Blind people

Alguns já chamavam-no de herói. E quando acontecia não sabia como responder que seu 'heroísmo' não seria necessário se ele não abandonasse sua companheira. Se ele não hesitasse mesmo que por poucos instantes.

Quando o clã Uchiha olhou seu orbe esquerdo na inauguração do memorial, sentiu-se como um bastardo. A arrogância da família era afável quando seus olhos escuros encontravam sua cicatriz.

Pelo menos eles não o chamariam de herói. Não agradeceriam por nada, só o tratariam como o usurpador que era, beneficiado pelo presente que não merecia.

Olhou as pessoas à volta. Todos de preto prestando condolências, chorando pelos heróis cuja única presença era o nome escrito na pedra fria.

Rin não estava lá.

OoOoOoOoOoOoOoOoOoOoOoOoOoO

"Então, você é o ninja que copia"

Novamente lha falaram. Qualquer pessoa da vila que dizia isso não conhecia a verdadeira história de como conseguira o Sharingan. Como sua incompetência matara seu amigo.

E ás vezes, a ignorância das pessoas o irritava. Para a vila não importava quem morrera para Kakashi possuir a herança do clã Uchiha. O orbe de Obito caía muito melhor em um soldado talentoso.

Somente Minato reconhecia o sacrifício de Obito e sabia o que isso significava para Kakashi, um ninja cuja própria miséria o afastara do mundo ao seu redor e de sua vida de jounin.

Aceitou a opção mais trabalhosa e virou um cão da ANBU. Tantas missões e treinamentos ocupavam seu tempo. O risco de morte iminente o contentava, parecia deixá-lo mais próximo de seu falecido amigo. Podia ver seu sorriso despreocupado, o reflexo no visor do ninja moreno. Quando isso acontecia podia finalmente suspirar, relaxar. Preso ao passado.

N/A: essa fic é inspirada no Kakashi Gaiden e me deu bastante trabalho, porque o Kakashi é um personagem bem difícil e complexo, mas é essa parte de cãozinho abandonado que eu adoro.

Se você leu e gostou- ou não – dessa fic deixe uma prometo que eu respondo.