N/T:

Nah, personas, mais um cpt pra gente ;DD


Anteriormente...

Uma chama incandescente, de repente, oh tão gloriosamente se espalhou por todo seu corpo.

Ela gemeu, incapaz de evitar.

Ele grunhiu.

Ela deveria estar protestando, realmente deveria, porque isso estava errado, e isso era ruim, e-


BAM! BAM! BAM! BAM! BAM!


- Seu idiota, eu disse que a Testuda não estaria aqui, não se preocupe-

- Kakashi-sensei! Você viu a Sakura-chan hoje, estivemos procurando todo esse temp- O QUE DIABOS VOCES ESTAO FAZENDO?

Kakashi congelou.

Sakura pulou de susto.

Eles viraram as cabeças simultaneamente.

Sakura empalideceu.

Lá, na porta da frente, havia quatro pessoas que definitivamente não queria ver hoje.

Sai, como sempre, sem expressão.

Ino, com um sorriso presunçoso e semi-irritado (para Naruto).

Naruto, parecendo chocado e traído.

E Sasuke encarando-os com um olhar assassino.

Oh, inferno.

.

.


Fanfic da Ice

Trad/Adaptacao da hime

Presente pra Pam

Feeling You

Capítulo XV


Demorou um momento para Sakura compreender a reação de seus quatro amigos e mais um tempo ate saber como deveria lidar com tudo isso.

Sai era provavelmente a última coisa em sua lista de prioridades, pois permanecia ainda impassível e não parecia sequer se incomodar com o que acabara de presenciar.

Ino não era um problema também, foi ela mesma que trouxe Sakura aqui na noite passada, não foi? E isso era algo que ambas iriam ter que discutir em muito breve, mas agora ...

Naruto ainda parecia chocado e sentindo-se traído, seu rosto ficando muito vermelho, mas Ino foi dar-lhe tapinhas nas costas para ajuda-lo a sair daquele torpor e gritar com com Sai para ele fazer o mesmo.

Então, agora só havia Sasuke.

Um Sasuke e sua carranca assassina.

Havia uma aura obscura em torno dele, como uma nuvem de fumaça que dizia que estava pronto para atacar na velocidade de relâmpago. Era assustador e algo que ela nunca havia visto emitir dele, nao desde a sua última batalha com seu irmão já falecido.

E isso já fazia três anos.


Ele deu um passo adiante.

Instintivamente, Sakura deu um passo para trás, colidindo imediatamente com o torso firme de Kakashi (apesar dela provavelmente não te-lo notado ainda).

- Não, - Sakura murmurou, olhos verdes treinados nos ônix irados de Sasuke. - Tudo o que está pensando em fazer agora... nao faca.

Os braços de Sasuke ficaram tensos, suas mãos enlaçaram-se em punhos firmes. Mas não foi ele quem respondeu.

Em vez disso, outra pessoa (alguém mais barulhento) o fez.

- Do que está falando, Sakura-chan? E por que estava beijando o nosso sensei -ow! INO, O QUE FOI ISSO?

- Idiota! Ele não é mais o sensei da Testao, então não há nada de errado com o que eles estavam fazendo.

- Nós não estamos fazendo nada, - Sakura corrigiu, enviando uma carranca mortal a ambos os loiros. Naruto lhe enviou uma carrnaca de volta.

- Quase me enganaram. - O sorriso falso de Sai ja evidente no rosto.

- Cale a boca, - Ino rosnou. - Não está ajudando em nada.


Naruto ignorou tudo ao redor e virou-se para Kakashi.

Rosnara e apontou um dedo acusador (da mao que Ino não estava segurando) para o jounin de cabelos grisalhos.

- E VOCÊ! Por que está corrompendo a minha Sakura-chan? Primeiro tem relações sexuais com essa garota chamada Keisa, agora vai fazer o mesmo com a Sakura-chan-OW! INO, QUER PARAR DE ME BATER?!

- Você merece, seu idiota! Sequer sabe do que está falando-

- MAS EU SEI! ELE TRANSA COM TODAS AS GAROTINHAS QUE PASSA PELO O CAMINH- OW!

