo tempo saber que não há retorno nessa situação. E não consegue, não consegue evitar que os olhos escapem culpados para as redondezas, traidores, então se deixa levar.

Nunca mais o veria.

i.
Quando ele se acidenta depois de fugirem do Ministério, ela se contém. O controle surpreende a menina assustada dentro dela, aquela que fica calada pela necessidade de ficar e sobreviver. Ela pode ver sua dor e seu controle, e se orgulha dele, que também se mostra forte, e consciente, e ainda é Ron.

ii.
É inapropriado e ela sabe disso, mas se sente quase feliz, otimista de uma maneira inesperada. Eles estão juntos, e isso é melhor do que qualquer boa notícia. Nos dias em que não falta comida, eles riem inexplicavelmente, sem motivo, e imaginam, e sonham e-

Acreditam.

iii.
Há o insucesso, a preocupação, e as palavras que ficam suspensas no ar, porque nenhum deles tem a coragem de proferi-las. Sentem vergonha de si mesmos, o título de pertencerem à casa de Godric Gryffindor os fere como se fosse um insulto vindo de bocas infantis da casa inimiga.

Ron está indubitavelmente frustrado, e ela também, mas suporta.

Não é uma briga que termina tudo, como qualquer um poderia ter esperado, e sim essa diferença.

iv.
É numa manhã fria, antes da tormenta, em que ela verdadeiramente o vê pela primeira vez. Não há mãos dadas suadas de medo, não há o companheirismo inevitável construído em tanto tempo. Seus motivos, seus sentimentos estão transparentes para Hermione, como se estivessem grudados em seus olhos, forçando-a a vê-los.

Ela sabe o que vai acontecer, logo ela que nunca teve a mente muito aberta, segundo o que lhe foi dito. Não vai impedi-lo porque o ama e ele deve ser livre, porque não aceita que isso realmente vá acontecer. Chama a si mesma de louca, de pessimista. Vira a cabeça e não o vê mais, não como naquele instante. Seus olhos se desviam, ele se desvia e-

E partem.