Cerejeiras em Flor

Olá Pessoal, eu costumava escrever para Cavaleiros do Zodíaco, mas ultimamente estou apaixonada por Naruto... Então resolvi escrever essa história... Ela é sobre como eu imaginaria a continuação do mangá de onde está... por isso contém spoillers para quem assiste só o anime... A história será centrada em SakuSasu, porém terá muitos outros casais e até uma personagem original... Espero que gostem e comentem...

Classificação T

Naruto não me pertence... Mas eu gostaria deter o Kakashi de vez em quando... Minhas fics são sem fins lucrativos...

Capitulo 15 – Nós não temos NADA!

Depois da 4 vezes que Sasuke e Sasuke fizeram "aquilo" na madrugada, Sakura já começava a concordar com a Inner dela, que gritava "UCHIHA SASUKE É O DEUS DO SEXO!" e tentava ignorar a Inner, quando ela insistia que deveria se auto declarar a futura Sra. Uchiha.

-Você está bem Sakura? – perguntou Sasuke quando notou que ela não estava dormindo.

-Sim... o calor melhorou Sasuke-kun...

-Então, porque não dorme?

-Estou processando a informação... e acho que devia ir pra casa...

-O que? Não... Fica... – disse puxando a mão dela pra que ela não continuasse a se levantar.

-Meus pais já devem estar se perguntando onde eu estou e também não é como se eu pudesse dormir aqui com você... quero dizer na sua casa e acordar por aqui e encarar todo mundo amanhã...

-Porque não? Tem vergonha do que a gente fez?

-Não... não seja ridículo... não tenho vergonha... é que não somo namorados, nem nada... e se dormir aqui, vou ter que aguentar Itachi e Naruto com aqueles sorrisinhos irritantes amanhã cedo... E...

-Sakura... – disse Sasuke a interrompendo e levantando da cama, envolvendo os dois no lençol que ele trouxera com ele – Você se preocupa de mais... Volta pra cama... Não precisa encarar os dois amanhã... eu prometo... Agora vamos dormir...

-Mas e meus pais? – perguntou Sakura já se rendendo e sendo puxada pra cama.

-Você já está crescidinha e é uma kunoichi... Nada que uma mentirazinha pequenininha não possa consertar... Se eles perguntarem Umi convidou você pra dormir aqui, depois de todos voltarem pra casa, bêbedos ou você dormiu na casa de uma das suas amigas... pronto...

-Mas...

-Nada de mais rosinha... – disse já deitando por cima dela e recomeçando a beija-la.

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Quando Umi tencionou a abrir o olho, a maior ressaca do mundo a fez os fechar de novo. Sua cabeça estava parecendo gelatina liquida e provavelmente estava igual a um urso panda com a maquiagem borrada. Porém uma sensação muito boa a invadiu quando sentiu um braço bastante familiar e másculo em volta da cintura, e se virou pra ficar de frente com o ninja copiador.

Só um lençol escondia a nudez dos dois, e Kakashi ainda dormia profundamente e abraçava protetoramente a kunoichi Uchiha em seus braços. Umi não resistiu ao ímpeto e deu um beijo suave na ponta do nariz do shinobi, que ele tanto escondia debaixo da mascara. Ele se remexeu sorrindo e a abraçando ainda mais.

-Bom dia raio de sol! – disse baixinho, afinal ele também estava com uma ressaca do tamanho do mundo.

-Bom dia...

-Arrependida?

-Do que?

-Da gente... de ontem a noite...

-Não tenho mais 16 anos e sei onde um jantar a luz de vela e muita tequila vão parar... Não estou arrependida... mas tô meio de amnesia essa manhã... – disse sorrindo marota – Com é mesmo? O que a gente fez ontem? Orgasmos múltiplos? Talvez possamos resolver isso naquele banho, anteriormente citado? Num banheira quentinha?

Kakashi não precisou de outra deixa e simplesmente carregou a kunoichi para o banheiro do seu apartamento e por lá ficaram até as pontas dos dedos enrugarem e a ressaca passar.

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

-Chichiue? – perguntou Akemi incerta.

