Normal: narração e fala

Itálico: pensamento

Conversa no bar

Quando se quer ficar sozinho, ou pensar nos problemas, um dos vários lugares que as pessoas escolhem é um bar. E havia um na Baía das Orquídeas, que era onde Jody Clooney se encontrava.

Aos 21 anos, havia se tornado uma bela mulher, mas mesmo assim, continuava solteira. Não que não quizesse se casar, simplesmente não havia encontrado o homem certo... e já havia sofrido muitas desilusões.

Só pra se ter uma ideia, havia tentado com Marcus, Dennis e até o Roger. Mas Marcus se casou com Júniper, Roger com Ophélia e Dennis... não soube mais dele desde que saiu da cidade pra fazer astronomia e não voltou mais.

Na verdade, a maioria de seus amigos tinha se mudado quando mais jovens ou logo depois de casar. Jody até tentou se enturmar, mas não teve muito sucesso.

Estava tão pensativa que ignorou completamente um rapaz que havia sentado ao lado dela no balcão.

Rapaz: Um capuccino com menta... duplo!

Jody ficou surpresa ao ouvir a voz dele, pois era muito familiar, embora não se lembrasse de onde. Curiosa, olhou pra ele.

Jody: *surpresa* Ray Ray? É você?

Ray Ray: *virando-se* Jody? Uau, eu quase não te reconheci! Você cresceu muito, garota!

Jody: *sem graça* Você... também!

De fato, Jody estava certa. Apesar dos dois terem 3 anos de diferença, Ray Ray já era um rapagão aos 18 anos, tendo passado Jody em altura. Os dois não se viam desde que Ray Ray fora expulso do colégio aos 12 anos e começou a frequentar outro colégio do outro lado da Baía das Orquídeas.

Barman: Seus pedidos, senhores!

Ele entregou o capuccino de Ray Ray e o café de Jody.

Ray Ray: *tomando um gole do café* O que tem feito da vida?

Jody: *olhar distante* Estou no último ano da faculdade de jornalismo! E você?

Ray Ray: Comecei administração esse ano! Acho que a traição da minha namorada me deu forças pra tentar a faculdade!

Jody: *surpresa e tomando um gole do café* Você tem namorada?

Ray Ray: Não mais! Terminei com ela depois de saber da traição! Me pergunto se acharei um amor de verdade algum dia!

Jody: Eu sei como é!

Os dois tomaram mais um gole do capuccino e do café, antes de Ray Ray se pronunciar.

Ray Ray: *surpreso* Sabe? Como? Você não está namorando?

Jody: Já tive três namorados! Mas dois deles se casaram e um desapareceu quando foi fazer faculdade em outra cidade! Atualmente, estou sozinha!

Ray Ray: É raro te encontrar sozinha! Você é tão bonita... ops!

Ray Ray cobriu a boca, vermelho, enquanto Jody o observava, surpreendida.

Jody: Eu nunca ouvi você dizer que sou bonita! Bom, no passado você era só uma criança! Mas mesmo assim...

Ray Ray: *confessando, de cabeça baixa* Eu sempre te achei bonita! Mas nunca disse porque... você era 3 anos mais velha e... provavelmente não daria bola pra mim!

Jody: *corada* Bom... nossa diferença de idade não atrapalha tanto agora, já que ambos somos adultos!

Ray Ray: Então... gostaria de namorar comigo?

Jody foi pêga de surpresa com a pergunta, pois era muito repentino.

Jody: Acho... que podemos tentar! Sim, gostaria de namorar contigo!

Assim, os dois aproximaram os rostos e seus lábios se tocaram num beijo tímido, com gosto de café e capuccino, que foi aprofundando aos poucos até precisarem respirar.

Ray Ray: *ofegante* Quem... diria! Estávamos destinados e nem sabíamos disso!

Jody: Ainda bem que descobrimos logo, por nossa "conversa no bar"!

FIM!