cutecrazyice: Thank u sooooo much!


Pessoas!

Cá está a hime novamente com a terceira parte do seu projeto de férias. A primeira tradução de uma longsasusaku humor/romance/UA/(em grande parte M-rated)

É uma fic muuuuito divertida, por isso resolvi trazê-la para os fans do casal ;D

E bom, como é natal e eu não tenho como dar chocolates para todas as leitoras fofas que me acompanham, julguei esse ser um presente adequado :)

O qual gostaria de dedicar a uma leitora linnnnda-foooofa-que-eu-adooooro-e-que-acompanha meus escritos desde... ahm... acho que desde sempre!

BellaHaruno/Bela21, pra você, presente da hime por ter me aguentado durante todos esses meses! heheh


Uma história de cutecrazyice

Tradu-adaptação por Kahli hime


Prólogo:

A Aposta

Ambas estavam bêbadas quando fizeram a aposta.

- Testa de marquise, ele já voltou faz dois anos, duas droga de anos, e você ainda não fez nada. Não moveu uma única palha. Se eu já não tivesse o meu Shikamaru, estaria com ele em menos de um minuto. Porque você não está fazendo nada?

Ouviu-se um soluço, enquanto a loira de olhos azuis, kunoichi sexy, tomava outro gole de seu sake, virando-se em seguida para fitar sua amiga de longa data (e sim, uma vez rival).

E mantendo um olhar crítico sobre a menina, chegou à conclusão que...

- Oh, Kami ... você ainda está apaixonada por ele?

A moça de cabelos rosados, olhos verdes, kunoichi esbelta (não que não fosse tão sexy quanto a outra, mas suas curvas eram mais sutis) olhou alarmada mediante a declaração da amiga, soltando um soluço em retorno. Sacudiu a cabeça enfaticamente.

- Não, claro que não!

- Então prove! - Gritou a loira, notava-se o claro desafio na vibração de sua voz embriagada. Prove pra mim em nove dias!

- Eu vou!

- Ok, então, faça ele te desejar! Faça ele precisar de você – até mesmo te amar!

Mas que diabo de prova é essa, como é que isso prova que eu não sou apaixonada por ele, hein porca?

Silêncio.

Então...

- Porque você vai ter que deixá-lo no final.


Uma aposta estúpida. Uma aposta muito, muito estúpida.

E Haruno Sakura sabia que não poderia voltar atrás em sua palavra.

Não era por orgulho. Ela sabia que não era por orgulho.

Foi somente quando finalmente tinha ficado sóbria, que Ino havia chegado à sua porta, exigindo que ela defenderia sua honra, e não voltaria atrás sobre a aposta, pois se ousasse, a punição seria correr por Konoha durante um dia inteirinho.

Nua.

Além disso, ela também teria que gritar a plenos pulmões que era uma fracassada. (enquanto corria nua!).

Haruno lembrava-se claramente de Gai desafiando a mesma coisa a Kakashi no ano anterior, e Kakashi ter vencido. Mas a imagem de um Gai perdedor correndo nu por Konoha ainda estava fresca em sua mente, e isso meio que... bem, fazia seu estomago revirar. Ugh.

Ela não faria isso de jeito nenhum!

Talvez houvesse uma maneira de tirar Ino de cabeça.

– Escuta, Ino. - Começou Sakura, aquele era seu primeiro copo de café depois da bebedeira do dia anterior (por sinal é a única cura para a ressaca!). Sobre a noite passada... talvez a gente, ahm, você sabe ...tenha exagerado. ... me refiro... a aposta...

Ino permaneceu em silêncio, coisa rara de se ver, o que fez Sakura dar um passo para trás.

- Quero dizer, não é como se isso fosse grande coisa ... a minha palavra é suficiente, certo? E isso é só uma aposta estúpida , infantil e imatura e tenho certeza que nós duas somos grandinhas o suficiente para não perder tempo com esse tipo de coisa e eu juro que... -

- Eu durmo com o Lee se eu perder a aposta, testa de marquise. Ou com o Gai-sensei. Ou até mesmo com o Jiraiya.