- Então está insinuando que eu não sou uma garota, porque, seu idiota, ele não dormir comigo! - Ino retrucou, olhos azuis estreitando em aborrecimento.

- DO QUE ESTÁ FALANDO, INO? ELE DORMIU COM AQUELA RUIV-

- Quer parar de falar sobre aquela vadia estúpida?

- DE QUEM ESTA FAL-

- E abaixe a voz, meus ouvidos estão doendo-

- MAS-

- E eles não dormiram juntos!

Por um momento, Naruto calou-se, piscando rapidamente com as novas informações.

E então ...

- E KAKASHI-SENSEI E A SAKURA-CHAN?

Ino deu-lhe um último cocuruto na cabeça, antes de gritar de volta.

- Kakashi e Keisa! Kami!


Foi a última frase que Sakura ouviu, empalidecendo um pouco mais, e seu estômago enchendo-se de um algo estranho, desconfortável e flutuante.

Ela não ousou olhar para ninguém, apenas manteve seu olhar diretamente em Sasuke, que ainda permanecia imóvel e parecia estar ouvindo atentamente a conversa (ou a gritaria).

Sasuke não estava olhando para si, mas sim para o homem atrás dela, a quem ela sequer conseguia enfrentar ainda.

Mas ele estava lá, ela poderia senti-lo, toda a sua presença.

E, afinal...

Por que ele não estava dizendo nada?


Naruto finalmente pareceu calar a boca, boquiaberto, de uma forma quase cômica.

Sai ainda estava sorrindo, embora ninguém soubesse o porquê.

Ino ainda fitava Naruto muito carrancuda ( o soltou e agora suas mãos jaziam nos quadris), murmurando algumas maldições em voz baixa.

Sakura apenas permaneceu congelada no lugar.


Depois de um tempo, Sai, ainda continuava sorrindo, deu um passo adiante, um olhar curioso na face.

- Como você sabia? - perguntou para Ino.

Ino pareceu surpresa com a pergunta. Então parou e sorriu-lhe docemente. - Como? Alguem me disse, é claro.

- QUEM? - Naruto gritou.

Ino voltou a gritar. - Gen-ma. Algum problema com isso?

- MAS O CARA E OUTRO PERVERTIDO! ELE PODERIA ESTAR MENTINDO!

- Ele não estava.

A última voz soou rouca e tranquila.

E causou arrepios na espinha de Sakura.


Ino notou na hora a expressão da amiga e sorriu presunçosamente. - Ta vendo so, eu estava certa.

Naruto parecia mais confuso agora. - KAKASHI-SEN - E fez uma pausa quando Ino lhe enviou outra carranca poderosa, as mãos posicionadas para bater em sua cabeça de novo. - Quero dizer, Kakashi ... você não dormiu com a Keisa?

Uma pausa.

E então ...

- Acredito que tenha me ouvido pela primeira vez, Naruto.

Silêncio.


Ino parecia satisfeita.

Sai voltou a mostrar a carranca inexpressiva.

Naruto ficou boquiaberto.

Sasuke permaneceu estóico e tenso.

O coração de Sakura queria sair do peito.


- Bem. - Ino cantarolou, batendo palmas. - Agora que está tudo resolvido, por que não-

- Não está nada resolvido.

E a loira ficou boquiaberta quando a voz que soara foi a de Sasuke.

Sakura o fitou hesitante.

Naruto, decidindo estar de acordo com o amigo, acenou com a cabeça vigorosamente. E enviou uma carranca horrorosa para Kakashi mais uma vez.

- SIM, NAO ESTA NADA RESOLVIDO! ISSO NAO EXPLICA O QUE ELE ESTAVA FAZENDO COM A SAKURA-CHAN-

- Cala a boca, dobe.

Naruto virou-se para o amigo. - EU NÃO SOU UM DO-

- Cala a boca, Sem pinto. - Sai sugeriu, sorrindo mais uma vez.

- POR QUE VOCÊ-

- Kami! Apenas calem a boca! - Ino gritou, colocando a mão sobre a boca de Naruto. Sai, ao ver tal, somente alargou o sorriso.

