Disclaimer: Esses personagens não me pertencem.

Fanfic feita sem fins lucrativos

Essa é uma TRADUÇÃO; portanto, o conteúdo não foi criação minha.

O texto original pertence à: Robin Wolf


GLOBAL WAR

Faça o amor, não a guerra

"Pare" a voz suave feminina sussurrou por trás dele.

"Não", sussurrou ele gravemente, admirando a catástrofe que se criava em torno dele.

Seus filhos, o exército nazista em sua maioria se alegrou com o banho de sangue que tinha acabado de criar. Ele desfrutava eufórico que a guerra parecia não acabar tão logo.

"Faça o amor, não a guerra" murmurou de novo a tênue voz, convencida.

"A guerra traz satisfação, amor, deixa a tristeza", disse com convicção.

Como poderia o Deus da Guerra e a Deusa do Amor ficar juntos de um momento para outro? Para o Olimpo tudo parecia impossível. Para eles, não tanto.

Ela acariciou seu pescoço exposto. Ela o beijou seus lábios e murmurou palavras de veludo capaz de enamorar a um cético, como ele.

"É isso que você quer de mim?", ele perguntou em um grunhido enquanto arrancava o lenço de tule do pescoço de Afrodite. Ela balançou a cabeça um pouco "Eu quero mais", sussurrando em seu ouvido, gerando a ele um calafrio.

"Você terá" Ele concordou com fervor. "Sempre que quiser mais de mim, o terá"

E, tirando lhe suas roupas, ele a possuiu como nunca tinha feito com outras deusas. Pelo menos não em um longo tempo. Ele havia se dedicado à criação de guerreiros que agitavam o que os Três Grandes haviam começado.

"Te amo" ela murmurou e ele não respondeu. Podia respondeu àquilo?

Ele cerrou os punhos e franziu o cenho. Não disse nada e virou-se para fazê-la sua, deixando hematomas por todo o corpo, louco para sentir o amor. Porque ninguém lhe disse que o amava, somente o tempo saberia que ele gostara de ter ouvido isso dela.