Nossa, aquilo era muita informação para se processar.

Sakura olhou para Ino, um olhar chocado no rosto. A loira parecia determinada, e um pouco chocada com o que ela própria havia acabado de dizer, ter deixado escapar uma coisa dessas... obviamente foi sem pensar.

Ha. típico da Ino.

Mas, por mais tentador que fosse, realmente não era o suficiente.

Sakura suspirou.

- Ino, Desculpa, mas...

- E eu também vou correr nua por konoha. Durante dois dias inteirinhos. Com uma plaquinha na minha testa escrito 'Pevertida'. E gritando a plenos pulmões : 'Sakura é a melhor!'

Então era isso. A palavra mágica.

Pode chamá-la louca, mas de alguma forma, aquilo ela não poderia resistir.

Ok, talvez fosse mesmo por orgulho. Droga!

Orgulho estúpido, estúpido!

Mas quem não iria querer que sua melhor-amiga-mas-por-muitas-vezes-rival, experimentasse uma dose de seu próprio veneno?

Ah, e como a Ino merecia isso...

E a loira estava realmente determinada sobre o acordo.

E antes de Ino ir embora, Sakura disse-lhe que dormir com aqueles caras era too much, porque ela sabia que Shikamaru ficaria magoado se descobrisse que sua namorada realmente propôs tais detalhes numa aposta).


Sakura simplesmente sentou-se em sua acolhedora cadeira de cozinha, estava distraída enquanto traçava padrões sobre o balcão de madeira antiga. Esperando seu café ficar pronto. Deixando que o tempo voasse...

E, é claro, pensando em quão estúpida ela era. Sim, era por puro orgulho.

Mas como diabos alguém consegue ganhar uma aposta tão impossível assim?

O problema não era a parte de deixá-lo... Claro que não! Ela estava sendo honesta com Ino quando disse que não estava apaixonada por ele. Ela nunca foi. Era apenas uma paixão adolescente, e que de certa forma, havia morrido anos atrás. E quanto a deixá-lo ... bem, ele era o Sr-não-sinto-emoções. Então isso com certeza não iria feri-lo de forma alguma. O problema era outra coisa.

Como ela poderia fazer Sasuke querê-la? Precisar dela e amá-la, se até hoje ele nem mesmo percebe que ela existe!

Ou pior, como ela o faria tratá-la como igual?

Para ele, ela era apenas uma colega de equipe, e talvez aquela do tipo que poderia ser facilmente substituída. A única coisa que importava para ele eram seu treinamento, sua amizade com Naruto, e provar que ele era digno de ser recebido de volta como um shiboni de Konoha.

E Sakura levou muito tempo para aprender a aceitar isso.

Quando nada veio à sua (normalmente) brilhante/estratégica mente, ela deixou o tempo voar um pouco mais na intenção de que seus pensamentos fluíssem melhor. Até que sentiu suas funções cerebrais esvaecerem junto com o sono implacável. E sua cabeça foi caindo lentamente sobre o balcão, suas pálpebras quase prontas para se fechar.

Até que de repente, do nada, ela lembrou de uma coisa sobre Sasuke.

Sobre o que ele era.

E a única coisa que sua espécie sempre desejou, sempre, sempre, sempre. Algo imprescindível.

Num piscar de olhos, Sakura ficou instantaneamente mais uma vez alerta, as respostas finalmente começaram a fluir em seu cérebro.

Ele era um homem.

E os homens precisavam de... sexo.

E se você pensar bem nisso, um bom sexo te fez querer mais e mais.

Querer mais faz você precisar.

E precisar pode fazer você vir a amar...

Foi difícil chegar àquela conclusão, mas aconteceu. Era aquilo mesmo... não havia como negar o fato.

Sakura arregalou os olhos, assim que percebeu exatamente o que tinha que fazer. O que exatamente estava em jogo.

Percebeu exatamente como iria vencer a aposta.

Ela teria que seduzi-lo.

Seduzir o Senhor Cubo de Gelo.

E ela tinha apenas nove dias para fazê-lo.


