NOTAS INICIAIS: Demorei um pouco mais estou aqui :)

Espero que gostem, garotas :)


Narração de Tiago

Ruiva? – Falei atônito.

-P-Prongs – Seus olhos se encheram de lágrimas.

Ela se levantou e eu levantei também, e então ela me abraçou muito forte, quase me sufocando.

-Tiago, eu, me desculpe, eu não devia, eu devia ter te ouvido, eu...

-Lilly, já se passaram 10 anos, e você ainda se culpa por essa bobagem?

-Você ficou muito mal.

-Eu sou vaso ruim, e vaso ruim não quebra fácil, mulher!

Ela soltou uma risada e me abraçou de novo.

-Você não deveria ter fugido. – sussurrei no ouvido dela

X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X-

Narração da Lilly

Incrível como a respiração dele ainda me faz tremer. Me sinto como uma adolescente de novo. Isso é constrangedor.

-Eu fiquei apavorada.

Pude sentir o rosto dele se curvando num sorriso.

Nos largamos, ele pagou a conta, e então sentamos num banquinho, na frente de uma praça, ali na frente do Starbucks.

-Então, porque você saiu da cidade? – Perguntei para ele.

-Para te encontrar.

-Tiago, como...?

-Minha mãe me disse, só 5 anos depois, quando achou que eu não iria mais ir atrás de você. Ela disse que você a fez jurar que não me deixaria te procurar.

-Mas já haviam passado cinco anos.

-E eu precisava te ver Lilly.

X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X-

Narração da Marlene.

Me sentei no sofá e comecei a rodar os canais...O que será que a Lills ta fazendo essa hora, aposto que o velho deve ser muito feio.

Oba começou Shakespeare Apaixonado, um dos meus filmes preferidos *OOO*.

TRIIIIIIM

TRIIIIIIM

TRIIIIIIM

Porra, o telefone vem me tocar bem agora u-u.

-Que foi? – Atendi mal educada.

-Gostaria de, por obséquio, falar com a Lillian Ruiva 86 – Uma voz falou do outro lado. Lillian Ruiva 86 é o Nick da Lills no site de relacionamentos!

-Quem deseja?

-Trevor. Trevor Biônico 63.

-OO'... Ela já está com você.

-Não.

Desliguei o telefone na cara dele.

MEU DEUS, MINHA AMIGA FOI ENGANADA.

Peguei minha bolsa e corri até a maldita garagem, porque a porra do prédio não tem elevador Ç-Ç.

Peguei meu carro e fui voando até o Starbucks da Quinta Avenida.

MEU DEUS, E SE ELA FOR ASSASSINADA? OO'.

X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X-

Narração de Sirius:

O Prongs saiu com a Morena Sensacional e a casa agora é toooda minha.

Liguei o computador e conectei a internet, quando meu celular começou a tocar:

"Vai de bicicleta com a saia curtinha, uma mão no guidão outra tampando a calcinha... "(N/A: A musiquinha do toque de celular é dedicada a Bruna M.)

-Alô.

-Sirius, gostosão.

-Err... Oi?

-Aqui é a Giovanna.

QUEM?

-Oi, Gi.

-Então, cachorrão, liguei para falar que seria bom você não dar o telefone da minha amiga para o seu amigo.

AH, é a Loira Sensacional no telefone.

-Por quê?

-Sabe, ela, na verdade tem problemas psicológicos sérios, algo como obsessão compulsiva, era para ela estar internada, mas ontem era aniversário dela e eu a levei para dar uma voltinha comigo, então, depois levei ela de volta para a clínica. Mas hoje de manhã, quando eu fui visitá-la ela havia fugido.

-OO'.

Desliguei o celular.

MEU DEUS. EMPURREI UMA MANIACA PARA O PORNGS!

Peguei o meu carro e fui atropelando a galera toda até a Quinta Avenida – O Tiago é um pervertidinho que sabe que qualquer garota se entrega com um simples cafezinho. – Cheguei no Starbucks fazendo olhando para todos os lados, estava pronto para ir pra policia falar que meu amigo estava sendo torturado até a morte por uma maníaca, quando...

X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X-

Narração da Lilly.

-Tiago, como...?

-Minha mãe me disse só cinco anos depois, quando achou que eu não iria mais ir atrás de você. Ela disse que você a fez jurar que não me deixaria te procurar.

-Mas já haviam passado 5 anos.

-E eu precisava te ver Lilly.

Seus olhos encontraram os meus, como uma súplica silenciosa. Eu apenas desviei o olhar, visando as minhas mãos como se elas fossem super interessantes. Meu rosto estava corado, e eu odiava que me vissem assim.

Ele levantou meu rosto com uma das mãos e nossos olhares se encontraram novamente.

Ele se aproximou de mim, devagar, como se eu pudesse fugir novamente. Num outro instante, suas mãos já estavam em volta da minha cintura, meus braços entorno de seu pescoço e as nossas bocas coladas. Aquele beijo foi se aprofundando, e meu coração pulava dentro do meu peito, minha respiração falhava e minhas pernas estavam moles. Ele sabia disso, podia perceber que estava sorrindo. O momento perfeito não podia ser estragado, até que...

