D I S C L A I M E R:

• Os personagens aqui citados não me pertencem.

• Fic betada pela Amanur. Como sempre!

• Ando tendo uns surtos de inspiração, daí, saio escrevendo feito louca. E geralmente não gosto do que escrevo, mas eu gostei dessa aqui.

•Boa leitura!


CINCO MINUTOS


Dizem que o brilho dos olhos só se apaga depois que a pessoa morre. Sakura discorda. Ela tem certeza de que o brilho pode morrer bem antes também. Mesmo o corpo estando vivo, e permanecendo vivo, ela acredita que a alma morre.

Sakura chegou a essa conclusão de um modo rude, grosseiro. Doeu, e ainda dói. Ela chorou dois dias seguidos.

Cinco minutos. Esse foi o tempo que levou para ela chegar a tal conclusão. Cinco minutos foi o tempo que ela passou olhando para os olhos de Sasuke, ambos em silêncio. Foram os cinco minutos mais longos de sua vida. Os piores também. Quando ela olhou em seus olhos, viu apenas morte. Os olhos negros e foscos, banhados em morte. O corpo de Sasuke estava vivo, mas sua alma estava morta. Cinco minutos, e ela viu o homem que ela amou destruído, literalmente.

Encontraram-se por acaso. Não trocaram sequer uma palavra, e ficaram apenas lá, se olhando. Depois, Sasuke simplesmente virou as costas e foi embora. O caminhar tão morto quanto sua alma, deixando Sakura perdida, sem saber o que fazer. Sua mente explodiu em memórias e pensamentos: o que diabos ele fez da vida dele? Ele se matou. Suicídio era mais adequado à questão. Então, ainda em silêncio, ela o imita e vai embora, para, quando chegar a casa, sentar na cama e ficar olhando para o nada. Por horas e horas.

E quando a ficha finalmente caiu, ela desabou em lágrimas, soluçando como uma criança. Cinco minutos e Sakura soube que jamais o teria de volta, vivo ou morto.


N/A: Nossa, escrever essa foi difícil. Sério, mas eu tinha que escrever, se não tinha um treco.