Dominant's Creed

Disclaimer: Essa história pertence à ExiledEddie que me autorizou a tradução. Os personagens em sua maioria pertencem a Stephenie Meyer.

Sinopse: Edward é um Dom bem conhecido no círculo D/s. O que acontece quando ele conhece uma mulher sem experiência BDSM, que quer ser sua nova sub? Por que é que ele de repente está envolvendo sentimento emocional e quebrando todas as suas regras?

Tema forte com lemons, se você não gosta disso então passe longe dessa fic.


Epílogo

Bella estava fazendo a cama enquanto eu me sentei na cadeira perto da minha janela. Nós estaríamos voando hoje à noite para Nova York. Tudo o que foi preparado no clube e pronto para eu ir pelas próximas semanas. Tamora estava pirando, porque eu tinha colocado Rose no comando. Ela estava com muito medo de Rose, mas novamente, que não tinha?

Bella e eu precisávamos fugir. Precisávamos encontrar novamente nosso relacionamento e trabalhar em construir a partir de uma base forte. Depois de tudo o que tinha acontecido, só precisávamos de um novo começo. Não seria fácil, mas nunca seria fácil para nós. Mas eu poderia viver com isso.

Eu olhei para ela. Seus cabelos estavam puxados para trás em um rabo com um par de meus moletons cinza e camiseta. Era quase como se não tivéssemos passado o tempo separados. Era um sonho se desvaneceu, nestes últimos meses; viver sem ela por muito tempo não parecia real, como se nunca tivesse acontecido. Mas nós sabíamos que isso aconteceu e como tudo o que nos custou e tudo o que ganhamos com isso.

Gostaria de obter uma segunda chance, uma chance de ser o Dominante que eu queria ser para ela, o dominante que eu deveria ter sido para ela.

Ela ganhou a oportunidade de aprender mais sobre o seu lado submisso, bem como tornar o seu sonho de ser uma escritora, realidade.

"Bella", eu disse olhando para longe dela e para fora da janela, "deixe a cama como está. Eu vou fazer isso antes de sair." Ela suspirou e sentou na cadeira ao meu lado.

"Eu não posso ficar quieta. E se eles não gostarem da história? E se eles me quiserem mudar as coisas? E se –"Eu cortei ela.

"Eles vão adorar a história." Inclinei-me em sua direção. "Não há nenhuma razão para se preocupar com isso Isabella."

Ela olhou para suas mãos, cutucando as unhas enquanto fez uma careta. Eu sorri e me levantei. Agarrei-a pela cintura e a joguei na cama fazendo com que ela soltasse um grito pequeno quando conseguiu.

"Edward!" Ela gritou, ainda deitada onde eu a tinha jogado. "Essa cama estava quase, porra." Eu ri e subi em cima dela, as minhas pernas em repouso em ambos os lados das coxas e as minhas mãos em cada lado da cabeça dela.

"Bem, pelo menos, não estava tudo feito. Isso teria sido simplesmente horrível."

"Qual é o seu objetivo, o Sr. Cullen?", ela perguntou enquanto olhou para mim, sorriso.

"Eu não tenho a certeza qual é o meu objetivo, senhorita Swan, mas meu objetivo é tão ridículo, sexo quente a tarde, e depois almoçamos antes de terminar a mala", eu disse tentando manter minha voz indiferente. "Pense como você pode me ajudar com isso?"

"Claro, eu vou começar a almoçar agora." Ela riu tentando se levantar, mas eu agarrei as mãos e puxei acima da sua cabeça, mantendo-os lá em apenas com uma minha. Eu cliquei minha língua em desapontamento.

"Você prefere fazer o almoço do que ficar aqui?" Ela bufou.

"Claro que não, eu estava só brincando."

"Bom." Cobri a sua boca com a minha, deixando as mãos livres. Seus dedos começaram avançando pelo suéter mais abaixo do ombro. Ela colocou suas mãos em torno de meus pulsos, e eu delicadamente entrelacei meus dedos com os dela.

Eu deixo de lado uma de suas mãos e movi para cima e para baixo do seu lado, cada vez mais próximo dos seus seios. Suas costas arquearam e um gemido escapou-lhe, o som causado por meus quadris para reagir e a confiança ao seu centro.

Logo, todas as nossas roupas estavam empilhadas no chão.

Eu gema alto quando minha ereção quase dolorosa pressionado duramente contra sua coxa. Sentei-me em meus joelhos e puxei as suas pernas mais afastadas. Eu estava prestes a empurrar-me quando o telefone tocou na mesa de cabeceira. Eu suspirei e cai, minha testa encostada dela. Você tem que estar brincando.

"É melhor–" ela começou, mas eu cortei ela.

"Eu estou ignorando isso." Sentei-me e fui para empurrar-me de novo. Desta vez fui interrompido pelo som da voz da minha mãe que vinha através da secretária eletrônica.

"Edward Cullen, pegue esse telefone agora." Eu gemia e rolei de Bella. Se alguma coisa poderia matar um tesão, era o som da voz de sua mãe. Eu cobri meus olhos com as palmas enquanto Bella esfregou meu braço, nem um de nós ofereceu para pegar o telefone. "Ok, então, não me atenda. Eu só realmente gostaria de saber po rque as pessoas estão me ligando e dizendo que ouviram sobre o meu filho ser um dominante."

Me empurrei para a frente, sentado, com a minha boca aberta.

"Merda."


Antes de tudo quero agradecer vocês por lerem Dominant's Creed. Eu gosto muito dessa história, e foi bom ver vocês recebendo ela tão bem. Não é somente uma história D/s, mas é de duas pessoas que com erros e acertos conseguiram o objetivo deles. Essa fic tinha a Submissive Sin que era a visão da Bella, mas a autora não continuou.. caso ela volte com a fic, e eu tomar conhecimento, irei traduzir.

Espero que tenham gostado da fanfic, e aqui encerro mais um trabalho.

Beijos

LeiliPattz

xx