-O que foi Akemi? – respondeu Itachi preparando o café, enquanto Kurenai dava mamadeira para Assuma Jr.

-A gente vai morar aqui agora? – perguntou a queima roupa.

-Nani? De onde tirou essa ideia?

-Bom chichiue, eu achei muito legal dormir aqui e como você tá namorando a Kurenai-chan, achei que vamos morar todos juntos... Ou podemos levar Kurenai-chan e o Assuma Jr. pra morar com a gente...

Kurenai e Itachi ficaram escarlate com a atitude da menina.

-Ela é bem peralta né?! – perguntou Kurenai sem graça.

-Você não tem nem ideia...

-E então, chichiue?

-Você não está brava?

-Brava? Porque eu estaria brava chichiue?

-Bom estou namorando Kurenai... achei que você poderia ficar confusa...

-Não chichiue... Achei demais... Agora tenho um irmãozinho e você vai sorrir mais e vamos poder ficar todos juntos... E você e a oba-chan não vão precisar me deixar mais sozinha quando precisarem lutar pra defender as pessoas... Kurenai-chan vai ser da família, ela vai ficar comigo... né Kurenai-chan? Não é pra isso que as famílias servem? Pra cuidar da gente?

-Claro querida... cuidaremos de você sempre... – disse sorrindo impressionada com a pureza e inteligência da pequenininha.

Itachi sorriu e beijou a testa da filha, afinal era esse o tipo de tranquilidade que desejou sentir a vida toda – Vamos para o clã Uchiha, hoje é domingo e Umi-sensei deve estar fazendo iguarias para o almoço!

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxx

Um Naruto muito sem graça tomava café da manhã na cozinha do clã Hyuuga, com um Hiashi muito zangado, com uma Hanabi divertida, um Neji com "pokerface" e uma Hinata totalmente pálida.

-Acho inaceitável o comportamento de vocês ontem a noite! Chegando bêbada em casa Hinata? E ainda por cima com um namorado mais bêbado ainda, que nem conseguiu achar o caminho de casa e ficou por aqui mesmo?

-Otou-san... Eu...

-Tio, não foi por maldade... –disse Neji tomando café para também se recuperar da ressaca.

-E você fique quieto... você é o guardião da futura líder do clã e estava pior que ela... chegou em casa com o dia raiando...

-A Tenten-chan tem sido uma ótima distração, né?! Neji-nii-chan? – disse Hanabi marota.

-Todo mundo já está sabendo? – perguntou um Neji vermelho.

-Bom, vocês se pegaram em publico ontem a noite... – disse Naruto sem graça.

-NANI?!

-Aonde esse clã vai parar? A futura líder chegando bêbada e o seu guardião "se pegando" em publico com alguém que não é uma Hyuuga... –disse Hiashi desanimado.

-Relaxa Otou-san... Deixa eles serem felizes... – disse Hanabi comendo uma maçã.

-Mas eles estão me levando À loucura... Naruto só porque eu deixei você namorar Hinata que você possa desvirtua-la!

-Nani?! Hiashi-sama eu não... Só estávamos nos divertindo e nunca tínhamos bebido... talvez tenhamos nos empolgado...

-É otou-san... não vai se repetir... Vamos nos comportar... – disse Hinata sorrindo.

-Ok! Não vou reportar seu comportamento ao conselho... Mas se lembre que não posso fazer isso sempre...

-Ahhh otou-san, você é o melhor! – disse Hinata abraçando o pai.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxx

-Ainda estão todos dormindo? – perguntou Umi ao abrir a porta da mansão Uchiha e encontrar nada mais do que silêncio.

-Só sinto o chakra do Sasuke e da Sakura... Os outros não estão em casa... – disse Kakashi ajudando a kunoichi com as compras que eles tinham feito na feira a caminho do clã Uchiha.

-Hummm... então a noite foi boa... – disse Umi rindo e entrando na lavanderia para pegar uma roupa limpa, pois ainda estava com a roupa de ontem.

-Parece... E por falar em noite boa, o que vamos dizer aos meninos?

-Sobre o que? – gritou a kunoichi trocando de roupa de dentro da lavanderia.

