É a minha terceira história, espero que faça algum sentido para vocês. Reviews me fazem muiito feliz, vocês não sabem o quanto... então, se puderem me deixar feliz... *-* Boa leitura.


Bella POV

Nada bom, Edward já devia estar aqui, nunca antes ele se atrasou tanto! Será que aconteceu alguma coisa? Será que ele está bem? Peguei o celular no bolso de trás da calça jeans, já estava discando o número quando Charlie desceu os pequenos degraus que o separavam da rua fria.

- Bells? Ainda aqui? Ele não devia vir buscá-la? – Ele perguntou estalando os lábios em visível reprovação.

- Sim pai, mais eu acho que ouve um imprevisto, talvez o trânsito... – Minha voz morreu, era ridículo pensar que algo tão idiota quanto o trânsito atrasaria Edward.

- Entre em casa, está bastante frio aqui fora.

- Vou esperar mais um pouco, se ele demorar demais vou com com o meu carro.

- Tudo bem, eu tenho que ir para a delegacia, cuide-se. – Ele beijou minha testa, entrou no carro e deu partida.

Já estava andando para dentro de casa quando ouvi uma voz grave e musical

- Psiu... humana!

Congelei no mesmo lugar, virei-me para fitar a floresta e descobrir de onde vinha o barulho. Minha antiga moto prateada reluzente saiu da floresta, e atrás dela vinha Jasper, empurrando-a com extremo cuidado.

- Jazz...? Quer dizer, Jasper! – Percebi que não era íntima o suficiente para chamá-lo pelo apelido. Ele sorriu sincero, provavelmente percebendo meu constrangimento.

- Pode chamar-me assim, Bella. Não me importo.

- O que houve? Ele está bem? – Agora e só agora percebi que algo realmente podia ter dado errado.

- Ele está em perfeitas condições, físicas pelo menos. – Ele sorriu sarcasticamente

- Que quer dizer com isso?

- Ele está com Alice e Rosalie em Port Angeles, fazendo a prova da roupa para o casamento. – Minha expressão devia ser de entendimento.

- Eu fiquei aqui em Forks, todos sairam, coisas para o casamento, você sabe. Cheguei aqui faz tempo, mais achei melhor esperar seu pai sair. Ele não gosta muito de motos...

- Não, ele não gosta nem um pouco delas.

- Vamos? – Perguntou-me ele, gesticulando para a moto.

- Er... Jasper... – Eu não tinha medo de Jasper, obviamente que não. O problema era como ele se sentiria estando tão perto de mim. A dor que devia sentir...

- Eu entendo se não quiser ir comigo Bella, podemos chamar um táxi... – Ele parecia um pouco constrangido.

- Não! Claro que não, é só que... não é ruim para você? Quer dizer, vai se sentir confortável com isso?

- Ah Bella! Sempre preocupada com o bem-estar dos outros... Edward não fala muito de mim não é?

- Não...- Admiti.

- Depois da sua festa, as coisas mudaram Bella. O sangue humano continua atraente, como sempre foi. Mas agora eu estou mais forte, consigo me controlar tão bem quanto Emmett... – Ele sorriu um pouco orgulhoso.

- Se você diz... – Dei de ombros e me aproximei, pegando o capacete das mãos dele e colocando na cabeça.

- Vamos então, maninha? – Ele disse, e de repente, me senti mais aceita do que antes, mais protegida.

Acho que é o começo de uma bela amizade.