Oi pooovo!

Mais uma fic demais pra vcs! Admitam! Sou mto legal neh! – Pouco convencida...¬¬

Brincadeirinha pra descontrair! *Ignorem ¬¬*

Essa é a minha primeira Sasusaku e eu espero mto que vcs curtam!

Não esquece de me mandar uma review, pra dizer o q vcs acharam desse primeiro capítulo! Pode ser até pra dizer que ta um lixo, mas comentem!

Ah! Eu quero dedicar essa fic pra minha amiga mais importante do ffnet e, agora, do Nyah!

Tchan tchan tchan: Kahli Hime! XD

Isso é pra te agradecer por tudo e pela nossa amizade flor! Ela é mto, mto, mto importante pra mim! Espero do fundo do meu coração q vc goste!

Todo aquele "bla bla bla" de q o anime não me pertence e q a história sim, entre outras coisas – Leia-se: Sasuke. Esse eu realmente queria q fosse meu – Vcs já sabem meus amores! Então... Vamos pular essa parte, ok?

E vamos que vamos! ^^

Até que o Sasuke nos separe...

Capítulo 01 – Inadmissível

Sasuke POV

Isso estava bom demais pra ser verdade...

- Rápido Uchihinha! Estaremos ao vivo em 50 segundos! – Dizia Itachi me arrastando para o estúdio onde seria apresentado o programa com maior audiência do momento, com aquela voz fofinha.

Ou pelo menos ele achava que era...

- Uchihinha tua bunda! Me larga seu idiota! - Berrei numa tentativa frustrada de me soltar daquela anta que infelizmente tinha o meu sobrenome...

E era da minha família...

E era meu irmão...

Irritante é apelido! Esse cara é o demônio!

- Claro! – Disse realizando meu desejo com um sorrisinho insuportável.

Ele distorceu meu pedido, por que ele praticamente me jogou no palco e por pouco – Muito pouco - eu não caí de cara no chão.

Desgraça! Pelo menos o programa ainda não foi ao ar... Imagine se eu espatifo quando começam a transmissão? Eu juro que estrangulo aquele babaca até ele ficar roxo e parar de respirar de vez...

- Pronto? – Pergunta gentilmente a apresentadora do programa.

- É né... – Cara desagradável. Numa situação desagradável

Era a minha primeira entrevista ao vivo, e foi esse mané do Itachi que arranjou pra mim... Tenho que fazer isso direito!

É o seguinte: Eu estava precisando de um empresário, já que eu sou ator – Um dos mais famosos do momento, devo ressaltar (N/A: Será que o ego dele é grande?)– e Itachi é do ramo e então eu acabei por contratá-lo.

Devem ter me feito cheirar gasolina pra eu contratar esse imbecil, não consigo entender como eu consegui essa proeza!

Talvez eu estivesse desesperado!

Não... Mas se eu ainda sou eu, eu não contataria ele nem em caso de vida ou morte.

É... Preciso de um psicólogo.

Fato.

Quando finalmente aquela bicha saiu da minha cabeça e eu olho mais atenciosamente para a plateia me deparo com a multidão de fãs malucas!

Bom, não cabia uma multidão no estúdio, mas o barulho que elas faziam era semelhante ao de uma... Eu ainda perco meus ouvidos!

.

A entrevista estava pela metade, e tudo corria bem até que uma das maluquetes com uma camiseta rosa com a minha cara estampada saiu da plateia e voou em cima de mim. É ninja.

Nossa! Olhando mais de perto... Eu to lindo nessa foto!

MEU DEUS! ELA ARRANCOU A MINHA JAQUETA! AO VIVO!

Eu enxergava apenas a cara da louca tremidamente, pois ela segurava o meu rosto com as duas mãos sacudindo sem parar. Ouvi ela dizer algo como um " Ai meu Deus, eu encostei no Sasuke Uchiha!"

Minha jaqueta de couro já era! JÁ ERA!

Não sei como que elas arranjam forças nessas horas, porque elas destruiriam até se eu usasse uma jaqueta de aço! Que coisa de louco...

Não sei quando, mas de repente a "multidão" estava em volta de mim, arrancando mais pedaços das minhas roupas...

Ai, isso não vai prestar!

Antes de ser engolido pelo bolo de meninas, vejo a apresentadora aflita fazendo um sinal com os dedos para que cortassem a transmissão, depois disso só ouço gritos e barulhinhos de roupas destruídas.

.

.

Abro os olhos lentamente e percebo que o silêncio reinava no local.

Pelo menos eu ainda tinha a capacidade de ouvir... Ou o silêncio é por que eu realmente fiquei surdo.

Me levanto vagarosamente e noto que ainda estava no chão, lugar onde quase ocorreu a minha trágica morte.

