Draco pelo menos poderia tirar algum conforto no fato de que nunca falava quando estava dormindo ao contrario de alguns dos outros ocupantes do dormitório da Sonserina que tinham esse irritante hábito. O motivo de tal conforto era porque ele havia sonhado com ela de novo. Draco sabia muito bem como seria toda a sua vida, o seu futuro , o plano era casar com alguma jovem respeitável puro-sangue e passar o legado da família a diante, e sonhos de tal natureza estrelando nerds sangue-ruim como Hermione Granger não faziam parte de tal plano. Ela nem mesmo era atraente, ele tentava racionalizar enquanto encarava o teto esperando a manhã vir, ele pensou podia fazer uma lista de todos os defeitos dela por muitos pergaminhos sem ter que parar por sequer um momento para tentar achar mais coisas para escrever, tantos dos físicos como seus dentes longos e cabelos espessos, e dos de personalidade como seu hábito de agir como uma sabe-tudo o tempo todo , e não temê-lo, esse era o pior de todas, sempre que a insultava ela não se encolhia ou se afastava para ir chorar em algum canto qualquer ,ela o enfrentava, ela não se julgava inferior a ele em nenhuma forma. Desde pequeno acreditava que quando sequer tocasse em algum sangue-ruim a sua pele se retrairia em nojo, mas isso não acontece em seus sonhos , todos os conceitos que ele tem como realidades absolutas lá são suspensos, o toque dela era suave e não lhe parecia nada além de certo e os beijos mais ainda. Draco tirava conforto no fato de nunca falar enquanto dormia por duas razões ,o primeiro pela humilhação de se sentir atraído por alguém como ela e segundo por toda a satisfação que tal sentimento o trazia ,seus sonhos eram algo que só tinha haver consigo mesmo, não pertenciam a sua família, seus amigos, ao mundo bruxo, seu futuro e nem mesmo a própria Granger, somente a ele. E as imagens de seus sonhos flutuariam por sua mente pelo menos até o dia amanhecer.

Obrigada por ler , reviews são sempre apreciadas.