*REpostagem da Fanfic From Those Things We Call Hearts*


Pois é, gente, a fanfic 'milagrosamente' voltou ao ar (a antiga, aquele que havia sumido)

Bom, de todo modo a fic versão completa será postada aqui, a outra entrada irei apagar em breve (a entrada que havia sido apagada e ressurgida das cinzas =S)

*ainda estou com pé atrás com isso*

E agradeço a Hana Uchiha, Holic x, violak, kekedia, Mokoninha, lady, lamen, chris, azami, kynn, fer, little s. lover, bia.

Meninas, isso realmente foi muito tenso. Vocês mesmas foram testemunhas desse 'lapso' que ocorreu no site.

Enfim, flores, continuem atentas.

Essas 'anormalidades' precisam ser acompanhadas de perto (afinal, complicam a vida de todo mundo D;)

.


Classificação: M (porque algumas cenas são 'gráficas' e faz alusão a sexo)

Não contém spoilers/ UA

Shipper: SasuSaku & outros nada convencionais...

Gênero: Romance/ Humor

Disclamer: Naruto não é meu. Nem nunca será. Fato. D;

Autora: Ohwhatsherface

Do original de mesmo título.

Dedicatória: Nah essa vai para três flores fofíssimas: Otowa Nekozawa & para as aniversariantes do mês Miss Independent & Yuuki =)

Sinopse: Time7. Terapia Pornô? Bom, aquilo era aparentemente para ajudar seu sensei a se sentir melhor, mas quando Sasuke põe fogo em todo o 'material de pesquisa', a Equipe 7 acaba precisando ter de usar um pouco de sua imaginação... Oh Deus, rezem por eles.

N/T: Rezemos para que as postagens não voltem a 'desaparecer' novamente...


.

.

.

- Terapia Pornô...?

Sakura assentiu com a cabeça rapidamente e voltou a falar daquela sua maneira de dizer "eu sou mais inteligente que você porque sou médica, portanto, mesmo que você não vá entender sequer uma palavra que eu digo, ainda assim tem que me ouvir, sacou?"

.

- Então, eu tenho notado que sempre que Kakashi-sensei vem para o hospital com ferimentos graves e tentamos infundir analgésicos nele, ele sempre tem algum tipo de reação que faz com que entre em curto espaço de tempo em estado de coma.

.

Kakashi piscou.

- Eu não me lembro de entrar em coma ...

Sakura assentiu.

- Sim Kakashi-sensei, isso é porque você estava em coma.

Ela sorriu, da forma como os médicos geralmente o faziam.

- Eu menti sobre você estar em um encontro sempre que acordava.

Ele franziu a testa para ela e abaixou o olhar.

- Oh ...

.

Sakura entregou um livro para Naruto e outro para Sasuke.

- E porque Kakashi-sensei é um dos nossos shinobi mais fortes, é fundamental que seus ferimentos se curem rapidamente, sem quaisquer problemas no processo de recuperação. Por isso, Tsunade-sama decidiu que vocês dois irão testar a minha 'Teoria da Terapia Pornográfica' no Kakashi-sensei.

.

Naruto sacudiu a cabeça descontroladamente, fitando Sakura boquiaberto, completamente incrédulo.

- Você está dizendo que o Teme e eu vou vamos ter que ler esses livros pornô pro Kakashi-sensei pra mantê-lo... relaxado?

Ela assentiu com a cabeça novamente.

- Você só pode estar de brincadeira comigo.

.

.

.


.

From Those Things We Call Hearts

Versão Completa

.


.

.

.

Sasuke se contraiu enquanto Naruto lia seu livro, sem qualquer entonação em sua voz e ao mesmo tempo fazendo pausas entre uma palavra e outra, porque o loiro parecia bastante confuso com o que lia.

- Ela soltou um gemido gutural quando ele a tocou no local que ninguém ousara antes— Naruto fez uma careta inocentemente (porque ele era realmente muito ignorante). - Oi, Sasuke-teme, Kakashi-sensei, o que diabos é um clitó—

.


.

E nesse instante, o Uchiha lançou seu livro em Naruto e começou a queimar ambos (os dois pornô), e acidentalmente queimando as mãos do loiro no processo.

