Mais um capítulo para vocês.


Longa Recuperação (Julho de 2013)

(Tradução: Ingrid Andrade)

Já havia passado um mês desde que acordei no hospital e finalmente estava em casa com Anthony e Edward. Quando me disseram que Lisa era minha filha e daquele desgraçado há uma semana, não pude evitar de tirar os olhos dela, é verdade que é igual a mim, mas com os olhos da minha mãe, mas não tinha coragem de descobrir se com o tempo iria se parecer com ele e disse para que a levassem para fora dessa casa.

Havia recuperado um pouco de força, mas ainda precisava de uma cadeira de rodas porque não podia me levantar. Edward era todo charmoso e me ajudou com tudo o que podia, havia decidido tomar uma férias pequenas até que eu voltasse a pelo menos andar sem ajuda e Anthony estava igual a ele, já tinha um ano e estava aprendendo a andar.

Todos os dias eu ia a terapia acompanhada de Edward e depois de duas horas lá, tinha que ir a fisioterapeuta, todos os dias para recuperar a força nas mãos, também estava me ajudando muito com o site que era meu programa.

A hora de dormir era um desafio, já que ao fechar os olhos via aquele desgraçado e sua prima Victoria me fazendo sofrer, então no final terminava dormindo abraçado com Edward todas as noite, já que era assim a única forma de evitar os pesadelos.

Para me distrair Jasper trouxe alguns casos e trabalhava neles, embora fosse apenas para ajudá-lo. Ashley era uma menina muito animada como sua mãe, Alice e Jasper babavam por ela todos os dias. Rosalie e meu irmão tiveram tanta sorte já que tiveram outro menino que chamaram de Jackson e desta vez não se parecia com o meu irmão, sim com Rose, Kellan já tinha um ano e mais um pouco, e estava começando a falar.

Os dias continuaram passando e assim chegamos em abril, tudo estava tranquilo já que aquele desgraçado estava na cadeia e nos disseram na última vez que o vi que ele continuaria na prisão e começariam o julgamento uma vez que encontrassem suas cúmplices, que eram Victoria e pelo visto sua irmã Jessica, ambas desaparecidas desde o dia que fui encontrada.

Por outro lado já estava me preparando psicologicamente para o dia que tivesse que depor. Edward já havia voltado para suas aulas na universidade e finalmente eu podia sair sozinha de casa, embora ainda me canse muito rápido.

Já estava começando a ver Lisa, embora fosse pouco tempo e percebi que realmente não se parecia em nada com seu pai e em silêncio agradecia, não podia ter muito tempo com ela porque me lembrava o que aconteceu, mas sabia que pouco a pouco conseguiria, era sangue do meu sangue e não iria abandoná-la, além disso todos haviam se apaixonado por ela, como iria colocá-la na adoção nestas alturas.

E hoje foi meu primeiro dia de trabalho depois de um ano fora pelas circunstâncias. Tudo ia bem até qchegou a hora de sair do trabalho e tinha que voltar para casa, já que ainda tinha o medo preso no corpo e pensava que essas duas mulheres que estavam próximas iriam me machucar, além de que não confiava em ninguém que não fosse da família.

Muitas vezes Tanya me acompanha quando saía na rua, mas hoje ela não podia porque tinha que ao médico já que pelo visto estava há algum tempo passando mal.

Cheguei em casa correndo pelo medo e tomei um banho rápido, Anthony estava com seus avós, então não tive nenhum problema por chegar tarde, Edward logo chegaria da universidade e juntos iríamos comer a casa para comer com o resto, que tinham uma boa notícia para nos dar.


N/Lu: Que notícia será? Curiosas? Comentem? O que vocês acham?