Meu Vizinho Perfeito

Casal: NejixTenten

Legenda:

-Normal – fala do personagem.

-Itálico – Pensamento.

-CAIXA ALTA – Gritos de raiva e etc ou comemorações.

M V P *~* M V P – Mudança de local ou situação.

M V P *~* M V P

Vizinhos. Tenten Mitsashi sempre odiou essa palavra. Principalmente aquele vizinho velho e irritante que reclama de tudo.

Mora em um condomínio de classe média alta. É uma jovem bem sucedida e tinha um bom emprego. Era policial de Nova York. (N/A: Já um caminho pra ser agente da CIA, hein?)

Tinha uma boa condição financeira, um apartamento pequeno e aconchegante, amigos maravilhosos, basicamente tudo, menos namorado. Tudo menos isso, mas não necessitava tanto.

Tenten é alta, cabelos castanhos presos em dois coques e olhos da mesma cor. Tem a pele clara e curvas de deixar QUALQUER homem babando.

A campainha é tocada desesperadamente três vezes.

Saiu do seu quarto bufando vestindo o seu tradicional pijama. Olho no olho mágico da porta e viu que era o seu 'adorável' vizinho.

-Veio reclamar de novo, seu Nadir? – Olhou para o velho senhor a sua frente. Ele era baixinho, corcunda e vivia apoiado em uma bengala.

-Não, minha filha, acalme-se. Eu só vim lhe avisar que estou de mudança. Saio hoje mesmo.

-Sério, seu Nadir? –Fingiu frustração. Lógico, era o que mais queria.

-Vou me livrar desses vizinhos insuportáveis.

- "E eu do senhor!" – completou em pensamento. – Pena seu Nadir. Sentiremos a sua falta.

O velho a olhou desconfiado. Sabia o ódio que a jovem Mitsashi tinha por ele.

-Bom, até nunca mais. – Saiu com o auxílio de sua bengala.

-Até nunca mais, seu Nadir. – Falou inclinando a cabeça para o lado. Depois jogou para trás e riu fechando a porta. – YES, YES, YES, YES, YES! – Comemorou pulando. – Não vou ter que suportar aquele velho! – Se jogou no sofá.

Ligou para as melhores amigas – Sakura e Hinata – contando-lhes a novidade e chamando-as para comemorar.

M V P *~* M V P

Escutou uma batida na porta e levantou a cabeça para ver quem era.

-Com licença, Sr Hyuuga. – A secretária adentrou o local encostando a porta. – Tem uma senhorita lá fora desejando falar com o senhor.

-Quem é? – sua voz soou fria e sem interesse. A secretária já se acostumara.

-Ela disse que veio tratar de uma compra de um imóvel.

-Ah, sim. – Se levantou – Pode mandá-la entrar.

-Claro. – A secretária saiu.

Quando olhou para a porta, viu uma bela jovem morena adentrar a sua sala. De primeira encantou-se com a sua beleza. Vestia uma saia social, uma regata branca por baixo do blazer vinho com um scarpim preto. Seu cabelo estava preso em um rabo-de-cavalo e estava perfeitamente maquiada.

-Boa tarde, Sr. Hyuuga. – Estendeu-lhe a mão.

-Boa tarde. – Cumprimentou-a.

-Meu nome é Lizandra Ribeiro. Sou filha de Nadir Ribeiro, o proprietário do apartamento que o senhor pretende comprar.

-Ah, claro. Sente-se. – Os dois sentaram-se.

-Vim lhe trazer o contrato para que o senhor possa assinar. Ele foi examinado pelo seu advogado, como o senhor pediu. – Entregou-lhe o contrato dentro de uma pasta fina transparente.

Enquanto Neji passava o olho pelo contrato, Lizandra lhe explicava a situação do apartamento e o dia da mudança.

-O senhor pode mudar-se daqui a dois dias.

Neji respondeu afirmando com a cabeça. Não era homem de muitas palavras e sim de atitude, embora a sua profissão exigisse mais a sua voz.

É presidente das empresas Hyuuga. Foi nomeado pelo seu tio.

-Mudo-me o mais rápido possível. – Falou enquanto devolvia o contrato a Lizandra.

-Meu pai mudou-se hoje. Dois dias é o prazo para que o apartamento esteja completamente vazio.

-Ok. Mudo-me daqui a dois dias.

-Claro. Ligo avisando-lhe quando o apartamento estiver vazio. – Levantou-se. – Até mais Sr. Hyuuga.

-Até. – Despediram-se com um aperto de mão.

-"Apartamento resolvido". – Pensou enquanto voltava a sua atenção para o computador e a papelada.

M V P *~* M V P

Acordou com o som irritante do despertador. Estava feliz demais para quebrá-lo. Dois dias se passaram sem seu Nadir reclamando de tudo e de todos.

Levantou-se, fez sua higiene matinal, se arrumou para o trabalho e foi tomar café.

-Dois dias em seu Nadir, dois dias sem reclamação. Ai, – suspirou – estou no paraíso. – Disse a sim mesma.

Tomou seu café normalmente e foi para a base de treinamento. Hoje é só treino. Voltaria mais cedo para casa caso não houvesse alguma emergência.

M V P *~* M V P

-Seu Geraldo! – Entrou no prédio falando alegremente com o porteiro. – Boa tarde.

Eram 17 horas, sempre voltava do trabalho, quando não tinha alguma coisa importante a resolver.