.

Os olhos de Kakashi (ambos estavam visíveis porque não estava usando sua hitai-ate na testa já que estava no hospital e Tsunade não o permitiu usá-la) arregalaram expressivamente enquanto observava seus livros pornô oh tão preciosos sendo reduzidos a cinzas.

- Sasuke, não!

.

Os três shinobi observavam as cinzas dos dois livros caírem ao chão.

.


Foi então que Sakura decidiu dar uma checada em seu experimento.

- Olá meninos, eu trouxe o almoço! - exclamou a kunoichi alegremente.

.

Trazia consigo quatro tigelas de ramen em uma das mãos, equilibrando cuidadosamente o peso, mas ainda assim a tarefa era facilmente realizada em manter as tigelas quentes seguras por causa de sua super-força. Na outra mão havia uma prancheta que era provavelmente sobre o andamento da "Terapia Pornô".

Sakura piscou quando viu que Sasuke e Naruto estavam apenas sentados em suas cadeiras (Sasuke parecendo um pouco satisfeito e Naruto reclamando que suas mãos estavam doendo), enquanto Kakashi parecia um pouco ansioso.

.

- Pessoal ... Onde estão os Icha Icha do Kakashi-sensei?

- Sasuke queimou! - Kakashi lhe informou, soando um pouco agitado.

.

Sakura quase deixou cair o ramen no chão, mas foi então que Naruto decidiu ajudá-la e assim evitar que seu precioso alimento fosse desperdiçado.

Sakura avançou na direção de Sasuke e bateu com sua prancheta na cabeça do rapaz.

- O que diabos há de errado com você, Sasuke-kun?

- Hn.

- Eu paguei por aquilo, sabia! - Sakura gritou. E começou a andar de um lado para o outro. - Bem, o que diabos vamos fazer agora? Nós não podemos dar a Kakashi-sensei mais morfina ou outros tipos de drogas porque isso poderia matá-lo. E eu me recuso a voltar lá e comprar mais dessa porcaria. Você não faz idéia dos olhares pervertidos que o dono da livraria estava me dando.

.


.

Sakura agarrou a gola da camisa de Sasuke com força.

- Seu idiota! Droga, Sasuke-kun, o que vamos fazer agora?

- Eu não dou a mínima.

E então, Kakashi interveio na situação.

- Vocês poderiam simplesmente me contar algumas histórias...

.

Sakura piscou.

Sasuke fez uma careta.

Naruto terminou todas as tigelas de ramen.

.


.

- V-você quer dizer ... criar a nossa própria história erótica ...? - Sakura confirmou lentamente, o tom da pele de seu rosto começando a coincidir com o de seu cabelo.

Kakashi assentiu com um grande sorriso no rosto.

.

Ela engoliu em seco e lembrou-se que isso era uma droga de experimento! E moveu-se para se sentar na cadeira onde Naruto havia estado mais cedo, evitando sujar seus sapatos pisando nas cinzas.

.

Finalmente, a kunoichi soltou um pequeno suspiro.

- O-Ok.

Seu antigo sensei bateu palmas como seu fosse um genin ansioso.

- Ótimo, quem vai primeiro?

.


Bom...

Aquilo era uma boa pergunta.

- Sasuke-kun.

- Sasuke-teme.

- Vão pro inferno.

.

Os três olharam para Sasuke em expectativa e gritaram ao mesmo.

– FOI VOCÊ QUEM QUEIMOU OS PORNÔS!

Bem, eles estavam certos ...

.


.

Sasuke suspirou e depois murmurou uma seqüência de maldições.

- Certo. - Cruzou os braços sobre o peito e fechou os olhos, um tanto pensativo. - Certo, então havia umas garotas ...

- Uh huh ... - Kakashi ansiou, sorrindo em vista ao blush que estava lentamente se formando nas bochechas do prodígio. – E como elas eram?

- Garotas.

.

Sakura puxou os próprios cabelos em aborrecimento. – Sasuke, seu virgem! Você é horrivel nisso! - E limpou a garganta. - Eu vou primeiro.

.