-Umi, não se faça de boba... Você sabe que é sobre nós dois...

-Ahhh, isso?! Não vamos falar nada... Não é da conta deles... – disse simplesmente encarando o Hatake.

-E o que vamos dizer?

-Que eu dormi na sua casa, oras... E que depois de 16 shots de tequila, e bem difícil chegar aos finalmentes...

-Mas não foi difícil...

-Já falei que esses detalhes não são da conta deles... – disse ficando vermelha diante do sorrisinho sem vergonha do shinobi. Ela já tinha percebido que ele sem mascara era definitivamente, "um perigo".

-Ok! Como queira... Agora me prepara aquele seu suco milagroso, pós ressaca, porque minha cabeça tá aponto de virar do avesso...

-É pra já... – disse sorrindo tirando os ingredientes da geladeira. Quando começou a preparar, Itachi, Kurenai, Akemi e Assuma Jr., chegaram pela porta dos fundos.

-Ora, já de pé Umi-sensei? – perguntou Itachi com um sorrisinho safado.

-Claro, Itachi! Porque eu ainda estaria dormindo? – disse com a expressão impassível.

-Bom, a julgar pelos boatos, de que vocês dois fizeram uma disputa de tequila ontem, com o Gai e a Anko, e que o garotão aqui... – disse apontando para Kakashi – está andando sem mascara, poderia jurar que vocês devriam estar se enroscando por ai, curtindo uma ressaca...

-Falou o cara, que foi levar o jantar pra garota que ele vem babando há semana e só voltou no outro dia de manhã... – disse Kakashi bebendo distraidamente seu suco. Kurenai e Itachi ficaram com as faces em chamas, o que fez Umi cair na risada.

-Falou e disse Kakashi... Mas que bom que vocês se acertaram... – disse Umi sorrindo.

-Quem disse que a gente se acertou?- perguntou Kurenai sem graça.

-Vocês estão de mãos dadas! – disseram Kakashi e Umi em uníssono, deixando os outros 2 mais uma vez vermelhos.

-Isso é um Maximo oba-chan... agora vou ter uma mamãe e um irmãozinho! – disse Akemi empolgada pedindo colo para a kunoichi.

-Também acho ótimo monstrinho! Vocês vão formar uma familia linda! – disse Umi pegando Akemi no colo e colocando na cadeira para dar-lhe café da manhã.

-Sensei, você deixa a gente sem graça! – disse Itachi sorrindo também.

-É a familia tá crescendo mesmo, porque não só você que se acertou ontem... – disse Kakashi foleando o jornal.

-O que? Tá admitindo que você e a sensei se acertaram? – perguntou Itachi puxando uma cadeira para Kurenai.

-Não... a Umi não me quer... – disse Kakashi rindo de canto.

-Não fale asneiras Hatake Kakashi... – disse Umi um pouco mais alterada do que o normal.

-Porque você não quer ele, oba-chan? Ele é bonito... olha só ele sem mascara... – disse Akemi com a boca suja da cobertura do bolo que comia.

-Obrigado Akemi! – disse Kakashi satisfeito.

-Você é imprestável Hatake! – disse Umi vermelha – Mas em fim... quem se acertou ontem, foi seu irmão e Sakura...

-Sério? – perguntou Kurenai curiosa.

-Eu falei Hina-chan... a poçãozinha do Erro-sannin era infalível! – disse Naruto chegando com Hinata, Neji e Tenten (os 4 de ressaca) do clã Hyuuga.

-Ahhh, então era isso que você estava aprontando ontem? – perguntou Kakashi ao lado de Umi, que já tomava café também.

-Isso mesmo Kakashi-sensei... Não foi genial?

-E eu posso saber se isso são horas de chegar em casa Uzumaki Naruto? – perguntou Umi com uma aura maligna na cara – Posso saber onde você estava até agora?

-No clã Hyuuga... – disse Naruto sem graça.

-Você dormiu no clã Hyuuga? – perguntou os 4 adultos já sentados na mesa, que previam tempestade, pois o Hyuuga eram bem tradicionais, e quando soubessem que Naruto havia passado a noite na casa de Hinata, cabeças iriam rolar.