-Boa tarde, dona Tenten. Tudo bem com a senhorita?

-Sem dona e senhorita, por favor. Estou ótima. E você, seu Geraldo?

-Bem também Do... Quer dizer, Tenten. – A jovem soltou um lindo sorriso para o porteiro.

Tenten era conhecida pelo seu humor e seu Nadir, que saía falando mal dela.

-Com licença. – Ouviu uma voz masculina profunda e educada chamando-a.

-Pois não? – Respondeu virando-se para o rapaz. Ficou surpresa e levemente corada ao ver a beleza dele. – Kami, é um anjo?

-A senhorita mora nesse prédio?

-Moro sim. Precisa de ajuda? – Sorriu.

-Sim. – Respondeu o belo rapaz.

-Eu o ajudo. – Pronunciou-se seu Geraldo.

-Pode deixar que eu o ajude, seu Geraldo. – Olhou pra ele, com: "Não ta vendo que ele é gato e que fiquei afim?"

-Ah, claro, Srta Mitsashi. – Tenten apenas sorriu com a resposta do porteiro.

-No que posso ajudar? – Virou-se sorrindo para o rapaz.

-É a primeira vez que venho aqui e queria ajuda para chegar a esse apartamento. – Estendeu-lhe o chaveiro com o número escrito.

-0307... – Murmurou. Surpreendeu-se. – NÃO!

-Não sabe? – Olhou-a intrigado.

-Se-sei sim. – Gaguejou devido à surpresa. – "Um vizinho gato? Ahá, boa idéia!" – Pensou. – Siga-me. Eu te levo até lá. Tchau seu Geraldo.

Entrou no prédio e chamou o elevador. O silêncio instalou-se sobre eles, até que Tenten abriu a boca.

-É novo aqui ou veio visitar alguém?

-Sou novo. Mudei-me hoje. – O 'trim' (N/A: Onomatopéia ruim aqui!) do elevador despertou Tenten e entraram. A moça apertou o número três.

-Uma dica: Quando você quiser ir para qualquer apartamento, aperte no número que vem depois do zero. Esse número indica o andar do seu apartamento. – Mostrou o painel de comando.

-Hum. Bom saber. Obrigado. – Olhou a jovem trajando uma farda.

-De nada. – Sorriu olhando para o rosto do rapaz.

Neji ficou a observar a bela moça que estava ao seu lado. "É linda", pensou. Reparou também na roupa. Uma curiosidade veio à tona.

-Você está de farda. Trabalha na Polícia? – Perguntou olhando a Tenten dos pés à cabeça.

-Uhum, trabalho sim. Sou policial.

-Interessante. Então esse prédio é bem seguro, não? – A jovem riu.

-É, mas não por causa de mim (N/A: Modéstia sempre faz bem! XD). O sistema de segurança daqui é ótimo e eu não trago arma pra casa. – Neji apenas a olhou compreendendo-a.

O elevador se abriu no andar indicado, no caso o terceiro. Os dois saíram e Tenten apontou o apartamento procurado.

-Esse é o seu. 0307.

-Engraçado.

-O que? – Olhou para o rosto do rapaz.

-O número do meu apartamento é a data do meu aniversário.

-Sério? – Riu. – Assim é fácil de não esquecer o seu aniversário.

-Verdade. – Abriu um pequeno sorriso, o qual deixou a jovem um pouco corada.

-Bom, eu sou a sua vizinha. O meu é esse. – O Hyuuga olhou para a porta. Viu o número gravado, 0306. – Precisar de alguma coisa é só chamar. Ah, e outra dica: Tudo o que você faz dentro do seu apartamento eu escuto. Nem tudo na verdade, só se o que você fizer causar um barulho alto.

-Entendi. Vou tomar cuidado. – Olhou para a jovem. Seus olhares se encontraram por um segundo ficaram observando olhar um do outro.

-Bom... - Desviou o olhar. – Eu vou entrar. Se precisar de alguma coisa, chame. Até mais. Ah, meu nome é Tenten Mitsashi.

-Prazer, Neji Hyuuga. – Estendeu-lhe a mão.

- O prazer é todo meu, Neji. – Cumprimentou quase babando. – Tchau. – Destrancou a porta e entrou. (N/A: NÃO! Ò.Ó SAIU!) – AHHHHH! UM VIZINHO GATO!

Do lado de fora, Neji escutou a comemoração da moça – alta comemoração – e pensou rindo, que seria até divertido ter uma vizinha 'maluquinha'.

M V P *~* M V P

HEEEEEY GUYS!

Bem?

Bom, essa é a minha primeira fic que POSTO aqui, não a primeira que escrevo, mais é a primeira que pretendo terminar.

Não garanto nada de datas certinhas e etc, mas prometo tentar postar o mais rápido possível.

Acho que é isso.

Hehe.

Beeejoos :*

P.S.: Dedico essa fic a Keiko Haruno Uchiha, apesar de não ser SasuSaku, mais ela é a minha Ficwritter-Diva, então...

E também, dedico a Pyta-chan, escritora do S2 Um show pela paz S2 (link: .net/s/3702479/1/S2Um_Show_Pela_Paz_S2). É a melhor songfic que já li na vida. *-*

E também a Samy Winkot que escreveu Just Me (.net/s/6084548/1/Just_Me), amo demais essa fic. *-*

REVIEWS?