E notando tal, Ino sussurrou para o rapaz. - O quê foi?!

- A química entre vocês é muito boa. Estao prestes a fazer sexo?

Se esta fosse uma situação totalmente diferente, Sakura teria rido histericamente.

No final, Sai só levou uns cotocos na cabeça e mais alguns gritos de dois loiros tagarelas. E supreendentemente, ele ainda estava sorrindo.


Sakura manteve os olhos em Sasuke.

- Sasuke-kun? - chamou, hesitante.

Nenhuma resposta.

- Sasuke-kun, o que você viu nao foi nada... - Sakura começou, mas fora rapidamente cortada.

- Eu a quero.


A respiração feminina ficou presa na garganta e ela quase engasgou, soltando um chiado muito indignado.

Lentamente, virou a cabeça para fitar o homem que tinha dito as últimas palavras com convicção e certeza.

Os olhos estavam plissados, como se estivesse se divertindo.

Mas seu corpo estava tenso e ele não estava sequer olhando para ela.

Os olhos de Kakashi estavam focalizados em Sasuke. Sua máscara de volta… e espera um pouco, quando foi que ele a colocou de volta mesmo? Não é de se admirar que ninguém tenha reagido ao rosto desmascarado como Sakura pensou que seria.

Bem, exceto a parte de ter sido pego no flagra.

Eles definitivamente reagiram a isso.


- O QUE QUER DIZER COM A QUER, KAKASHI?

- Isso significa que eles querem fazer sexo, seu idiota!

- INO-CHAN! PARE DE ME CHAMAR DE IDIOTA!

- Talvez você devesse apenas beijá-la ate deixa-la louca, Sem pint-

- Eca, Sai! Eu vou te matar, apenas por sugerir iss-

- Eu a quero, Naruto. - Kakashi pareceu ter ignorado o "bla bla bla", o que Sakura achava difícil de fazer. - E eu quero que você respeite isso ... e você, Sasuke.

- Ela é minha. - Sasuke resmungou.

Sakura estreitou os olhos, preparada para retrucar, indignada. - O que você-

- Ela não tem uma etiqueta, nao pelo que ja vi anteriormente. - Kakashi interrompeu, quase agradavelmente.


Sakura lhe enviou uma carranca.

Naruto ficou boquiaberto.

Ino vibrou.

Sai observou.

E os dois restantes fitaram um ao outro... com carrancas de um desafio silencioso.


- Vamos lutar. - Sasuke resmungou, olhos Sharingan ativando.

Kakashi deu de ombros. - Você quem sabe, - respondeu, ativando o seu próprio.

E isso foi o estopim para Sakura decidir-se ser a última gota.

Suficiente.

Ela explodiu.

- PAREM JA COM ISSO!


Era fascinante ver Haruno Sakura, a doce e inocente e temperamental e perigosa e tudo mais, transformar-se em menos de um minuto.

Os olhos verdes brilharam.

A boca curvou-se em um sorriso de escárnio.

Sua pele corou-se.

Para qualquer outra pessoa, isso teria indicado uma visão feia, o prenuncio de algo horrível.

Mas, para Kakashi, ela nunca tinha parecido mais bela.

Bom, tudo bem, exceto quando gemia para ele. Ou sob ele.

Mas isso estava fora de questão.


- VOCES! - rugiu, primeiro olhando feio para Sasuke, em seguida, para Kakashi.

E não se incomodou com Naruto (ou Sai) - o cara já estava se escondendo atrás de Ino, uma expressão meio assustada no rosto. - EU NAO SOU- Levou um dedo para cima, apontando para Sasuke. - UM PREMIO- Tal dedo apontou para Kakashi. - A SER CONQUISTADO!

O sharingan de Sasuke desativou.

Assim como o de Kakashi.

Satisfeita, Sakura virou o indicador para Naruto.

- E VOCÊ! - gritou, a carranca aumentando.

- SAKURA-CHAN, EU SOU INOCENTE!

- Inocente oh caramba! - Ino murmurou, revirando os olhos.