-TIRE AS MÃOS DA MINHA AMIGA SEU MONTE DE BOSTA DE MORCEGO! – Ouvi a voz de Marlene e nos separamos.

-SAI DAÍ SUA MULHER CARENTE E LOUCA! – Então ouvimos a voz de um cara. Olhei e... Que cara.

X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X-

Narração de Tiago

O momento que eu sonhei por anos luz estragado por uma menina estranha e o futuro homem morto Sirius Black.

-O que foi Black?Eu estou em um encontro! – Falei irritado.

-FIQUE LONGE DELA, PRONGS. ELA É LOUCA, FUGIU DO HOSPICIO PARA TE TORTURAR ATÉ A MORTE!

Lilly me lançou um olhar confuso.

-O que você usou hoje, Padfoot?

-Bebi umas cervejas, mas isso não vem ao caso. ELA VAI TE MATAR.

-LILLY, SE SEPARE DESSES CARAS, ELES SÃO UMA GANGUE, VÃO TE MATAR, SEQUESTRAR, TORTURAR AHHHHHH! – A menina loira começou a gritar.

-Lene, ta tudo bem? – Lilly perguntou preocupada.

-Comigo ta, mas com você não vai ficar!

-Lene...

-LILLY, SE AFASTE! – A garota loira gritou no exato momento que o Sirius gritou:

-PRONGS SE AFASTE!

-Com licença, eu estou tentando salvar a vida da minha amiga aqui, da pra você PARAR DE GRITAR? – Berrou a "amiga" da Lills.

-EU TO TENTANDO SALVAR O MEU AMIGO, LOIRA AGUADA.

-CACHORRO!

Eu peguei a mão da Lilly e nós nos levantamos juntos. O que não foi uma boa idéia...

-TIRE AS MÃOS DELA! – A loira gritou, então pegou um negócio de dentro da bolsa apontou para os meus olhos, por debaixo dos óculos e apertou um spray.

-AHHHHHHHH É SPRAY DE PIMENTA. AHHHHHHH. MEUS OLHOS VÃO CAIIIR!

-MARLENE! – Lilly ralhou e veio para o meu lado, assoprar meu olho, Sirius puxou o celular:

-Preciso de uma ambulância, meu amigo foi atacado por uma loira descontrolada.

-LOIRA DESCONTROLADA É A SUA MÃE!

-MINHA MÃE SÓ É DESCONTROLADA, NÃO É LOIRA NÃO!

-AH, VÁ SE FODER SEU ESTUPRADOR DE RUIVAS INOCENTES.

-MENINA, VOCÊ TA MUITO STRESSADA.

-...

-ISSO É FALTA DE SEXO!

-WHHHAT OO'? – A garota pulou no pescoço do Six.

Narração de Lillian Evans:

-Calma, Prongs, a ambulância que seu amigo chamou está chegando, calma. – Eu assoprava os olhos dele.

-AAAAARDE!

MAS O QUE FOI QUE DEU NA LENE?

-FOI AQUI QUE CHAMARAM UMA AMBULÂNCIA? – Perguntou uma voz diferente.

Nesse instante Lene largou o pescoço do amigo do Tiago e esse largou os pulsos da Lene.

-Ele está com spray de pimenta nos olhos.

X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X- X-

Agente chegou ao hospital, trataram do Tiago e nós contamos o que havia acontecido para o Sirius e para a Marlene, eles deram risada e meio que fizeram as pazes de mais.E agora estamos indo embora.

-T-T-TIAAAAAAGO POTTER!!!!!!! – Ouvimos uma voz gritando atrás de nós, nos viramos e então vimos uma garota morena, com os olhos castanhos meio abobalhados, ela tinha uma camisa de força amarrada no corpo, mas o nó estava solto, então ela chacoalhava os braços retardadamente – AMOR DA MINHA VIIIIIIIIDA, OOOOOH, VOCÊ VEIO ME SALVAR, PRINCIPE, VEIO ME TIRAR DOS HOMENS MAAAAUS!

-Err... Na verdade, não. – Ele disse bem abobalhado.

-OH, VENHA ME DAR O BEIJO DA VIDA!

-Louize, hora do remédio. – Apareceu um enfermeiro-armário atrás dela e enfiou uma seringa gigante na bunda da garota que caiu desmaiada no chão. – Desculpe o transtorno, às vezes as enfermeiras não amarram a camisa de força direito...

Olhei para o Tiago que estava rindo descontroladamente e comecei a rir também.

Nós saímos do hospital e no horizonte o crepúsculo brilhava. Ele me virou em sua direção e colou nossas testas.

-Eu preciso te falar uma coisa, há muito tempo.

-O que?

-Eu te amo.

Estremeci, e meu rosto se iluminou num sorriso.

-Eu sei.

Então colei os nossos lábios, num beijo apaixonado e quente, como se estivéssemos começando com chave de ouro uma relação cheia de beijos quentes e apaixonados. E estávamos.

Depois que eu desenlacei o seu pescoço e ele minha cintura eu disse:

-Eu que te amo!


NOTAS FINAIS: Como eu tive coragem de postar esse final tão sem graça?

Eu sei, me perdoem ;(

Bjs