-Não se preocupem, Hiashi-sama garantiu que dormissem em quarto beeem afastados! – disse Neji sério.

-E claro você fala isso nessa seriedade, como se tivesse passado a noite sozinho ontem, né Neji? – disse Kakashi maroto.

-O que? – quase gritou Neji, super vermelho. Tenten já tinha sacado o assuntou e estava tentando se esconder em uma das sombras da cozinha dos Uchiha.

-Todos mundo viu ontem Neji... Você e a Tenten... Até eu que estava em um campeonato de tequila vi... Até a Umi que bebeu mais que eu, viu... Konoha inteira viu... – disse Kakashi com um sorriso sem vergonha na cara.

-Kakashi-sensei você está saindo um belo de um fofoqueiro... – disse Tenten vermelha – Todo mundo viu também, que você saiu com a Umi-sama ontem, jogada em cima do seu ombro...

-Eu não ia deixar qualquer um se aproveitar da vulnerabilidade dela... Ela tinha bebido 16 shots de tequila...

-Não quis deixar qualquer um, ai foi você mesmo né?! Seu pervertido... – disse Sasuke, que apareceu sabe-se lá de onde, e estava com a cara enfiada na geladeira. Porém na hora que em que ele se virou, estranhando a falta de resposta de seu sensei, quase se arrependeu de ter saído da cama, porque escutou uma "hummmm" coletivo, cheio de sorrisos maliciosos na cozinha – O que é isso agora invasão na cozinha da minha casa? Você não tem o que fazer não? Bando de desocupados?

-Tá levando café da manhã pra mais alguém Teme? – perguntou Naruto sorrindo de lado maliciosamente, para a cesta de produtos matinais que ele tinha nas mãos.

-Desde de quando minha vida é da sua conta dobe?

-Desde que você pegou a Sakura-chan, por meio da minha intervenção...

-Quem disse que foi por causa daquela bebidinha do diabo que ele conseguiu Naruto? – disse Sakura aparecendo também do nada, completamente vestida para sair.

-Porque o Teme é lento... você iam ficar velhinhos e nada ia acontecer... mas o futuro Hokage aqui acelerou as coisas... – disse todo orgulhoso de si mesmo.

-Bom, se ele é lento não deu para reparar... talvez eu teste uma outra vez sem a sua misturinha demoníaca... – disse indiferente, e rumando para a porta de saída.

-Sakura, você não vai tomar café? – perguntou Umi rindo.

-Não, meus pais devem estar preocupados... Volto mais tarde! Já né! – disse batendo a porta da frente.

-Ixi! Sem beijinho de despedida... Sasuke, você tá mals hein?! – disse Kakashi rindo.

-Vão todos vocês se ferrarem... – disse saindo com a cesta pro seu quarto.

-Hummm estresse! – disse Itachi fazendo todo mundo rir.

-Chichiue, to confusa... eles são namorados ou não? – perguntou Akemi achando aquilo tudo muito estranho.

-Ainda não Akemi...

-Mas vocês disseram que eles tinha se acertado...

-Isso é complicado Akemi... – disse Umi tentando explicar, porém foi interrompida pela menina.

-Ai, você adultos e suas coisas complicadas... Você também é outra complicada oba-chan... Ainda não entendi porque você não que o Kakashi-jii-chan... Vocês precisam namorar...

-Também acho isso Umi... – disse Kakashi rindo distraidamente.

-Kakashi... – disse Umi entre dentes.

-Ahh quer saber, vou brincar com o Assuma Jr. E deixar vocês ai, seus complicados... – disse a garotinha descendo da cadeira e saindo da cozinha, fazendo todos, menos Umi, gargalharem.

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxx

Sakura voltou à mansão Uchiha para almoçar, depois de ter recebido um sermão da mãe, para não sumir de noite, falando que iria voltar no mesmo dia. Quando chegou na mansão, viu que Umi tinha convidado metade de Konoha pra almoçar, até mesmo sua Shishou e Gaara estavam lá, na grande varanda gourmet, que a mansão agora tinha, graças as intervenções de Umi na reforma da casa principal.

