Notas e um pouquinho de falação:


Bem vindos a Red-Light District! Antes de começar, Convidado, talvez você queira saber algumas coisas:

1 - Essa é uma fic slash: ou seja, relacionamento entre homens. Se não gosta, não leia.

2 - Essa história lida com temas polêmicos. Por questões de spoiler, nós não avisaremos quais, mas fique ciente de que alguns momentos podem ser considerados chocantes.

3 - Há linguagem chula e pesada, entenderam, porra? Além disso, a violência corre solta.

4 - Há gírias e linguagem coloquial durante a fic. Estamos lidando com jovens, então, tipo assim, não esperem uma línguagem toda certinha, sacou?

5 - A fic não tem uma periodicidade fixa: são duas autoras se revezando na escrita dos capítulos, algumas vezes escrevendo simultaneamente. Mas ambas autoras deixam claro que elas têm uma vida longe do computador e, logo, não pretendem se anular (ainda mais do que já se anulam) por conta de Red-Light District.

6 - A história é loooonga. Os capítulos foram divididos de modo a não ficar tão maçante, mas, Red-Light District provavelmente quebrará a marca de vinte capítulos. Ou não.

E review é amor!

Vamos começar?