- Cala a boca, Porca. - retrucou Sakura, antes de voltar sua atenção para Naruto. - Eu não sou a Sakura-chan de ninguém. Eu tenho minha própria vida e pertenço a mim mesma. Entenderam?

- Hehehe, Sakura-chan, o que você-

- E posso dormir com quem eu quiser.


A mandíbula de Naruto praticamente foi ao chao.

Sai parecia confuso.

Ino sorriu de canto.

Sasuke enviou-lhe uma carranca mortal.

Kakashi parecia extremamente satisfeito.

Isto é, até a carranca de Sakura voltar-se para si.

- E isso não significa com você, imbecil.


Naruto parecia alegre.

Sai muito mais pensativo.

Ino franziu a testa.

Sasuke continuou carrancudo.

Os olhos de Kakashi plissaram para baixo.

Bem, ui.

Ele certamente não esperava por isso.


- Então, com quem está planejando dormir, Sakura? - Sai perguntou, sempre tão alheio.

Ino olhou para ele, as sobrancelhas arqueadas.

Sakura instantaneamente corou.

- Eu-bem-

Ela ainda estava muito bonita, na opinião de Kakashi.

Inferno, poderia usar um saco na cabeça e provavelmente continuaria bonita.

Ou nao poderia usar nada.

Sua intimidade se contorceu.

Ok, isso não estava ajudando.


Ele tentou ignorar aquela presença pulsante e voltou a fitar o rosto vermelho da moca e sua gagueira.

- É-be-m-isso nao e da sua conta! - terminou com uma carranca irritada.

- Mas você acabou de dizer, - Ino apontou.

- Cala a boca! - Sakura retrucou.

- Sakura, venha comigo. - entoou Sasuke, a voz ainda muito fria. E em vista aquele tom de voz, Kakashi estreitou os olhos.

- Ela vai ficar. - disse laconicamente.

Naruto parou de se esconder atrás de Ino e corajosamente inflou seu peito. - Não, ela não vai!

- Cale a boca, seu idiota! - Ino ordenou. - Ela vai ficar, ela precisa transar-

- VOU DECIDIR ISSO POR MIM MESMA! - Sakura gritou, olhando feio para todos na sala. - AGORA, CALEM A BOCA OU POR KAMI-SAMA, EU JURO QUE DESTRUO TUDO AO REDOR!


Houve um silêncio instantâneo, quase ensurdecedor.

Satisfeita, mais uma vez, Sakura suspirou.

- Eu vou ficar. - murmurou baixinho.

Naruto parecia que estava prestes a abrir a boca para retrucar - mas Ino o deteve com um punho ameaçador. - Mas só pra me certificar de que Kakashi recebera o tratamento médico adequado.

Todos permaneceram em silêncio.

- Ele foi envenenado por uma kunai. O veneno reativa volta e meia, fazendo os ferimentos reabrirem. Eu extraí o veneno, acho ... mas ainda tenho que ter certeza. É por isso que preciso monitorá-lo.

Ainda havia um silêncio imenso.

- Erm ... Vocês podem falar agora.


E...

Adivinha quem abriu a boca primeiro?

- MAS, SAKURA-CHAN! E QUANTO AO QUE ACABAMOS DE VER OW! INO-CHAN!

- No caso de ainda não estar claro pra você, - Ino retrucou, - Eles ainda não fizeram sexo.

- VOCES NAO FIZERAM SEXO?

- Erm ... não, Naruto, - Sakura resmungou.

- Ainda não, - Ino murmurou de volta.

Realmente, Kakashi estava começando a gostar do funcionamento da mente de Ino.

- E isso não é a questão! - Sakura respondeu, suspirando mais uma vez. - Ok, pessoal?


Naruto, pela primeira vez naquele dia, parecia culpado e envergonhado.

Sai, mais uma vez, voltou a sua expressão em branco.

Ino parecia resignada.

Sasuke olhou feio para Kakashi.

Kakashi, sem saber o que fazer, retribuiu o olhar (embora sua expressão fosse um pouco mais agradável).