A apresentadora vem correndo com um copo de agua me perguntando se eu estava legal...

"Você é idiota ou o quê?" – Foi o que eu queria dizer pra ela, mas a minha educação falou mais alto dessa vez.

- Estou bem, agora pelo menos... – Real resposta, acompanhada de um sorrisinho bem forçado.

Eu queria mesmo era voar no pescoço daquele imprestável do Itachi!

A culpa é dele disso estar acontecendo! Desde que aquele mocorongo se tornou meu empresário, as coisas ruins acontecem!

...

Ok, a quem eu quero enganar? A culpa não é dele das fãs serem doidas histéricas!

Mas a culpa é dele por ter inventado essa entrevista...

PUTA MERDA! Era ao vivo!

.

- Já posso ver as manchetes dos jornais de amanhã: "Ídolo das telonas é atacado e morto por fãs em programa ao vivo!" – Disse Itachi tirando com a minha cara pela segunda vez naquele dia.

- Cala essa boca cara! Eu ainda não morri! - Disse dando um peteleco na cabeça dele – Tenho que me trocar antes de sair daqui... Vai que aparece outra tiete maluca lá fora e arranque o pouco de roupa que me resta?

Eu estava apenas com a camisa, que tinha vários buracos, e minha calça também foi rasgada... Me roubaram um tênis! Mas o outro ainda está no meu pé...

Como se isso adiantasse em alguma coisa!

.

Itachi podia ser o irmão mais espaçoso, imbecil e irritante da face da terra, mas se tem uma única coisa que ele faz direito é o seu trabalho... Disso eu, infelizmente, não posso me queixar.

Fazer o que? Adoro me queixar/irritar/fazer da vida dele um inferno.

Fazer ele ficar puto é um hobby meu! E devo dizer que eu sou expert nessa área!

Depois de me trocar, me encontro com ele novamente na entrada da emissora de tv, que me aguardava dentro da limusine.

Por Deus, se eu não tivesse olhado para os lados eu teria sido devorado por completo!

Mais das tietes vinham correndo em minha direção com brilhos assassinos no olhar. Corri abrir a porta do carro.

Trancado... Itachi seu idiota!

Tenho certeza que esse desgraçado ta rolando de rir dentro dessa merda de carro!

- Abre logo, seu imbecil! – Eu disse com as duas mãos na "maçaneta" e um pé apoiado do lado.

Faltavam milésimos de segundos pra cambada me alcançar, e a porta ainda estava trancada...

Obrigado mãe e pai, pelo apoio. Valeu pela curta carreira, que apesar de pequena foi boa! Poderei morrer em paz...

"Oh! Posso ver uma luz no fim do túnel!"

Já me entregando a morte, no ultimo segundo o lazarento abriu a porta, e num movimento mais rápido do que eu pensei que pudesse fazer, entrei no carro.

Itachi parou de rir aos poucos até ficar um pouco apavorado, um pouco... Bem pouquinho mesmo.

- Sasuke... Você está bem? – Ele deu um pulo no banco se virando pra mim, que estava ofegante.

- Você está branco, com a boca aberta e a língua caída pra fora! – Ele disse quase em cima de mim.

- Sai de cima, idiota! – Disse empurrando ele até cair no chão – Do carro... – Eu? Com a boca aberta e a língua pra fora? – Perguntei sarcástico.

- Isso era só pra ver se você estava vivo. Mas você estava branco mesmo... – Falou se levantando e se sentando em seguida, e depois de alguns segundos de silencio – Sabe Sasuke...

Se calou.

O que ele está inventando? Essa hesitação me incomoda.

- Desembuche, Itachi! – Disse com o cotovelo apoiado na porta e olhando para fora da janela, com um ar cansado – Já basta me prender do lado de fora com essas loucas, e agora você fica hesitando do nada? O q você está aprontando, hein?

- Bem, você... Gosta dessas histerias delas? Quero dizer... Se importa com isso? – Ele disse abrindo um pequeno frigobar que tinha do luxuoso carro e pegando uma garrafa de água.

- Isso não é óbvio? O que você quer dizer com isso tudo? – Perguntei interessado.

Da onde já se viu gostar de ser selvagemente atacado por essa malucas? Isso devia ser um crime!

Não que eu não goste de ter fãs... Na verdade é legal saber que algumas – Grande maioria – são loucas por você e dizem que você é um máximo, e fora que o meu ego aumenta estupidamente... ( Aff, como se eu não gostasse disso tudo!) Mas eu sou FO-DA! Fazer o quê?

- Então isso será realmente necessário...

- Do que você está falando? – Me volto com um olhar curioso sobre ele.

- Logo saberá... – Disse em um tom de suspense, colocando a garrafa na boca para mais um gole.

Argh!Eu realmente o odeio!