- Ne ... teme?

Silêncio.

- Suas fãs estão te seguindo de novo.

E o silêncio continuou.

Até que depois de um tempinho...

- …Eu sei, dobe.

Ouviu-se um grunhido, depois um par de olhos azuis a lhe fitarem o que, naturalmente, os ônix receptores haviam totalmente ignorado, como de costume.

Uzumaki Naruto suspirou, coçando a cabeça.

- Não é possível encontrar uma maneira de se livrar delas, teme?

- Elas continuam sempre voltando, dobe.

O loiro olhou para trás com cautela, e quase estremeceu ao ver dezenas de olhos cheios de esperança perseguindo todos os seus movimentos.

E carinhosamente gritando o nome mais irritante do mundo (pelo menos era, na opinião de Naruto).

- Sasuke-kun, por favor, sai num encontro comigo.

- Sasuke-kun, você é tão lindo! Você é o melhor!

- Sasuke-kun, não se preocupe! Eu ainda te amo, mesmo depois de você saído de Konoha!

- Sasuke-kun, por que a gente não vai pro meu apartamento e faz algumas coisinhas...

- Sasuke-kun, CASA COMIGO!

Elas continuavam vindo.

E era sempre a mesma coisa. Desde de uma declaração tímida, ou até mesmo uma mais ousada, uma proposta sedutora, que às vezes beirava a... bem, algo totalmente vulgar.

E tudo o que Naruto podia fazer era tapar os ouvidos e berrar contra todas elas (como já havia feito antes), mas nunca obtinha sucesso.

Mas talvez uma outra pessoa seria capaz de fazer aquelas fãs calarem a boca.

- Ne, teme ... precisamos encontrar uma menina.

O rapaz de cabelos espetados deixou que uma sobrancelha arqueasse ao ouvir tal declaração. - Dobe... isso é uma idiotice. E eu que pensei que nós estávamos tentando evitá-las.

Naruto acenou impaciente com as mãos, não se preocupando em ficar chocado com o duplo sentido que aquelas palavras haviam ganho quando ditas em uma só frase.

Um simples duplo sentido, só isso. E, na sua opinião, havia questões mais importantes a se ponderar no momento.

Assim como o fato que o teme era um idiota e que realmente não deveria ter tantas mulheres caindo sobre seus pés.

Che.

E elas realmente eram, no mínimo, muito irritantes.

- Eu não quis dizer isso, teme! O que eu quis dizer foi ... temos que achar uma garota que não seja sua fangirl para se livrar dessas meninas. Sabe como é, uma namorada de mentira. Sabe, para afastá-las, porque aí elas saberão que você já foi... enlaçado.

Assim que seus pensamentos começaram a imaginar a cena, seus olhos azulados se arregalaram. Brilhando.

Então ele sorriu maroto, dentes quase nítidos.

- E eu sei exatamente quem seria perfeita para isso.

Enquanto os ônix fitavam atentos, somente um pensamento entrou na mente de Uchiha Sasuke.

Aquele sorriso nos lábios do Naruto não é nem um pouquinho confiável!


Continua...

Próximo Cpt: Seduzindo um cubo de gelo


Gostaram do prólogo?

Flores, daqui pra frente as coisas só esquentam, e situações hilárias irão envolver esse povinho fofo até o final!

Eu agradeço a quem leu, agradeço mais ainda se me deixar um review (afinal, gente traduzir longfic né mole não viu, dá mó trabalhão!), e espero vocês no próximo cpt ;)

Beijinhos da hime-chan!

PS: Os recados serão respondidos no próprio review this story.

PS2: Quem estiver gostando da fic, coloque-a no story alert, sabe como é né, longfic é assim mesmo, tem continuação sabe... heheh

PS3: E cadê o espírito natalino de vocês? Não creio! Está saindo sem deixar um review pra hime? NANI? buá buá buá (vou chorar) Deixa um review que a hime te recompensará (com outro review tah, nada de moedas de ouro ou coisas materiais, afinal Naruto não é meu, por isso eu não sou rica! *infelizmente D:*