Normal: narração e fala

Itálico: pensamento

Beijo de visco

Era mais uma noite de natal. Apesar de Vegeta ter discordado, a festa de natal seria na casa de Bulma. Todos estavam presentes, incluíndo Kuririn e a Número 18, que praticamente arrastou o irmão pra festa contra a vontade dele (este foi revivido depois de sua destruição e vive uma vida normal).

Número 17: *encostado numa parede* Como foi mesmo que a 18 me convenceu a vir pra essa festa? Ah, lembrei! Ela me puxou pelo braço antes que eu respondesse!

Mas não eram apenas Vegeta e Número 17 que não estavam felizes. Pan estava encolhida num canto, completamente deprimida. Havia levado outro fora, e justamente na véspera de Natal.

Pan: *chorando* Eu não aguento mais isso! Por que os rapazes não me aceitam como eu sou?! O vovô, o papai e o Sr. Vegeta não tiveram esse problema!

Bulma: *ao lado de Pan* Por que está chorando, Pan?

Pan: *enxugando as lágrimas* Eu levei um fora do Makoto!

Bulma: *forçando a memória* Makoto... não é o rapaz que você convidou pra vir pro natal? Por que ele te deu um fora?

Pan: Pelo motivo de sempre: minha força descomunal! Toda vez que um rapaz me vê lutando, fica com medo e me dá um fora! Por que o Sr. Vegeta, o vovô e o papai não tiveram esse problema?

Bulma: *confusa* Confesso que não tenho a mínima idéia, Pan! Mas tenta se animar, pelo menos hoje! É natal!

Pan: *levantando do chão* Eu vou tentar, Sra. Bulma!

Bulma: *sorriso* É assim que se fala! Vem, eu já vou servir a ceia de natal!

Pan seguiu Bulma até a cozinha e a ajudou a servir a ceia, antes de todos se sentarem à mesa. Pan tentava disfarçar, mas alguns repararam que ela havia chorado por causa do seu rosto inchado.

Videl: *com pena* Coitada da Pan! Talvez na hora das danças ela se anima um pouco!

Meia-hora após a ceia, alguns foram dançar, como Gohan e Videl, Goku e Chi Chi, Kuririn e Número 18, e Vegeta e Bulma (esta o arrastou).

Trunks: *vendo Goten tirar Bra pra dançar* Olha o juízo, hein?

Número 17: *ao lado dele* Tem medo que ele apronte, é?

Trunks: No fundo, sim! Você não vai dançar?

Número 17: *sério e observando os casais* Eu sou um Android, não um dançarino! Aliás, lhe faço a mesma pergunta!

Trunks: Hoje não vou dançar! Minha namorada foi passar o natal fora da cidade, então não irá vir! É meio sem graça dançar sem ela! Mas não se preocupe comigo! Divirta-se!

Trunks saiu dali.

Número 17: *vermelho* "Divirta-se"?

Quanto a Pan, esta estava perto da decoração de natal, mais tristonha ainda.

Pan: *melancólica* Se eu não tivesse mostrado minha força na frente do Makoto, poderia estar dançando com ele agora, e não aqui parada!

Voz: *indo até ela* Está com problemas de mulher?

Pan: *emburrada* Não, Número 17! Estava só pensando no fora que eu levei! Não que isso te interesse, afinal, você nunca deve ter levado um fora!

Número 17: *girando os olhos* Na verdade, eu nunca paquerei uma garota! Então é óbvio que nunca levei um fora!

Trunks: *passando por ali* Escuta, vocês repararam no que tem em cima de vocês?

Pan e Número 17 olharam pra cima e arregalaram os olhos: em cima deles, havia um visco.

Trunks: *antes de ir embora* Vocês conhecem a tradição!

Os dois se entreolharam.

Pan: *preocupada* Não sei, não!

Número 17: *despreocupado* É só um beijo! Depois disso, a gente sai debaixo desse visco e não teremos que fazer isso de novo!

Pan: *sorriso* Combinado!

Pan levitou um pouco pra ficar na altura dele e o beijou. Era um beijo simples no início, mas quando percebeu, Número 17 a abraçou pela cintura, fazendo-a gemer.

Pan também não ficou atrás: enlaçou o pescoço dele e aprofundou o beijo. Na opinião dela, pareciam um casal de namorados. Mesmo sabendo que não eram.

Mas o beijo durou 30 segundos, e depois disso, se separaram.

Número 17: *com a mão na boca* Eu nunca pensei que um beijo fosse desse jeito!

Pan: *surpresa* Você nunca tinha beijado antes?!

Número 17: *sorriso maroto* Deve estar lisonjeada por ter roubado meu primeiro beijo! Mas é melhor sairmos logo debaixo desse visco!

Pan: *suspirando* Sim, vamos!

Cada um foi praum lado. Número 17 foi conversar com Trunks, e Pan foi pegar um petisco que sobrou da ceia. Mas ao contrário de antes, já não estava triste.

Pan: *sorrindo enquanto comia* Makoto pode ter me dispensado, mas não fiquei completamente sozinha no natal!

FIM!!!