Lembra?

É claro que lembra

Você lembra de tudo, não é mesmo?

Você lembra das suas hesitações

Dos seus erros

Dos seus acertos

Das suas v-vaciladas

Você tem uma memória maravilhosa

Ou quase isso

Lembra do olhar?

Não, você não lembra

O que você lembra é da hora da saída

E aquele olhar significou mais do que você imagina.

E ele? Lembra dele?

Claro que lembra

Você lembra até do dia em que o viu pela primeira vez

Ele estava sentado, lendo um livro que você conhecia

Estava sozinho, com um copo de café

Você achou-o bonitinho e foi logo sentar-se na sua mesa

Abriu a mochila

Pegou um livro e começou a ler

Então ele sentou em sua mesa e perguntou se você era nova

Você disse que sim, envergonhada

Sua vida não foi mais a mesma

Em todos os sentidos.

Então, espero que você lembre de tudo

Das palavras

Das sinceridades

Das traições

Das amizades

Quero que você lembre e veja

Que a vida parece ter sido feliz e boa

Ao contrário do que você sempre achou que você

Agora é a sua hora

Sonhe

Reviva

Ou simplesmente morra

Morra lembrando do olhar que outrora você tinha esquecido

Mas por razões que você desconhece lembrou

Porque só percebemos quando algo é importante

Na hora em que perdemos.

Mas quem sou eu para dizer o que uma Cahill deva sentir

No momento de sua morte lenta e dolorosa

Pelas mãos do inimigo desconhecido.

Espere!


Tic... Toc.

O relógio nunca deve parar

Enquanto um coração ainda bater.

Tic... Toc.

Uma sombra se aproxima

Tema pelo desconhecido

Ame pelo mistério.

Tic...Toc.

Não pare, meu querido relógio

Ainda há tempo.

Tic... Toc.

Perdão, toque mais alto, meu querido relógio!

Não consigo ouvir suas belas batidas!

Tic... Toc.

Mas um dia a bateria acabará

E o relógio será esquecido.

Tic...

Tão fraca a batida de seu relógio

O que há de errado?

Toc.

A batida final.

A bateria acabou

Não há esperanças de alguém aparecer com uma nova pilha

E salvar o pobre relógio de seu terrível destino.

E ele morre.

Morre porque a verdade nunca foi revelada.

E nunca será.

Porque sem relógio

Não há horas.

E sem horas

Quem lembrará do tempo?


Um dia

Tudo morre

Um dia

A bateria acaba

Um dia

O relógio para

E tudo a sua volta

Para junto com ele.


Algo fez sentido? HSAUSHASHAHSUAHSUAHSAHSAHSH

Duvido muito que tenha feito, mas ok. Isso era para ser a morte da Amy. Ficou muito, muito estranho O.Õ

Nem eu entendi o que escrevi.

Enfim, eu fico feliz que tenha lido ^^

Reviews? *o*

~CaahT39C