Ficha Número 77

Título: Ficha Número 77
Autora: chubieta
Tradutora: Leili Pattz
Shipper: Bella/Edward
Gênero: Romance
Censura: T
Sinopse: Edward Masen é um garoto convencido que se vê obrigado a passar um verão com seus tios em Forks, onde conhecerá Bella Swan, uma garota tímida, mas Edward se empenhara em conquistá-la para ter algo de diversão em seu verão.

Disclaimer: A história pertence a chubieta, os personagens a Stephenie, e a mim somente a tradução.


Capítulo 1 – Más Noticias


Havíamos terminado de jantar, quando meu pai disse:

- O caso do Sr. Moore se estendeu mais do que o normal, assim que terei que passar as próximas semanas em New York.

Esse último não me surpreendeu, geralmente não via meu pai durante o ano.

- Oh está bem – respondi enquanto ficava meu olhar na lâmpada pendurada no teto.

- Dessa vez será diferente Edward – disse minha mãe, não sabia se estava falando comigo ou a meu pai. Odiava ter o mesmo nome que ele, vivia confundindo.

- Edward, sua mãe esta falando – disse meu pai. Oh estava falando comigo, deslizei meu olhar até encontrar a da minha mãe.

- Como te disse – fez uma careta ao recordar minha falta de atenção. – dessa vez será diferente. Decidi acompanhar o seu pai, passamos muito tempo separados e você é grande o suficiente para cuidar de si mesmo – ela terminou a séria. Isso me surpreendeu, a maioria do tempo ela ficava comigo em casa e quando acompanhava meu pai, o fazia unicamente quando se tratava de viagens curtas. Mas se eles iam… significava que eu teria a casa só para mim.

- Mas não pense que vamos te deixar só na casa durante seis semanas – disse meu pai adivinhando minhas intenções.

- Por que não? – me queixei. – Acabam de dizer que sou suficientemente grande para cuidar de mim mesmo!

- Não levante a voz para mim – disse meu pai secamente. Bufei – Alem disso, ainda que tenha a maior idade, a celebração do seu ultimo aniversário... – sacudiu a cabeça – Nos demonstra que não podemos te deixar sozinho em casa.

- Mas Maddie vai ficar comigo ou não?

- Madeleine vai tomar um mês de férias – disse meu pai cortante.

- Por isso falei com a minha irmã, Esme e vai passar o verão com ela – acrescentou minha mãe.

- Em Forks? Mas mamãe, é o lugar mais chuvoso do país! Por que tenho que passar meu verão lá? – reclamei furioso.

- Baixe a voz, Edwad, não estamos surdos – repreendeu-me meu pai. – Vai passar o verão com seus tios, gostando ou não.

- Mas é meu último verão antes de entrar na Universidade… mamãe? – a olhei tristemente.

- Vai para Forks. Fim da discussão – interrompeu meu pai antes que minha mãe pudesse responder – Prepare suas coisas, vai em cinco dias – e sem dizer mais, ambos se retiraram para seu quarto, deixando-me sozinho na mesa. Suspirei pesadamente. Esse verão seria um nojo.

.

Abri os olhos quando o avião pousou em Port Angeles e suspirei profundamente. Uma vez que retirei a minha bagagem, entrei no meio da multidão no aeroporto até que eu vi os meus tios acenando e eu me aproximei deles.

- Edward! É um prazer o ter conosco! – exclamou tia Esme enquanto me abraçava emocionada. Devolvi o abraço algo incomodo, não estava acostumado a essas demonstrações de afeto, meus pais haviam me criado de uma maneira muito fria.

- Muito obrigada – sorri timidamente.

- Bem-vindo Edward – disse tio Carlisle, enquanto me separava da minha tia.

- Muito obrigada – agradeci novamente.

A viagem de Port Angeles para Forks foi chato. Meus tios se dedicaram a interrogar-me por todo o caminho, mas eu me esforcei para responder da maneira mais agradável possível. Afinal, não era culpa deles que meus pais tiveram a idéia cruel de me enviar para Forks durante o verão.

- Irei avisar aos garotos que chegou – disse minha tia e entrou em casa, enquanto Carlisle me ajudava a descer minha bagagem.

- Vou ligar para a minha mãe para avisar-lhe que cheguei, em seguida entrou – lhe disse ao meu tio, que assentiu e entrou em casa. Disquei o numero da minha mãe e esperei que atendesse.

- Alo?

- Oi mamãe.

- Oh Edward, é você – disse minha mãe secamente – Como foi a viagem?

- Tranqüila – respondi no mesmo tom.

- Como estão Esme e Carlisle?

- Bem, foram me buscar no aeroporto.

- Alegrou-me – disse ela sem expressão alguma na sua voz. – Alice e Emmett?

- Ainda não os vi. Liguei antes que esquecesse. – respondi. Sabia que uma mão normal teria dito "Como vai esquecer de me ligar?", mas Elizabeth Masen não era uma mãe típica. Como era de se esperar, se limitou a dizer-me:

- Me parece bom. Seu pai te mandou cumprimentos – sabia que o último facilmente poderia ser mentira, mas respondi com um "obrigado" de todas as formas – Conversamos outro dia, cuide-se.

- O farei. Adeus – fechei meu celular e apenas pus um pé dentro da casa, alguém se atirou nos meus braços.

- Edward! – Alice gritou.

- Oi Alice – a cumprimentei com um sorriso fingido, enquanto me afastava dela. O que acontece com todos?, pensei irritado. Todos pareciam ser muito afetuosos para o que eu estava acostumado.

- É um prazer te ver por esses lados primo! – disse Emmett enquanto me dava uma palmada nas costas;

- Eu também me alegro em te ver – sorri, ainda que internamente, seguia maldizendo por estar aqui. Logo, notei que haviam mais pessoas na sala.

- Ah, Edward deixa lhe apresentar – disse Alice ao ver minha cara de pergunta – Esses são Jasper, meu namorado – o referiu, me cumprimentou enquanto Alice sorriu abertamente – e ela é sua irmã, Rosalie Hale... – Mm... não estava mal, mas não era meu tipo.

- Minha namorada – terminou Emmett, sentando no sofá junto a ela e passando um dos braços pelos ombros. Bom, de todas as formas, estava ocupada.

- Um prazer lhe conhecer, Edward – respondeu ela.

- Igualmente – lhe disse cortesmente.

- E ela – apontou para um garota de cabelo castanho que me olhava levemente corada, ainda que fosse a primeira vez que a visse, havia isto esse mesmo olhar em muitas garotas… sim algo havia aprendido bem no Ensino Médio, havia sido reconhecer quando uma garota me achava atraente e claramente ela tinha essa expressão… interessante… o comprovaria em alguns segundos... – é Bella Swan.

- Ola – me cumprimentou em voz baixa, evitando olhar-me nos olhos.

- Olá Bella – sorri e vi como seu rubor parecia mais notável. Sim… definitivamente isso seria interessante, quem sabe… o verão não seria tão mal depois de tudo.


Nova tradução.. Um Edward convencido e frio na nossa vida faz bem xD

Tomara que gostem da fic e comentem por favor.

Bjs