Sem Título: Botões de Elevador

por Miss Dartmoor

Fandom: RPS (Real Person Slash).

Disclaimer: Se você procurar Ficção no dicionário, vai saber exatamente o que essa fanfic é.

Série: Sem Título.

Sinopse: Jared e suas manias estranhas; e como Jensen aprendeu a amar cada uma delas.

Beta: Galatea Glax!

Shipper: Jared Padalecki e Jensen AcklesPadackles, J2, Jsquared!

Avisos: Schmoop? Fora isso, nada muito extremo. Eu já considero isso um "quase-slash". Ainda não aconteceu, mas com certeza vai acontecer.

Nota da Autora: Botões de Elevador é a segunda oneshot da série Sem Título. Acho que você não precisa ler a primeira ("A Coisa do Doritos") para compreender essa aqui, mas eu aconselho você a ler essas oneshots por ordem de chegada mesmo assim :D


Capítulo Único


Aquela era uma mania estranha que Jared tinha. Nunca fez o mínimo sentido para Jensen e, ele suspeitava, nunca faria. Jensen costumava compreender cada coisinha a respeito de Jared, saber tudo sobre ele; mas havia exceções. Como, por exemplo, aquela mania estranha que Jared tinha sobre entrar em aviões. Sempre que Jared entrava no avião, ele beijava a ponta do seu dedo e o tocava na superfície do bagageiro.

Aliás, ele costumava fazer isso ao entrar nos carros também. Jensen uma vez perguntou do que se tratava aquilo tudo, por que diabos Jared fazia aquilo sempre. O moreno havia, apenas, olhado para ele e sorrido daquela maneira simples. Ele dissera:

"Sei lá, eu só sinto que tenho que fazer. Esquisito, né?"

Jensen franziu o cenho e pensou "Esquisito não chega nem a cobrir", mas não comentou nada. Jared era cheio de manias estranhas e Jensen só acabou descobrindo mais sobre elas quando os dois foram morar juntos. Mas o loiro aprendeu com o tempo que, por mais esquisitas e sem sentido que fossem as manias dele, elas faziam Jared ser Jared; eram uma parte dele e o tornavam quem ele era, junto com seus sorrisos espontâneos e contagiantes, ou como ele ficava extremamente concentrado ao ler um script e ria feito um doido ao assistir algum filme de comédia, ou até mesmo quando ele abraçava Jensen sempre que o via e o tocava a cada oportunidade.

Eram suas manias e Jensen aprendeu a conviver com elas da mesma maneira que Jared aprendeu a conviver com as suas – que, Jensen apostava, poderiam ser mais estranhas ainda que as do moreno. E, além de aprender a conviver com elas, Jensen aprendeu a amar cada uma delas.

Porque era Jared.

Sim, isso devia fazer todo o sentido. Aliás, fazia.

Eles entraram no elevador e Jensen parou ao lado de Jared. Havia mais uma moça ali com eles e ela tinha apertado o botão do andar em que eles iriam. Jensen observou Jared encarar o botão com a testa levemente franzida.

O loiro contou mentalmente: "1, 2, 3, e..."

Jared apertou o botão, que já estava apertado, rapidamente e voltou a sua posição inicial. Ele parecia bem mais aliviado agora que tinha feito aquilo. Daí Jensen, sem se aguentar, perguntou:

- E isso aí? É sobre o quê? – Se referindo a mania de Jared em apertar os botões de elevador que já estavam apertados. O moreno olhou para ele e lhe deu um leve sorriso. Deu de ombros.

- Sei lá, eu só sinto que tenho que fazer, sabe?

- Sei sim. – Jensen comentou vagamente. Jared passou a observar a porta e Jensen passou a observá-lo.

As manias estranhas que o faziam ser quem era.

Jensen sorriu de leve, sem saber muito bem o porquê. Ele apenas sentiu a necessidade de sorrir; como sempre acontecia quando o moreno fazia algo Jared.

Bem, talvez essa fosse uma das manias esquisitas de Jensen.


.

.

Nota da Autora: Reviews são o combústivel de qualquer autor. Nós escrevemos por causa delas! Tire um minuto do seu tempo para fazer Miss Dartmoor, essa pobre autora, feliz, ok? ;P Até a próxima oneshot, pessoal!