This fanfic was translated with authour's Permission. To read the original goes: .net/s/6041235/1/Its_A_Winchester_Life

Sam and Dean belongs to Eric Kripke. The fanfic belongs to Our Eleventh Hour, to me only the translation

Esta fanfic foi traduzida com a autorização da autora. Para ler a original vá: .net/s/6041235/1/Its_A_Winchester_Life

Sam e Dean pertencem a Erick Kripke. A fanfic pertence a Our Eleventh Hour, a mim apenas a tradução.


"Vocês dois já terminaram seu treinamento por hoje?" John perguntou aos seus dois filhos, que estavam sentados no chão. Dean estava re-lendo uma revista de carros de seis meses atrás, enquanto Sam estava construindo um castelo de cartas.

"Não senhor". Os dois responderam juntos. O mais velho, de catorze anos, deixou sua revista no chão e começou a procurar pelos seus tênis no pequeno quarto de motel que eles ocupavam. Sam, dez anos, suspirou e acertou em cheio seu castelo de cartas. Depois de devolvê-las a caixa, colocou seus sapatos. Eventualmente, Dean encontrou seus tênis atrás da porta do banheiro. Como eles foram parar lá em primeiro lugar, ninguém pode ter certeza.

Assim que seus filhos estavam com a cabeça na porta, John notou que eles usavam apenas shorts e sapatos. A família Winchester estava no sul da Flórida caçando um espírito. Eles não podiam arriscar uma queimadura antes da noite surgir.

"Vocês garotos, não vão usar camisetas?" - John perguntou, sabendo a resposta.

"Está muito quente lá fora, pai." - Sam respondeu, parando de amarrar os seus sapatos.

"Seriamente." - Dean acenando com a cabeça, esperando por seu irmão caçula.

"Lembram do Arizona?" - John levantou a sobrancelha, - "Queimadura de sol por uma semana." -"Nós vamos ficar bem." - Sam rolou os olhos, ficou parado em frente ao pai e depois continuou o seu caminho até a porta.

"Sammy está certo, pai." - Dean falou, - "Além do mais, nós só vamos ficar lá fora por o que, uma hora. Se não menos."

"Tudo bem, mas não venham reclamando para mim quando mal puderem andar." - John balançou a cabeça assim que seus dois filhos saíram pela porta, deixando um grande barulho atrás deles. John foi para o impala e dirigiu até a próxima loja. Ele iria precisar de um frasco de babosa.

~Supernatural~

"Aguente firme Sammy!" - John ordenou assim que o garoto de dez anos se moveu para longe das mãos do pai, mais uma vez. - "Filho, se você não parar de se mover eu não posso passar a babosa em você, vai ajudar na sua queimadura."

"Mas pai, dói!" - Sam reclamou.

"E só vai continuar doendo, Sammy." Dean dizia desejando mais uma vez que ele tivesse ouvido seu pai uma hora e meia atrás. "Apenas deixe o papai colocar essa coisa em você e nós podemos assistir TV ou alguma outra coisa, tudo bem?"

Sam deu a ele uma leve encarada, mas assentiu em aprovação. John inclinou sua cabeça em direção ao seu mais velho. Dean poderia convencer Sam a fazer qualquer coisa.

"Ai!" Sam quase gritou, movendo-se para longe do seu pai, de novo.

Levou outros dez minutos antes que John finalmente tivesse passado à babosa no seu filho mais novo. Dean passou sozinho, alegando ser grande o suficiente para fazê-lo ele mesmo.

"Então, quando eu disser para colocar roupas na próxima vez, o que vocês vão fazer?" John perguntou cruzando os braços.

"Colocar as roupas." Sam e Dean responderam em concordância, um pouco irritados pelo pai deles estar certo.

"O que vocês vão fazer quando eu disser que vocês vão ter queimadura de sol?"

"Pedir para o sol não nos queimar?" Sam encolheu os ombros.


N/A: Tive a ideia da queimadura de sol quando acordei uma semana atrás e pensei como eu tenho sorte por não me queimar facilmente. :D