Nada Mudou

Nada mudou, Fraser lhe garantiu isso logo após o beijo ter acontecido, nem sequer poderia ser definido como isso ele se lembrava toda vez que a lembrança do ocorrido voltava a sua mente, apenas um amigo com grande capacidade pulmonar passando ar para outro quando estavam em uma situação de vida ou morte. Nada mudou, Ray quase acredita, no dia seguinte eles ainda são amigos e Fraser não está agindo estranho, bem pelo menos não mais estranho que o normal. Nada mudou exceto por dois pequenos detalhes. Primeiro o de freqüentemente está sozinho e fecha os olhos começa a imaginar a boca de Fraser contra a sua e segunda o de toda vez que isso acontece tem uma pequena esperança idiota de que Fraser esteja fazendo o mesmo.

Obrigada por ler, reviews são sempre apreciadas.