Finalmente, como se por um mútuo acordo, a mulher de cabelos cor de rosa ficou de pé no meio da sala.

- Como quiser, Sakura. - Kakashi sussurrou suavemente.

Olhos verdes voltaram-se para ele, sem dizer nada de novo.

Seus lábios se separaram, hesitou. Prestes a dizer algo.

Então, ela limpou a garganta e desviou o olhar.

O momento foi quebrado.


Entao aproximou-se dos loiros, puxou Naruto pelo braço - Naruto protestou, imediatamente choramingando e lamentando e protegendo a cabeça com ambos os braços.

Os sons se transformaram em uma grande gritaria, e foi quando ela fez algo que todos provavelmente sequer estavam esperando.

Ela o abraçou.

Em seguida, sussurrou algo, que o fez ficar vermelho, então amolecer, em seguida, abraçá-la de volta.

Parecia um momento privado entre ambos.

- EU TAMBEM TE AMO, SAKURA-CHAN! E ESPERO QUE NAO FACA NADA ESTUPIDO!

Ok, talvez não tão privado assim.


Naruto partiu em seguida, exclamando algo sobre ramen e estar com fome depois de toda essa argumentação inútil.

Ele parecia ter esquecido tudo sobre estar indignado e chocado.

Ino revirou os olhos, quando Sakura finalmente voltou-se para lhe dar um abraço. Sakura sussurrou-lhe algo - e isso divertiu Kakashi, ver a vermelhidão na face de Ino ainda mais violentamente que a de Naruto.

- Eu não posso acreditar que você concorda com Sai! Ecaaaa. - sussurrou, olhando feio para Sakura. Sakura apenas sorriu, antes de virar mais uma vez para abraçar Sai, que só a abraçou de volta (meio que sem jeito e, curiosamente). Nenhuma palavra foi trocada.

Ino se afastou, resmungando que iria provar que eles estavam todos errados.

Sai silenciosamente a seguiu.

Finalmente, Sakura virou-se para Sasuke.

E pegou sua mão.

Ele ficou tenso.

Kakashi ficou tenso.

- Precisamos conversar. - disse suavemente.

E então, ela o puxou para fora, fechando a porta da frente com um clique suave, deixando Kakashi sozinho na sala de estar, com seus pensamentos em um turbilhão e o corpo ainda dolorido.

E aquilo não tinha nada a ver com suas lesões.

Desde quando tudo tinha se tornado tão complicado?


No momento em que chegaram a varanda, Sakura abriu a boca para falar. Estendeu a mão para tocar o ombro masculino.

- Sasuke-kun, eu-

Mas ele não a deixou terminar a frase.

Sakura ofegou quando a mão foi afastada, embora não fosse de uma forma dolorosa ou qualquer coisa assim.

A próxima coisa que sabia e que estava sendo puxada e apoiada contra a parede.

E então ele a estava beijando mais uma vez.


Ela não deveria estar surpresa, mas a verdade e que estava.

Ficou tão surpresa que não foi capaz de reagir.

Tudo o que saiu de seus lábios foi um sussurro surpreso, é claro, que a fez abrir a boca. Ele se aproveitou disso, sua língua entrando para buscar a dela. As mãos na cintura feminina, subindo e descendo. Seus toques, seus beijos, eles eram tao ... apaixonados. Cheio de algo que não conseguia compreender, não conseguia entender. Ou talvez ela pudesse entender, apenas não queria. A pele feminina estava quente e formigando e tinha vergonha de dizer que, apesar daquilo ser inadequado ... ela estava gostando.

Um pouco.

Os beijos de Sasuke eram como formigas sobre a pele.

Mas os de Kakashi…. Kami ...

Eram como explosões.

E o que fizesse, quem a beijasse ... ela sabia que nada seria capaz de se comparar aquilo.


Com um sentimento de tristeza no coração, Sakura fez a única coisa que nunca teria feito, se tivesse sido a Sakura de seis anos atrás.

Ela o afastou.

- Sasuke-kun ... você não me ama.

Sasuke pareceu surpreso por um momento. Então, quase que mecanicamente, sua face perdeu a emoção mais uma vez.