E então, os rapazes não gostaram nem um pouquinho quando viram um sorriso maligno nos lábios delicados da moça.

.


.

- Era uma vez uma jovem que vivia sozinha em uma floresta. Seus longos cabelos loiros e sedosos eram muitas vezes amarrados em um rabo de cavalo, combinando perfeitamente com seus deslumbrantes olhos azuis.

.

Por um segundo, eles pensaram que sua personagem fora baseada em Ino.

Oh, mas não era nada disso.

.

- Ela tinha um corpo curvilíneo e quadris em forma de pêra, os seios firmes e arredondados e seu nome era Naruto ... Naruko ... sim, Naruko

- DE JEITO NENHUM!

.


.

Naruto apontou para ela acusadoramente.

- Você não vai me fazer a sua personagem principal, Sakura-chan! - Ele balançou a cabeça. - Isso é muito errado!

.

Sakura o ignorou completamente. - Um dia, ela foi para as fontes termais perto de sua casa para tomar um banho agradável e quente. Lentamente, deixou cair a toalha branca envolta em seu corpo lascivo e entrou sedutoramente nas águas fumegantes. A água quente acariciava ao longo de sua pele bronzeada, desde os tornozelos delicados, e pelas coxas macias, e também em sua feminilidade, indo aos mamilos intumescidos de seus seios fartos, e finalmente cobrindo até um pouco abaixo de seus ombros.

.

- Eu gosto de onde isso vai dar. - comentou Kakashi, acenando em plena aprovação.

- Naquele mesmo dia, um shinobi cansado também estava se aproximando das fontes termais. Ele possuía uma beleza impetuosa, com aqueles olhos escuros de puros e misteriosos ônix. Tinha um rosto pálido emoldurado por suas madeixas de ébano e um corpo musculoso e bem definido.

Os olhos de Sasuke arregalaram.

.

- E seu nome era Sasuke—

- De jeito nenhum!

- Tudo bem, seu nome era Itachi.

.

Hm, uma história na qual Itachi era humilhado.

Ele não podia se queixar.

.


.

- Itachi se aproximou da fonte termal em que Naruko se banhava, muito cansado de sua vida estressante como shinobi. Tão logo chegou às águas, ficou surpreso ao se deparar com a bela mulher se banhando despreocupadamente nas águas cristalinas.

.

Naruto tapou os ouvidos e balançou a cabeça como se estivesse tentando não sair traumatizado dessa situação.

- La, la, la! Eu não posso te ouvir!

Kakashi apenas ouvia com bastante atenção.

.


.

Sakura não podia resistir em sorrir maldosamente enquanto observava Naruto segurando as lágrimas e Sasuke resistindo ao fato de querer matá-la (pois isso seria traição e shinobis não podem matar seus companheiro de equipe).

Então, a kunoichi prosseguiu.

- O shinobi sexy, Itachi, finalmente reparou que havia uma mulher na nascente das águas quentes tão logo chegou na intenção de se banhar. E em questão de apenas segundos, olhos azuis encontraram ônix e ambos ficaram encantados um no outro e—

- Ok, agora é a minha vez! - Naruto gritou. - Sakura-chan, a sua vez já acabou!

.

Kakashi franziu a testa, tirando seu olhar ansioso de sua aluna para pousá-lo em Naruto.

- Mas Itachi e Naruko nem sequer fizeram sexo ainda—

.

Naruto pigarreou alto e jogou algo em Sasuke para distraí-lo dos selos de mãos que já estava começando a fazer.

.

- A minha história é sobre a... Sakura-chan—

Sakura empalideceu.

- E ... o Teme.

.


.

Sakura e Sasuke se entreolharam e imediatamente desviaram o olhar, corando terrivelmente.

Naruto sorriu de canto.

.


- Bem, era hora do check up anual do Teme e Tsunade-baachan atribuiu essa tarefa para a Enfermeira Haruno. A Enfermeira Haruno era conhecida entre os funcionários por ser uma enfermeira muito malvada e quando seus pacientes eram bonzinhos, ela fazia questão de lhes dar um tratamento especial e não é de pirulitos que estamos falando.

.