-Nossa quanta gente... – disse Sakura, mas foi interrompida, por 3 pares de mão que a puxaram para um lugar mais reservado.

-Testuda, conta tudo! – disse Ino empolgada.

-Isso ai... precisamos saber como foi... – disse Tenten mais empolgada ainda.

-Meninas, deixem ela respirar... – disse Hinata sorrindo, porém curiosíssima também.

-Hinata, sua tratante... como pode conspirar com o Naruto? – perguntou Sakura brava.

-Ahhh Testuda, vai me dizer que não gostou?

Sakura, olhou para um lado, depois pro outro, e com um gesto com a mão, pediu para as meninas se aproximarem e cochichou: -Foi incrível!

-Ahhh eu sabia... aquela cara de cubo de gelo não me enganava... – disse Tenten baixinho também.

-Precisamos de detalhes, testuda! – disse Ino puxando as outras três para uma sessão de fofocas.

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxx

-Sabem que provavelmente, estão falando do seu desempenho de ontem a noite, não sabe? – perguntou Itachi, que estava jogando truco de dupla com Naruto, contra Sasuke e Kakashi.

-E daí? –perguntou Sasuke desinteressado.

-E você sabe como as mulheres são criticas, né?! – disse Naruto, rindo- Truco sensei... (ele tinha quase sussurrando, pois Umi havia jurado que se um deles gritasse de novo, iriam aprender o efeito do novo genjutsu "dor eterna" que ela andava desenvolvendo!).

-E a julgar pelo jeito que ela foi embora hoje, ela não deve tá falando coisas boas não... – disse Kakashi analisando a sua mão – Eu não vou Naruto, tô com azar hoje e pelo visto o Sasuke também...

-Não estou com azar hoje...

-Não? E porque você tem um 4 vermelho, u na mão? – disse Naruto rindo.

-Dobe, você tá roubando?

-Otouto, isso é truco, faz parte de jogar, roubar... E você está tão distraído imaginando o que Sakura está falando para as garotas que nem percebeu isso...

-Ah... vão se ferrar! – disse Sasuke em alguns decibéis a mais do que aceitaria Umi, que gritou ameaçadoramente lá de dentro da cozinha:

-Espero não ter que voltar ai...

-Não Umi-nee-chan... estou até indo ai te ajudar... – disse Naruto tentando acalmar a fera.

-Então Kakashi, azar no jogo hein?! Seria sorte no amor? – perguntou Itachi maroto.

-Não sei... É como eu disse de manhã... Ela não me quer...

-Como assim? Nunca vi um cara ser tão intimo dela quanto você é...

-Hoje de manhã, perguntei se íamos contar o que tinha acontecido a vocês, e ela disse que não, que não era da conta de vocês... é como se ela quisesse esconder...

-Então aconteceu alguma coisa?

-Itachi, você é bem crescidinho pra saber onde aquela aposta maluca dela e muitas doses de tequila ia dar... E não vou fingir que eu não estava realmente esperando que algo do tipo acontecesse...

-Dê tempo a ela... Ela tem muita dificuldade de demonstrar vulnerabilidade... porque ela nunca pode mostrar isso antes... prove que ela está segura com você... dê espaço pra ela entender o que ela está sentindo... dê um tempo para ela entender que gosta de você de verdade e ela não vai te afastar...

-Como sabe disso?

-Conheço minha sensei, ela vai vir até você, basta ter paciência...

-Se você diz...

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxxxxxxxxxxxx

-Sakura, a gente pode conversar? – apareceu Sasuke do nada, e interrompeu a sessão fofoca "potencia dos homens" das quatro garotas que sentavam um canto afastado da varanda.

-Claro! Até daqui a pouco meninas... – disse saindo com Sasuke.

-Caminhe perto do lago comigo... – disse Sasuke sem expressão, guiando Sakura ao lago atrás da mansão, onde ele costumava treinar quando pequeno, do outro lado desse lago, ele via a antiga casa dos seus pais, que ele e Itachi ainda não sabia se iam reformar, ou destruir... as lembranças ali ainda estavam vivas.

-É uma bela casa... – disse Sakura olhando para onde ele olhava.