Apertei a garrafa enquanto ele ainda tomava, fazendo com que ele se engasgasse e ficasse com a roupa molhada.

- Idiota!

Retiro o que disse...¬¬

Ele não presta nem pro trabalho!

- "CUMÉ QUIÉ"? – Incrédulo e nervoso, pego Itachi pela gola da camisa e colo ele na parede – Que ideia é essa seu imbecil?

- Mas você que disse que queria uma solução... Ah, Sasuke... Me deixe... Respirar – Falava pausadamente, engasgado.

Deus, ilumine a minha vida para que eu não cometa esse pecado. Pois se o senhor não fizer isso, vou acelerar o processo de ida desse idiota pro INFERNO.

- Eu não pedi pra você fazer nada sua anta! – Disse soltando ele e indo me sentar, quem sabe assim eu me acalmasse... Né?

Não deu certo.

- Nossa, eu achei que você fosse me matar dessa vez... – Disse com a mão no pescoço, sorrindo divertido.

- Quem me dera...

- Sasuke, isso é pro seu bem ,e você sabe diss...

- Não interessa! – Me levantei furioso pra terminar o que eu tinha planejado.

Mas me sentei novamente.

Ele não merece minha atenção. Eu sou um Uchiha.

UCHIHA!

- Mas... Por que tinha que ser uma mulher? – Respirei fundo.

Se não sou eu pra acalmar a situação, quem fará?

- Ah, isso foi uma ideia incrivelmente esplêndida minha! – Disse orgulhoso do seu feito.

Espera aí!

Então quer dizer que podia ser um segurança homem?

- Itachi, se podia ser um homem, por que DIABOS você foi escolher uma mulher então? – Levantei brabo de novo.

- Puxa... É assim que você me agradece? – Ele pergunta indignado – Eu só queria que você se divertisse um pouco mais... – Me olhou malicioso.

- Falou o casamenteiro agora! Escuta aqui Itachi, eu já não preciso de UM segurança, quem dirá UMA segurança!

O que é? Ele ta duvidando da minha masculinidade? Eu sei me cuidar muito bem sozinho.

E fora que não será o fim dos meus problemas. Do mesmo jeito que eu não posso bater nas fãs, a segurança também não pode. Como ela vai afugentar elas? É só uma mulher fracote que não sabe fazer nada direito.

Mulheres jamais faram metade do que os homens podem fazer. É um fato científico, não é?

Ah, tanto faz! Me recuso a ser protegido por uma garota.

- Mas ainda mais importante do que a sua diversão com ela, é o fato de que ela foi a única que apresentou soluções humanas de despistar as fãs... Todos os outros usariam maneiras bem violentas. – Sorriu convencido de que fizera a escolha certa.

- E que soluções são essas? – Perguntei sorrindo de canto.

Não é possível que ela consiga alguma coisa.

- Bem... Não são coisas complexas. É simples, mas inteligente.

- Tipo o que? – Vou bater na mesma tecla até ele ver o erro!

- Pistas falsas talvez. – Se sentou em uma poltrona espaçosa – como ele – para tomar seu "cafezinho" - Dizer que você está em um lugar onde você não está...

- Nossa, que ideia brilhante! Até um macaco faz coisa melhor.

- Ou redobrar a segurança após você sair de um local... – Ignorou meu argumento anterior. Bosta – Ela é bem autoritária. É capaz de ela espantar as tietes verbalmente. Ela é bem fortinha pra uma garota...

- Só isso? – Exijo algo mais.

Fala sério, mandaram uma chinchila pra me proteger? Nunca.

- Só isso? – Itachi repetiu a minha pergunta – Não... É "Tudo isso". Manda ela entrar.

Uma garota de cabelos róseos, pra minha surpresa, entra no local.

No início não vi nada, até ela tirar a capa de chuva. (Nem sabia que estava chovendo)

- Olá, Sasuke Uchiha! – Disse a tal garota sorrindo de canto.

- Ah, oi... – Digo fazendo pouco-caso da situação.

- Conheça sua nova e bela segurança. Sakura Haruno – Disse Itachi, maroto.

Continua...

Hey galera! XD

E aí? Curtiram?

E vc Hime-chan? Gostou do presente?

Espero mto que sim! ^^ Fiz com muito carinho pra vc flor!

Bom, aí está o primeiro cpt! Quem gostou pode se preparar q tem mais! Hehe! ;D
Reviews nunca são demais, então... Se vcs mandarem saberei q estão lendo e assim, continuarei a fic.
Caso contrário, infelizmente, terei de pará-la (Mentira, q é presente e vou continuar postando pela Hime!). Mas torço pra q vcs gostem!

Bjos pros meninos e abraços pras meninas! *o* *kkkkkkkk, que sem noção!

Bjks pra todos!^^ Até o próximo!