Oh como Naruto estava contente por shinobi não serem autorizados a matar seus próprios companheiros.

- Enfermeira Haruno deu instruções para Sasuke-Teme tirar a camisa e ele tirou, tipo, muito, muito ansioso.

- Claramente, você é horrível contando histórias. - Sakura resmungou.

Ele sorriu para a amiga. - Claramente, você está prestes a mandar ver com o Sasuke-Teme. Er bem, na minha história, é claro. Porque todos sabemos que Sasuke é um baita de um covarde.

Sasuke jogou um vaso nele.

.


Mas nada impediu o loiro de prosseguir seu conto.

- E então, vocês ficaram completamente nus—

Kakashi franziu o cenho. - Naruto, Jiraiya-sama disse que você era bom em escrever pornografia. Então por que essa história está horrivel?

.

O loiro deu de ombros. - Eu não sei. Realmente não importa ... - Ele suspirou, lembrando que tudo isso era para o bem da saúde de Kakashi. - Oh bem, eu vou tentar fazer ficar melhor. Então, certo, Sakura-chan empurrou o Teme em cima de uma maca, tirou um par de algemas debaixo do colchão e as usou pra prender os pulsos do Teme. E então, o Teme gaguejou "D-de onde você tirou isso?", soando um pouco assustado—

- Espere um segundo.

Sasuke parecia um pouco irritado.

- Por que eu sou a garota da história?

- Porque eu era a garota na outra história! - Naruto sussurrou irritado. - Então Sakura-chan correu as mãos suavemente no peito do Teme, lenta e provocativamente até que finalmente, ela chegou ao lugar que fez a respiração do Teme engatar e—

- Tempo esgotado, Naruto! - Sakura gritou, levantando-se de seu lugar. – Vamos voltar pra minha história.

.


.

- De jeito nenhum! Ninguém quer ouvir uma história sobre Naruko e Itachi!

- Bem, não é como se nós quiséssemos ouvir a história de Sakura e Sasuke também!

Kakashi pigarreou alto para obter a atenção de seus pupilos.

- Bem, na verdade, eu gostaria de ouvir as histórias ...

- NÃO! - os dois gritaram juntos.

.


.

- Eu tenho uma idéia. - Kakashi anunciou. - Por que não deixamos Sasuke contar a história?

Sakura considerou a alternativa, assim como Naruto.

- Bem, ele queimou os livros né ...

- E ele ainda não foi embora.

- Vão se ferrar!

Sakura olhou feio para o rapaz.

- Sasuke-kun, conte a história!

- Vá pro inferno, mulher irritante.

.

- Sasuke, continue a história de Naruto. - Kakashi ordenou. E olhou para o rapaz de cabelos escuros com firmeza. - Faça isso ou vou ter que dizer a Tsunade que você falhou em sua missão de ajudar ao seu pobre sensei a relaxar, porque você simplesmente queimou meus únicos Icha Icha e agora eu vou morrer lentamente, ou será que você não percebeu que sua atitude está me matando lentamente? E pra piorar, foi você quem queimou os livros.

- Não.

- Sasuke-teme!

- Não.

- Sasuke-kun!

- Não.

Todos eles se uniram num coro.

- SASUKE!

Um coro que chegou a ferir seus ouvidos.

.


.

- Certo. - retrucou secamente. - Onde foi que Naruto parou? - perguntou amargamente.

- Sakura-chan foi tocar em você, onde nenhuma mulher tocou antes, porque você ainda é uma virgenzinha.

.

Então Sasuke continuou de onde o loiro pontuou. - Certo. Sasuke se soltou facilmente das algemas sem Sakura notar, enquanto ela se mantinha muito ocupada dando prazer a ele. - Era um pouco estranho falar de si mesmo tendo relações sexuais com Sakura para outras pessoas. - Rapidamente, trocou de posição com ela e as costas de Sakura em um minuto foram parar contra o colchão e as algemas em volta de seus punhos—

- Hey por que eu sou a garota agora? - Sakura resmungou.

Eles olharam para ela secamente.

- Você é uma garota ...

Ela zombou. – Será que vocês nunca ouviram falar de dominatrixes?