-Sim, mas ainda é complicado olhar pra ela... O que acha que devo fazer com ela?

-Me chamou aqui pra isso? – perguntou recebendo uma negativa do shinobi – Se fosse minha, eu a reformaria...

-Porque?

-Porque... bem, por mais que eu não consiga entender totalmente o que aconteceu com você naquela noite, embora eu não possa sentir o que você sentiu, se tivesse acontecido comigo, eu iria querer que ali fosse um local de recomeço... é um belo lugar e uma outra familia pode ser muito feliz ali, pagando as coisa ruins que aconteceu ali...

-É uma boa justificativa... talvez eu a reforme...

-E então? Porque estamos aqui?

-Porque você saiu daquele jeito hoje? Eu disse que ia levar café pra você...

-Meus pais já estavam preocupados... e eu recebi um senhor sermão... E quer saber? Eu nem devia ter dormido aqui... nós não somos nada um do outro... como você mesmo sempre faz questão de enfatizar...

-Tudo bem Sakura, eu entendo isso... mas poderia ter ficado mais um pouco, poderíamos ter conversado direito...

-Você conversava com as outras garotas depois que você dormia com elas?

-O que? Não... essa situação é diferente... não queria que você tivesse saído que nem um furacão, ficou parecendo que você não gostou de nada do que aconteceu...

-Ah, claro, o grande Uchiha Sasuke está preocupado com a reputação dele, depois de Haruno Sakura ter praticamente fugido da casa dele no dia seguinte... – quase berrou Sakura furiosa – Sinto muito querido, se você estava esperando mais uma fã girl apaixonada aos seus pés... Aconteceu, foi bom, e só!

-Vou te provar que não foi só isso... – disse Sasuke impassível.

-Ah é? Como? – perguntou Sakura enfrentando o shinobi, porém se arrependeu quando se sentiu prensada na arvore mais próxima e com os lábios do shinobi cobrindo os seus, lhe convidando para um beijo ardente e sensual.

-Assim... –disse interrompendo o beijo por falta de ar de ambos – Não finja que não gostou disso Haruno, porque eu sei que gostou...

-Nunca disse que não tinha gostado... Só disse que não temos nada... sem obrigações... – porém Sasuke a beijou de novo, e de novo... quando deram por si, Umi estava chamando para almoçar.

-Eu sei que antes eu disse que não tínhamos nada... mas isso foi antes... definitivamente acho que tem alguma coisa aqui... – disse a olhando nos olhos e a beijando na ponta do nariz – Vamos... o almoço vai esfriar...

E Sakura, depois disso fez a única coisa que poderia fazer depois dessa frase, seguiu Uchiha Sasuke.

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx xxxxx

Foi só Umi, dizer bom apetite a todos, que dois ANBUs se materializaram na varanda, um ao lado da Hokage e outro ANBU do esquadrão Ryu ao lado de Umi.

-Mas será possível, uma Hokage não pode nem almoçar? – perguntou Tsunade alterada.

-Reportem... –disse Umi preocupada para o ANBU da qual era capitã.

-A localização do alvo que nos ordenou durante a semana foi encontrada... – disse um de seus ANBUs rastreadores.

-E onde raios estão? – perguntou a Hokage furiosa.

-Atacando a comitiva do Raikage! – disseram em uníssono.

-Maldição... – disse Umi se levantando e sendo seguida pelos outros sinobis – Alguem fez contato visual com o alvo? Sabem de quem se trata?

-Só temos informação do rastro que deixaram... – disse o primeiro ANBU.

-E que tipo de rastro foi? – perguntou a Hokage correndo junto.

-Bastante parecido com uma cobra gigante...

-Orochimaru? – perguntou Naruto.

-Ou alguém querendo que a gente acredite que seja ele... – disse Umi com suas desconfianças.

-O que ele iria querer em Konoha agora? – perguntou Sakura que também seguia junto.

-Uchihas! – disse Itachi sério.

Continua...

Oi pessoal... obrigada pelos reviews e por todo mundo que leu e mesmo assim não comentou... Obrigada especial a Ana... seus reviews tem me motivado... obrigada! bjus