-

Desde o primeiro momento, você viu paixão nos olhos verdes dela.

Era paixão o que a movia a correr pelas ruas silenciosas atrás de borboletas quando a conheceu. Era a paixão que a fazia sorrir antes de sentar no balanço e, com esse mesmo sorriso, convidá-lo a brincar com ela. E você sabia, simplesmente, que era também com paixão que ela olhava para cada pedacinho de vida ao redor.

Você era um desses.

Ela lhe sorria, e a paixão o arrebatava como se esse sentimento estivesse em você. Ela o olhava, e você chegava a desejar tão ardentemente que seu olhar expressasse a mesma coisa que, às vezes, desviava em vergonha. Ela o tocava numa brincadeira qualquer e, apesar de seu corpo se retesar, foi só depois que você descobriu que a sua paixão era diferente da dela.

Era a inocência dela contra a sua ambição. Era o toque quente dela contra o seu desviar. Era uma mão delicada contra uma que queria segurá-la e não largar nunca mais. Era só mais um sonho para ela, e a sua chance de sonhar pela primeira vez.

Foi com olhos negros e brilhantes que você ouviu o nome dela ser chamado. Foi com um palpitar maior no peito que você a viu sentar no banquinho, e com um quase explodir que você observou cada movimento do chapéu escuro contrastar com o cobre de seus fios ruivos.

Você sabia. Os olhos dela eram verdes como a cor da Sonserina.

-


-

É a minha primeira tentativa de Severus e Lily, e devo agradecê-la totalmente à Sakura Diggory. É para ela que essa fic inteira, de quatro capítulos, é dedicada. Espero que ela apareça, porque está meio desaparecida por causa do trabalho.

Besitos, guys. Estou esperando reviews, ok? O sonho de todo escritor ;3