Ainda é estranho escrever esse ship, mas valeu a tentativa. Se gostarm, tem sugestões para fazer... Mandem um review! Boa leitura!


Poderia ser tudo, mas não era. Deveria ser tudo, menos engraçado. Mas não tinha como não rir. Era engraçado demais imaginar que tudo se resumiria àquilo.

Ali estava ele. O sobretudo preto tinha a gola levantada, e os cabelos muito claros estavam penteados para trás. Ao seu lado direito estava sua esposa, e do esquerdo seu filho pequeno.

"Ali está, o pequeno escorpiãozinho."

O comentário de Ron não fora intencionalmente maldoso, mas sim feito para provocar riso. Não deveria ter graça. Talvez devesse ser trágico, mas era cômico. Tragicômico, talvez.

Durante um bom tempo ficou pensando em como seria vê-lo novamente. Pensou em nervosismo, melancolia, raiva, coração palpitante...

Mas não é que ele sentia vontade de rir?

Olhar para a cara bem penteada dele provocava risos. Tudo havia acabado de uma forma tão confusa... ou melhor, nem sequer havia começado.

Apertos de mão, encontros falsamente casuais e... nada. De repente era cada um em seu canto, sem nem ao menos dar sinal de vida.

Era um tanto insatisfatório. Imaginava que ao menos a interação dos dois passaria de um aceno de cabeça. Ora, mas quanta bobagem!

"Eu nem gosto dele", Harry disse a si mesmo. Não gostava daquele rapaz loiro e arrogante, de rosto pontudo, cabeça erguida e chamado Draco Malfoy.

Assim que voltou para casa sentiu vontade de rir. Quanta desilusão. A realidade não correspondia ao esperado.

Quanta ilusão. Tentava convencer a si mesmo que nada existira.

Tragicômico.