N/A : Se passa durante o episódio Rimmerworld.

572 anos

572 anos vivendo em o que Arnold J. Rimmer agora considerava o inferno : um mundo inteiro com uma população que por milhares de pessoas que consistiam apenas de si mesmo. A covardia, o egoísmo, a inveja, a pomposidade. Rimmer nunca tivera muito amor próprio ou sequer auto-respeito mas a sua estadia naquele planeta fez com que se desprezasse ainda mais, algo que ele passou a maior parte da sua vida adulta crendo ser impossível.

572 anos preso em uma pequena cela,com nada para fazer além de pensar ,para se lembrar ,memórias da adolescência (as muito ruins), da infância (as piores) ,e as de Red Dwarf, as do ultimo grupo não eram de todo ruim ,apenas uns 90% ,o que significava 10% de memórias boas ,o que era bem mais do que ele achava possível ter, principalmente por todas elas envolverem de uma forma ou de outra Dave Lister.

O termo que usava na sua mente para se referir ao que sentia por Lister era "Afeição" ,embora esse fosse um grande eufemismo com relação a natureza da situação ,mas qualquer outra palavra que tentara até mesmo mentalmente lhe causava uma sensação de incomodo, como se só por pensar no nome apropriado tornasse a situação óbvia para outros. Concluiu a muito tempo atrás que essa afeição surgiu por estarem em uma nave a muitos anos com só quatro pessoas e apesar da sua condição de holograma ele e Lister eram os dois últimos seres humanos do universo ,qualquer um em sua situação teria sentimentos parecidos (embora essa teoria não cobrisse os anos prévios a morte dos outros membros da equipe da nave, mas hipocrisia quando vinda de si mesmo nunca o incomodou muito). Se lembrava de momentos tolos, jogos para tentar afastar o tédio ,conversas na beliche pouco antes de dormir, os olhares longos e cheios de pena toda vez que lhe contava algo da sua infância, ir buscar suprimentos em naves abandonadas. 572 é muito tempo, então gradualmente as memórias foram se modificando, um sorriso a mais, alguns Smeghead a menos, uma certa ternura nos olhos do outro, Rimmer começou a pensar que talvez, só talvez ele sentisse a mesma coisa.

Aí é claro eles chegaram ,ficou aliviado além do que as palavras conseguiam expressar, mas ao deixar Rimmerworld e ir de volta para Red Dwarf não conseguiu evitar de ter um sentimento um tanto amargo, para todos ali ele ainda era o smeghead. 572 anos haviam se passado e Dave Lister ainda não o amava.

Obrigada por ler, comentários são sempre apreciados.