.


.

Sasuke ignorou aqueles comentários. - Sakura ofegou em choque quando se viu presa e engoliu em seco nervosamente. Sasuke sorriu de canto para ela, apreciando a vista da Enfermeira impotente e completamente à sua mercê. Ele abaixou a cabeça até o rosto da moça e seus lábios se encontraram em um beijo ardente.

.

Era incrível como a história ficou boa, apesar do fato de Sasuke estar entediado e falar em um tom monótono.

- Ele mordiscou o lábio inferior da moça, pedindo entrada para explorar sua boca. Enquanto se beijavam, suas as mãos fortes tateavam ao longo de seu corpo lascivo e—

.

O rosto de Sakura estava coberto com um blush mais escuro que seus próprios cabelos.

Sasuke revirou os olhos para isso. — Agarrando suavemente seus seios, mas com firmeza. Quando ela abriu a boca para deixar um gemido escapar, ele aproveitou a oportunidade para penetrar sua língua na boca da Enfermeira. Eles lutaram em uma batalha dura e deliciosa, mas é claro, Sasuke venceu no final.

- Ch, cretino arrogante.

- Ele rasgou seu vestido branco com pressa e fome, fazendo com que os botões voassem por todo o quarto. Sakura fez uma careta, resmungando "este é o meu uniforme, cretino", ao que Sasuke apenas sorriu de canto, respondendo "eu não me importo".

.

Ele suspirou, entediado e continuou a história.

- Seus lábios fizeram o caminho através de sua pele de marfim já em chamas e...

...


.

Jiraiya e Tsunade ficaram do lado de fora do hospital, escutando os contos eróticos da Equipe Sete.

O autor, orgulhoso da série de romance Icha Icha estava atualmente à procura de alguém para escolher como seu sucessor no negócio de escrever pornografia.

Ele precisava de alguém perfeito e assim Tsunade havia recomendado que escutasse esse bando de moleques.

.

O homem de cabelos brancos suspirou para Tsunade.

- Obviamente, Naruto não é adequado porque ele vai muito direto ao assunto.

- Verdade.

- E aquela rosinha—

- Ela tem um nome, idiota!

— Bem, ela é realmente boa, mas eu não acho que estaria interessada nesse ramo.

- Agora você acertou em cheio.

.

Jiraiya acenou com a cabeça sabiamente.

- Mas esse Uchiha ... - Ele suspirou, parecendo um pouco surpreso. - Esse garoto tem habilidades palpáveis. Imagine do que seria capaz de escrever depois que começasse a ter relações sexuais com aquela rosinha.

.

Tsunade deu de ombros, corando enquanto a história continuava (eles estavam na parte em que o sexo já havia começado).

.

Ambos pressionaram os ouvidos contra a porta e continuaram a ouvir.

Pervertidos

.

.

.

.


N/T:

Bom, agora é tudo ou nada.

Eu arrisquei REpostar na esperança de que dê tudo certo.

...

Enfim...

...

Bom

Galera, digam: curtiram?

.

Essa fic é muito boa ne. Dá pra gargalhar a beça =D


Bom meninas, agora vamos à nova programação de postagens (feita devido aos 'incidentes' ocorridos ultimamente ...)

.

Até o dia 15 de fevereiro eu não tenho coragem (de forma alguma) de postar quaisquer cpts que sejam das seguintes fics:

The Window; Frozen; Em Nove dias; Propostas Indecentes; Feeling You.

.

Sem chances mesmo D;

.

As postagens até dia 15/02 serão de ones ou da fic drabble OBHandHH.

No mais, outras postagens ficariam inviáveis devido à 'instabilidade', 'incidentes' e afins ocorridos nessa semana que se passa.

.

A partir do dia 15.02, se tudo der certo e não houver mais nenhum 'problema', aí sim posso pensar em atualiazar as long-shots, ok.

.

(Por favor, não se chateiem, essa foi a melhor forma que encontrei pra tentar amenizar os efeitos desse problema...)

.

Bom, flores, nos vemos

e fiquem de olhos bem abertos (já sabem ao que me refeiro ne..)

Bjinho

Hime.