"Aquilo a que chamamos o nosso desespero é frequentemente a dolorosa avidez de uma esperança insatisfeita".

Georg Eliot.

Capítulo 1

Banho de Chuva

Estava descalça, queria sentir a terra úmida em seus pés, acariciando-os enquanto andava sem rumo pelo jardim da bela casa na montanha que seus pais lhe deixaram antes de morrer. Fora para lá para se isolar do mundo...

Estava tremendamente triste e caminhar naquela tarde de primavera sob os chuviscos gelados que teimavam em cair sobre a pele quente a deixava mais à vontade para pensar, colocar a cabeça no lugar.

Precisava esquecer aquele que a magoara, aquele que por tantos anos fora seu amor e cuja existência durante tanto tempo lhe completava sua própria vida, sem o qual nunca cogitou viver.

Uchiha Sasuke.

Um dia seu grande amor, no outro o homem que a deixara inexplicavelmente por outra mulher.

Sasuke levou a vida de Sakura consigo, quando fugiu com aquela mulher sem ao menos se preocupar em se despedir, daquela que por dois anos foi seu amor e com a qual pretendia se casar em alguns meses.

Sim, ele deixou Sakura, depois de terem trocado tantas declarações, juras de amor, planejado um casamento lindo naquele mesmo jardim em que ela andava nesse exato momento.

Conseguia até mesmo sentir o cheiro dele vindo na direção das roseiras ali perto que balançavam com a leve brisa que passara.

Lembrou-se dele novamente.

E dessa vez não conseguiu segurar as pesadas lágrimas que estavam acumuladas durante tanto tempo em seu destroçado coração.

- Como você pôde...? – Murmurou para si mesma, tentando encontrar uma explicação do que lhe acontecera. – O que foi que eu fiz errado?

Estava tão triste, culpava-se, julgava que o erro havia sido dela. Não sabia porque, mas se ele a tinha deixado daquela forma tão brutal era porque ela havia feito algo que ele não tinha gostado. – Estúpida! – Xingou-se pelas tolices que pensava de si mesma.

Como poderia ter culpa naquilo? Ele a deixou, fugiu com Karin para algum lugar desconhecido. Não avisou ninguém, nem família, ou amigos, muito menos à sua própria noiva. Que consideração alguém que faz uma coisa desse tipo merece? Nenhuma!

Ao lembrar-se de quanto havia dedicado a ele, de como o havia seguido e o colocado num pedestal, de como ele era o único... Sentia-se uma tola, por ter confiado cegamente nele, por tê-lo colocado em primeiro lugar sempre.

As lágrimas rolavam agora ainda mais pesadas, estava desolada, não sabia como continuar sua vida. Não havia mais ninguém para guiá-la e o caminho parecia tão difícil, era tudo tão novo... Tinha muito medo de ficar sozinha.

- Eu não sei viver assim... Preciso refazer minha vida... – Disse entre soluços, fitando sem atenção um ponto qualquer da enorme montanha que enfeitava a paisagem ao longe. – Eu não quero ficar sozinha...

Deixou escapar num sussurro tão baixinho, que se ele não estivesse tão próximo dela provavelmente não teria ouvido.

Mas ele ouviu.

- Você não está sozinha. – Murmurou ao pé do ouvido, enquanto a abraçava delicadamente por trás. - Sempre estarei ao seu lado...

Continua...

Próximo Capítulo: Bolinhas de Sabão


Oi Pessoal!

Inesperado é uma Itasaku que tem agradado meus leitores nyah, por isso resolvi postá-la aqui no .

Espero que curtam, e reviews também seriam um grande presente pra mim ;)

Beijo.

Hime-chan.