- E eu te amo. - continuou, ganhando um outro olhar surpreso.

A última parte era provavelmente a mais difícil de dizer.

- Mas não estou apaixonada por você. - terminou em um sussurro. - Eu. .. eu não acho que jamais estarei novamente.

- É ele, não é?

- Não é ele. - murmurou, fitando-o nos olhos. - Sou eu. É você. Somos nós. E-eu .. eu não posso.

Silêncio.

Então ...

- Você está apaixonada por ele.

Olhos verdes arregalaram.

Ela estava?

- Não. - disse, depois de um momento. E pensou sobre isso. Sentindo algo em seu coração contrair. - Não. - repetiu, com mais convicção neste momento.

Ela não estava apaixonada por ele.

Claro que não.

Suas bochechas empalideceram com o pensamento.

Sasuke apenas a fitou silenciosamente, sem dizer nada. Algo cintilou em seus olhos, mas desaparecera antes que ela pudesse sequer analisar. Ele acenou com a cabeça, como se tivesse entendido tudo… algo que ela mesmo ainda nao havia. Então ele se afastou.

- Eu teria lhe pedido pra ser minha esposa, sabia.

A declaração fez olhos verdes arregalarem.

Sasuke sorriu de canto em vista a expressão feminina. Então, seu sorriso caiu, e ele estava falando sério mais uma vez.

- Mas parece tarde demais.

- E-eu… Sasuke-kun ...

- Mas isso é bom. Eu vou encontrar alguém.

E sorriu de canto.

Ela tentou sorrir, realização batendo fundo em seu cerebro.

Ele tem sentimentos por você, você sabe disso, nao e. Inner Sakura deu um vislumbre de sua presenca.


Kami.

Depois de todos estes anos ...

... e a parte triste era, ela simplesmente nao conseguiria mais corresponde-lo.

Não mais.

E não havia nada que pudesse fazer sobre isso.

- Você vai, Sasuke-kun. - disse suavemente. Então inclinou a cabeça. Seus pensamentos voltaram ao que ele havia dito. - E você está errado. Eu não estou apaixonada por ele.

Sasuke apenas continuou sorrindo de canto.

O sorriso de Sakura desapareceu e uma carranca lentamente fez caminho em seu rosto.

- Sakura?

- Sim?

- Apenas continue dizendo isso. - grunhiu. Então, acenou com a cabeça mais uma vez, e se virou para partir, deixando-a refletir sobre suas palavras de despedida.


Levou um momento para compreender.

E quando finalmente o fez, teve de se reclinar contra a parede atras de si, quando realização novamente tomou-lhe a mente, com um impacto igualmente de uma pilha de tijolos ou de maior peso ou melhor ainda, como o Chidori de Sasuke ou o Rasengan de Naruto ou tudo de uma vez só.

Isso. Era. Simplesmente. Impossivel.

.

Continua

.


N/T:

Hmmmmmmmmm

Digam:

O que vcs gostaram mais nesse cpt?

1) Todo o clima *safadinho* kakasaku?

2) A quimica potente NaruIno?

3) A forma inusitada de pensar da Ino?

4) As tiradas do Sai?

5) Naruto e suas loucuras e tendencias superprotetoras?

6) OU a forma assassina como o tio Sasuke-kun encarou nosso sensei *mais que bonitao* pronto para mata-lo pelos charmes da nossa heroina de cabelos rosados, heinnnn?

risos

..

Digam, tia Hime quer saber ;DD

.

Bom personas, eu ja avisei as "meninas sasusaku", agora faltam as "meninas kakasaku",

Tia hime fez uma conta no Facebook (onde, daqui um tempo, pretendo por algumas capas de fics, Agenda de Posts e outras novidades com relacao as nossas queridinhas fanfics ;D)

Ja add todas as meninas cujos emails ja possuia :)

Quem quiser, tmb pode add a Hime.

Sera muito bem vindo :)

*link no meu perfil*

;D

..

Agora, lindonas, vou-me,

deixo bjitos,

nos vemos nos comments,

Hime :D